Você está na página 1de 36

Prof. Mes.

ISIDRO METÓDIO TULENI


Departamento de Geofísica
Universidade Agostinho Neto
Luanda –Angola
Copyright 1998, Ronald E. Rinehart
Operações de radar Doppler
• STALO (oscilador local estável) mantém a frequência muito estável do
pulso a pulso.

• O sinal STALO é misturado com a frequência do transmissor no


(locking
mixer ) misturador de bloqueio.

• COHO (oscilador coerente) amplifica o sinal enquanto mantém a relação


de fase

• Sinal STALO também misturado no receptor e amplificado em amplificador


IF (freqüência intermediária).

• O sinal recebido e os sinais transmitidos são enviados para o detector de


fase onde a mudança de freqüência é determinada
Limitações da velocidade
• Existem limites na velocidade e alcance que um radar Doppler pode
resolver inequivocamente

• O limite no deslocamento de fase de um radar Doppler pode detectar é de


1/2 um comprimento de onda.

• A velocidade máxima que um radar Doppler pode detectar corretamente ou


sem ambiguidade é dada pela velocidade que acaba de produzir uma
mudança de fase.

• Matematicamente, isso é
A frequência máxima Fmax é dada por

Onde PRF é a frequência de repetição do pulso do radar.

Assim, a velocidade máxima ambíguo detectável por um radar Doppler é


O tempo necessário para que um sinal de radar saia e volte para um alvo
no alcance r é

t =2 c
r
Onde c é a velocidade da luz, r é o alcance do alvo e t é o tempo. O
"2"
explica a distância de ida e volta.

O intervalo de tempo Entre pulsos transmitidos é dado por

T= 1/PRF
rmax= cT/2
Então
Infelizmente...

• PRF está em ambas as expressões - no denominador para um, mas no


numerador para o outro.

• Isso forma o que é chamado:

“Dilema Doppler ”
Dilema Doppler

Dessa maneira, para altos valores de PRF podemos medir velocidades altas,
entretanto isso limita o alcance do radar, ou seja:

Vma = λ RMA = c
x X
2
PRF PRF
4
Manipulando a equação da velocidade máxima e verificando a dependência
com a distância máxima, podemos obter a expressão abaixo:

V max cλ
= 8
R max
Dilema Doppler
• Para um dado de radar (isto é, para um comprimento de onda fixo), se
quisermos medir maior Vmax, devemos ter um curto rmax e vice-
versa.
Algumas considerações

Olhe para fora: "Nunca faça uma previsão com as costas virada para a janela".

Forma do eco: Cuidado com os ecos que apontam para o radar!

Altura: use informações RHI e conheça alturas de tempestade.

Reflectividades: Às vezes!

Eco é exibido na tela do Z, mas não na tela do V


Sempre que a velocidade máxima de recuo e a velocidade de aproximação
máxima estiverem próximas umas das outras, deve-se suspeitar.

Vamos reconsiderar os limites de velocidade:

A velocidade máxima sem ambiguidade é proporcional ao PRF e a o


comprimento de onda.

Enquanto a velocidade do alvo for inferior ao máximo, o radar pode medir a


velocidade corretamente.

Mas, o que acontece se a velocidade for maior do que o máximo?


Velocidade Doppler: O Radar meteorológico Doppler detecta, além
da intensidade da precipitação, a velocidade e a direção do
movimento dos alvos, dependendo se estes estão se movendo em
direção ao radar ou se afastando do radar.

Este produto é muito efetivo no caso de tempestades severas e


meso-ciclones, uma vez que este pode auxiliar na medida da rotação
das células convectivas.

Esta medida auxilia na determinação da violência do fenômeno, e


propicia a melhora dos alertas.
Exemplos de simulações analiticas assumindo diferentes campos de
vento (Rodger Brown and Vincent Wood of NSSL)
Velocidade máxima do vento em 6 km AGL
Exemplos de simulações analiticas assumindo diferentes campos de
vento (Rodger Brown and Vincent Wood of NSSL)
Velocidade máxima do vento em 6 km
AGL

Vr

Vr Vr=0
Vr
Exemplos de simulações analiticas assumindo diferentes campos de
vento (Rodger Brown and Vincent Wood of NSSL)
Velocidade máxima do vento em 6 km AGL
Fluxo de convergência
Direção do vento mudando no sentido horário com a
altura
Rotação e Convergência
Frente Fria a NW do radar
Exemplos de algumas figuras

Radar CHILL em 20 Março de 2003


as 01:56 UTC
DZ VR

Jato de baixos níveis de NE

Chuva próxima do Radar

Bandas intensas de neve ao


longo do Foothills de Fort
Collins Na frente do “S” temos a mudança
do perfil de vento
Observações do CHILL durante uma super-célula
e tornado

Gates: 1034 e 150 m


DZ Zoom: 4x
VR

Desenvolvimento de um Assinatura de
gancho um tornado
Eco Gancho – Assinatura de Tornado

A World of Weather: Fundamentals of Meteorology


http://www.ems.psu.edu/~nese/edition3/ed3image.htm
Tornado
Tornado
Tornado Brasília: 1 de Out
2014

www.ebc.com.br
Outras aplicações de um Radar Doppler
Observações durante o TEFLUN-B

Refletividade do
Radar

Correntes
ascendentes
e descendentes Vel. de quedas das
acopladas partículas

Largura espectral

Você também pode gostar