Você está na página 1de 17

Forma sujeito, Pêcheux

 Ideologia – recruta sujeitos entre os indivíduos


 Ideologia em geral – abstração – história
(natural humano)
 Inconsciente
Interperlação  Interpelação torna tangível o vínculo entre os
sujeito Aparelhos Repressivos do Estado (o aparelho
jurídico – político que distribui-verifica-controla
“as identidades”) e os aparelhos ideológicos de
Estado (aquele que diz ao falante ao falar de si
mesmo “Sou eu”!)
 “Ideologia que fornece “as
evidências” pela qual todo mundo
sabe o que é um soldado [...] fazem
com que uma palavra queria dizer o
que diz [...] mascara sobre a
transparência da linguagem o
caráter material do sentido das
palavras e do enunciado”. (p. 146)
 1) O sentido de uma palavra e expressão não existe em si mesmo,
mas é determinado pelas posições ideológicas de produção desse
dizer
Sentido e  Por outro lado, palavras e expressões que em sua literalidade
formação significam coisas distintas podem ter “o mesmo sentido” em uma
formação discursiva
ideológica  Processo discursivo - o sistema de relações de substituição,
sinonímia, parafráse etc que funcionam como significantes em
uma dada formação discursiva
 2) Toda formação discursiva dissimula sua
dependência do interdiscurso
Sentido e  Eu (imaginário) não reconhece seu
formação assujeitamento ao Outro, a subordinação é
ideológica sentida como autonomia
 Forma sujeito – forma de existência histórica
de qualquer indivíduo (Althusser, 1978)
 “[...] a interpelação do individuo em sujeito de
seu discurso se efetua pela identificação (do
sujeito) com a formação discursiva que o
domina (pela qual ele é constituído como
sujeito): essa identificação fundadora da
unidade (imaginária) do sujeito, apoia-se no
fato de que os elementos do interdiscurso(sob
sua forma dupla, descrita mais acima como ‘pré
construído’ e ‘processo de sustentação’) que
constituem no discurso do sujeito, os traços
daquilo que o domina, são re-inscritos no
discurso do próprio sujeito” (p. 150)
 Pré-construído – já-sempre-aí da interpelação
ideológica que fornece a realidade e o seu sentido
como universal
 Articulação – constitui o sujeito em sua relação
com o sentido – representa no interdiscurso aquilo
Estrutura que determina a dominação da forma sujeito.
discursiva da  Dominação/determinação
forma sujeito  Formação discursiva que veicula a forma-sujeito é
a formação discursiva dominante
 As formações discursivas que constituem seu
interdiscurso determinam a dominação da
formação discursiva dominante
Efeito de sentido – relação de
possibilidade de elementos em
uma dada formação discursiva.
Possibilidades Equivalência – simetria –
de substituição possuem o mesmo sentido
Implicação – substituição
orientada
 Triângulo com um ângulo reto/ triângulo
retângulo
Exemplos:  Passagem de uma corrente elétrica/
deflexão do galvonômetro
 Discurso transverso – metonímia
 Discurso transverso como
Discurso
transverso interdiscurso e como intradiscurso
 Articulação – discurso transverso
Página 154
 Forma sujeito identidade - eu/outro
 Paráfrase e reformulação
 ´Pode até não haver a demarcação entre o que é dito e aquilo a
propósito do que é dito
Forma sujeito  Ficção – forma sujeito idealista
 “ A cruz branca que os manifestantes amarraram em um poste não
foi tocada pela polícia”
 “ Era uma dessas manhãzinhas pálidas que se assemelham a um
nascimento...”
 Desconhecimento/reconhecimento – sujeito se esquece das
determinações que o colocaram no lugar que ele ocupa.
 “Reconhecimento mútuo entre os sujeitos e o Sujeito, e entre
os próprios sujeitos e entre cada sujeito por si mesmo”
(p.158)
sujeito-sujeito
Identidade e  Pré construído – “aquilo que todo mundo sabe”,
reconheciment conteúdos de pensamento do “sujeito universal”
suporte da identificação e àquilo que todo mundo
o mundo, em uma “situação” dada, pode ser e
entender sob a forma de evidências do “contexto
situacional”. (p. 159)
 Articulação (discurso transverso) - 1) como dissemos;
e 2)”como todo mundo sabe”
 Todo sujeito é assujeitado no universal
como singular “insubstituível” (Althusser)
Sujeito –  Tomar a palavra
sujeito  Colocar-se como sujeito – dupla
(identificação identificação
simbólica)  Esquecimento 1 – sujeito origem do dizer
 Esquecimento 2 – possibilidade
monossêmica
Tomada de
posição

Você também pode gostar