Você está na página 1de 6

A democracia populista (I)

NovoPIx
Réplica da carta-testamento de Getúlio Vargas,
localizada em Nova Petrópolis, 2010.
O fim do Estado Novo

CPDOC/ FGV, Rio de Janeiro


- A contradição representada pela entrada do Brasil na
Segunda Guerra Mundial foi explorada por opositores de
Vargas e deflagrou o início da crise política que, mais
tarde, derrubaria o Estado Novo.

- A oposição a Vargas organiza um movimento de


redemocratização: a publicação do Manifesto dos Mineiros
(1943) e o fim do controle dos órgãos de comunicação
pela DIP(1945) são exemplos dessa pressão opositora.

- O Governo Vargas cede à força da oposição e


promulga uma séries de leis que convocam eleições para
uma Assembleia Constituinte, os governos dos Estados e
para a presidência.

- O movimento queremista do slogan “Queremos


Constituição com Getúlio“ tenta manter Vargas no
poder. Todavia, é destituído do poder em 29 de outubro
de 1945, através de um golpe de Estado.

Comício queremista no largo da Carioca. Rio


de Janeiro, 1945.
Reorganização partidária
- Durante a transição democrática, Getúlio Vargas coordenou a organização de dois
partidos: o Partido Social Democrata (PSD) e o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).
Junto à União Democrática Nacional(UDN), que reunia parte da oposição ao Governo
Vargas, essas agremiações dominaram o cenário político brasileiro até 1964.

Partido Social Partido Trabalhista União Democrática


Democrata (PSD) Brasileiro (PTB) Nacional (UDN)

reunia partidários da tinha base nas camadas conservadores, em


intervenção estatal na populares urbanas, no geral, reunia grande
economia, interventores sindicalismo e parte das oligarquias
estatais do governo trabalhismo. rurais, grandes
Vargas e parte das comerciantes e
oligarquias rurais. lideranças paulista
derrotadas na
Revolução de 1930.

. - O PCB (Partido Comunista Brasileiro), durante o contexto da Guerra Fria,


é relegado à clandestinidade em 1947.
A volta de Vargas
- Eleito em 1950, pelo PTB, para suceder Dutra na presidência
- Tentou agradar as duas diferentes correntes sobre os caminhos para o desenvolvimento do
país

Abertura ao Capital estrangeiro


Nacionalismo
- fundação da Petrobras em 1953 - Comissão Mista Brasil-Estados Unidos
- restrição da remessa de lucros para o para o Desenvolvimento Econômico,
exterior estabelecida em 1951, responsável pela
criação do Bando Nacional de
Desenvolvimento Econômico(BNDE), em
1953

Suicídio de Vargas

- Não conseguiu atender às demandas dos setores conservadores e populares, resultando


em um isolamento político.
- Vargas é acusado de planejar o atentado ao jornalista Carlos Lacerda em 1954.
- Carta-testamento: comoção e fúria popular em relação à oposição de Vargas.

.
O governo de Juscelino KubitschecK
Eleito, pelo PSD, em 1955. Seu A aliança PSD/PTB derrotava,
vice-presidente, João Goulart, do mais uma vez, a UDN. Isso
PTB, era o antigo Ministro do levou a uma tentativa de
Trabalho do governo Vargas. Slogan do governo: golpe por parte da União
“Cinquenta anos em Democrática Nacional.

l.
Arquivo Nacional, Rio de Janeiro
cinco”

CPDOC/ FGV, Rio de Janeiro


Juscelino tentou
equilibrar as demandas
dos diversos grupos
sociais através de uma
Cerimônia de posse de Juscelino Kubitschek. política de conciliação
Rio de Janeiro, 31 jan. 1953. que incentivava a Construção dos edifícios ministeriais
em Brasília, 1959.
industrialização
Aumento salarial aos nacional.
trabalhadores. Melhoria dos Crédito fácil às indústrias,
equipamentos dos militares. investimento em
Grande investimento em obras. A infraestrutura e restrição da
construção de Brasília indica o importação de produtos
slogan de modernização e estrangeiros.
desenvolvimento desse governo.
Plano de Metas Capital externo
e déficits
- Programa
. de desenvolvimento por meio orçamentários
do crescimento da indústria
- Entrada de capital externo para
- Cinco setores prioritários: energia, viabilizar o Plano de Metas –
transportes, alimentação, indústria de principalmente dos Estados
base e educação. Unidos, Japão e Alemanha.

Indústria e Integração
Nacional

- Crescimento da produção industrial em taxas altas de 11,9% ao ano

- Estabelecimento do desequilíbrio regional e a necessidade de interligação entre as


regiões através do investimento na ampliação das vias de transporte.

Você também pode gostar