Você está na página 1de 42

Introdução ao Balanço de Materiais

Variáveis de Processo

O que é um processo?

Um processo é uma ação ou evento que causa modificações.

E para o Engenheiro Químico?

Um processo é uma série de etapas envolvendo a transformação física, química e/ou

biológica de um material de entrada como o objetivo de se obter um outro material

de interesse na saída.
Variáveis de Processo

Tipos de Processos Químicos

Processo Batelada

Entrada

Saída

Todos os materiais são As condições de processo são Os produtos são retirados após
adicionados no inicio do estabelecidas, monitoradas e finalização do processo
processo controladas
Tempo da Batelada
Inicio Fim
Variáveis de Processo

Tipos de Processos Químicos

Processo Contínuo

Entrada

E-4

Saída

E-6

Todos os materiais são As condições de processo são Os produtos são retirados


alimentados continuamente no estabelecidas, monitoradas e continuamente do processo
processo controladas
Variáveis de Processo

Como “as condições de processo são estabelecidas, monitoradas e controladas”?

O que são “condições de processo”?


Velocidade de
Agitação
Vazão
Nível
de
Entrad
a Vazão
de
Saída
Temperatura
Variáveis de Processo

As condições de processo são definidas por meio de variáveis de processo que


informam quais são as propriedades termodinâmicas (variáveis de ESTADO) e de
transporte (variáveis de FLUXO) das correntes de materiais envolvidos.
Variáveis de Processo

O que é uma variável de processo?

Qualquer medida utilizada para caracterizar ou descrever um processo químico.

As variáveis de processo fundamentais são:

1. Medidas para quantificar os materiais ou especificar uma composição química.

Massa, Volume, mol, fração mássica ou molar

2. Medidas para especificar as condições de processo

Pressão e Temperatura
Variáveis de Processo

•  
Massa e Volume

Densidade ou Massa Específica


Razão da massa por unidade de volume. Utilizada como fator para conversão de massa
e volume.

1. Densidade de gases dependem da pressão e temperatura.

2. Densidades de sólidos e líquidos não variam significantemente com a pressão


mas sim com a temperatura.
Variáveis de Processo

•  
Massa e Volume

Densidade Relativa ou Gravidade Específica


Razão de duas densidades, ou seja, a razão da densidade da substância de interesse e
a densidade de uma substância referência.

1. A densidade específica de gases em geral se referem ao ar seco a 20°C e P atm.

2. A densidade específica de líquidos e sólidos em geral é água a 4°C


Variáveis de Processo

A Unidade Molar

 Refere-se a um certo número de moléculas, átomos ou partículas subatômicas.


 “O montante de substância que contem a mesma quantidade de entidades
elementares contidas em 0,012 kg de carbono 12.”
Comitê Internacional de Pesos e Medidas, 1969

 Contém o número de Avogadro de entidades elementares (moléculas, átomos ou


qualquer partícula) – 6,02 . 1023
 Quantidade de espécies químicas cuja massa é igual ao seu peso ou massa
molecular
Variáveis de Processo

A Unidade Molar

 Um grama mol (gmol) é a unidade padrão para o mol e contém 6.02 . 1023
moléculas ou átomos. As seguintes interconversões são aplicáveis a unidade
grama mol:

 Qualquer unidade equivalente de mol pode ser utilizada com base em uma
unidade de massa utilizando o fator de conversão da unidade de massa.
Variáveis de Processo

A Unidade Molar

 Para converter o número de mols para massa, utiliza-se a relação destas variáveis
com o peso molecular (PM):

 𝑃𝑀 = 𝑚
𝑛

Se o Peso Molecular da água é 18, então:


 1 gmol contém 18 g de H2O (PM = 18 g/gmol)
 1 kmol contém 18 kg de H2O (PM = 18 kg/kmol)
 1 lbmol contém 18 lbm de H2O (PM = 18 lbm/lbmol)
Variáveis de Processo

Quantificando Materiais em Processos Químicos

Em processos químicos, não podemos contar as moléculas, por isso


utilizamos propriedades mensuráveis da matérias para realizar o balanço de
materiais.

Por isso, utilizarmos a propriedade de massa da matéria para mensurar a


quantidade de matéria nas correntes do processo e chamamos de balanço de
massa os cálculos para avaliar como a matéria de distribui entre as correntes.

Ainda mais adequado é correlacionar massa, comprimento e tempo


(dimensões primárias) com volume, densidade, vazão volumétrica e vazão
mássica (dimensões secundárias) para o balanço de massa.
Variáveis de Processo

•  
Quantificando Materiais em Processos Químicos

Para a maioria dos processos químicos, é mais adequado utilizar taxas de fluxo ou
vazão para medir a quantidade de materiais escoando através do processo:

 Vazão Mássica:

 Vazão Volumétrica:

 Vazão Molar:
Variáveis de Processo

•  
Composição Química

Em uma mistura de dois ou mais componentes, a composição pode ser expressa


como:

 Fração Mássica:

 Fração Molar:

Para líquidos e sólidos, utiliza-se composições em base mássica.


Para gases, é mais comum se utilizar a base molar
Variáveis de Processo

Composição Química

Outros modos de se expressar a composição incluem:

 Molaridade (mol/L) e normalidade (equivalentes/L): utilizado em laboratórios


de análises químicas.
 Partes por Milhão (ppm) e partes por bilhão (ppb): utilizado para expressar
concentração de soluções ou misturas extremamente diluídas.
 Pressão Parcial: utilizado para exprimir a concentração de uma mistura gasosa.
Variáveis de Processo

Exercícios – Cálculo de Massa e Volume

a) Determine a massa em kg de 50.0 litros de gasolina.


b) A vazão de gasolina numa bomba é de 1150 kg/min, qual é a vazão volumétrica
equivalente em L/s?
c) Gasolina e querosene são misturados para se obter uma mistura com gravidade
específica de 0,78. Calcule a razão volumétrica dos dois componentes da mistura,
assumindo que a mistura tem comportamento ideal.
Considere:
DRGasolina = 0,70

DRQuerosene = 0,82

água= 1000 kg/m3


Balanço de Materiais

• O balanço de materiais nada mais é que a aplicação da


Lei da Conservação da Massa.

• O balanço de materiais é um pré-requisito para qualquer


outro cálculo na solução de problemas tanto simples quanto
complexos da Engenharia Química.

• A análise do balanço de materiais envolve a identificação do


fluxo de matéria, da geração ou consumo da matéria
(reações químicas) em um sistema, que pode ser um
equipamento, uma linha, uma unidade inteira de produção.
Balanço de Materiais

• O balanço de materiais nada mais é que a aplicação da


Lei da Conservação da Massa.
Em um sistema fechado, a massa inicial é igual a massa final após decorrido
certo intervalo de tempo, mesmo que a natureza da matéria (composição
química do sistema) tenha sido alterada.
m Inicial = m Final
Balanço de Materiais

• O balanço de materiais nada mais é que a aplicação da


Lei da Conservação da Massa.
Em um sistema aberto, em estado estacionário, não há acúmulo de matéria
no sistema, então:
m Entra + m Gerada – m Consumida = m Sai
Balanço de Materiais

• O balanço de materiais nada mais é que a aplicação da


Lei da Conservação da Massa.

Sistemas Fechados: Equipamentos ou Tubulações


Balanço de Materiais

Evaporação de Água

– Operação comum na indústria química e de alimentos


– Objetivo: Retirar água do material (concentrar)
• Usinas de Açúcar
• Papel e Celulose
– Equipamento: Evaporadores
– Principio: Aplicação de Calor

Bancada / Batelada Industrial / Contínuo


Balanço de Materiais

Evaporação de Água do Caldo

https://www.youtube.com/watch?v=nNneoIStja4&list=PLns1DSKKpT7S13VH81LuYIMSDUbUfGpka&index=2
Balanço de Materiais

Evaporação de Água do Caldo

Um evaporador é alimentado com 1000 kg/h de um caldo contendo 12,0% de sólidos solúveis e 88,0% de água.

Este evaporador produz caldo concentrado contendo 40,0% de sólidos solúveis e 60,0% de água. Calcule:

a) a vazão mássica de caldo concentrado produzido neste processo?

b) a vazão mássica de água evaporada?

Obs: Assuma que a evaporação se processa sem arraste de sólidos.


Balanço de Materiais

Evaporação de Água do Caldo


Um evaporador é alimentado com 1000 kg/h de um caldo contendo 12,0% de sólidos solúveis e 88,0% de água.
Este evaporador produz caldo concentrado contendo 40,0% de sólidos solúveis e 60,0% de água.
Passo 1
• Diagrama de Blocos
• Identificação das Correntes de Processo

Água EVAP

Caldo CA Caldo Concentrado CC


Evaporador

1 Entrada e 2 Saídas
Balanço de Materiais

Evaporação de Água do Caldo


Um evaporador é alimentado com 1000 kg/h de um caldo contendo 12,0% de sólidos solúveis e 88,0% de água.
Este evaporador produz caldo concentrado contendo 40,0% de sólidos solúveis e 60,0% de água.
Passo 2
• Identificação da composição das correntes de processo

Água EVAP
Substância Pura
Água

Caldo CA Caldo Concentrado CC


Evaporador
Mistura: Mistura:
- Sólidos Solúveis Sólidos Solúveis
- Água Água
Balanço de Materiais

Evaporação de Água do Caldo


Um evaporador é alimentado com 1000 kg/h de um caldo contendo 12,0% de sólidos solúveis e 88,0% de água.
Este evaporador produz caldo concentrado contendo 40,0% de sólidos solúveis e 60,0% de água.
Passo 3
• Atribuição dos valores de vazão e composição das correntes de processo

 ____ kg/h EVAP


100,0% Água

 1000 kg/h CA  ____ kg/h CC


Evaporador
 12,0% Sólidos Solúveis  40,0% Sólidos Solúveis
88,0% Água 60,0% Água

Fração Mássica da Água na Corrente CA


Balanço de Materiais

•  
Evaporação de Água do Caldo Diagrama de Blocos
____ kg/h EVAP
Passo 4
100,0% Água
• Escrever sistemas de equações
1000 kg/h CA ____ kg/h CC
GLOBAL Evaporador
12,0% Sólidos Solúveis 40,0% Sólidos Solúveis
88,0% Água 60,0% Água

COMPONENTE
• Sólidos Solúveis Fração Mássica

𝑚𝑎𝑠𝑠𝑎 𝑑𝑜 𝑐𝑜𝑚𝑝𝑜𝑛𝑒𝑛𝑡𝑒 𝑖 𝑚 𝑖
𝑥  𝑖 = =
𝑚𝑎𝑠𝑠𝑎 𝑡𝑜𝑡𝑎𝑙 𝑑𝑎 𝑚𝑖𝑠𝑡𝑢𝑟𝑎 𝑚 𝑇

  =

• Água
Balanço de Materiais

•  
Evaporação de Água do Caldo Diagrama de Blocos
____ kg/h EVAP
 
Passo 5 100,0% Água

• Resolver sistema de Equações


1000 kg/h CA ____ kg/h CC
  Evaporador  
GLOBAL 12,0% Sólidos Solúveis 40,0% Sólidos Solúveis
 88,0% Água  60,0% Água

COMPONENTE
• Sólidos Solúveis =0

=300kg/h
• Água
Balanço de Materiais

•  
Evaporação de Água do Caldo Diagrama de Blocos
____ kg/h EVAP
 
Passo 5 100,0% Água

• Resolver sistema de Equações


1000 kg/h CA ____ kg/h CC
  Evaporador  
GLOBAL 12,0% Sólidos Solúveis 40,0% Sólidos Solúveis
 88,0% Água  60,0% Água

• Água

  𝑘𝑔 𝑘𝑔
𝑚˙ 𝐸𝑉𝐴𝑃 =𝑚
˙ 𝐶𝐴−𝑚
˙ 𝐶 𝐶 =1000 −300 =700 𝑘𝑔 / h
h h
Processo Químico

Combustão do Metano em Fornalhas para Geração de Vapor


Processo Químico

Combustão do Metano em Fornalhas para Geração de Vapor


Variáveis de Processo

Combustão do Metano Base para o


Balanço de Massa

Equação Química Balanceada da Combustão do Metano


Variáveis de Processo

Combustão do Metano

Reorganização das ligações químicas entre os elementos


Variáveis de Processo

Combustão do Metano

Balanço de Energia da Combustão do Metano


Variáveis de Processo

Combustão do Metano

Diagrama de Blocos da Combustão do Metano em uma Fornalha


Variáveis de Processo

Combustão do Metano

Uma Fornalha
A Realidade
além do
Papel!!!

Todo calor gerado pela queima é transferido para a água gerando vapor?
Variáveis de Processo

Combustão do Metano

A Queima
A Realidade
além do
Papel!!!

Todo CH4 é convertido em CO2? Quais são as limitações?


Variáveis de Processo

Combustão do Metano: Geração de Vapor Industrial


1. Reações Múltiplas
 Minimizar formação de CO
 Balanço de Massa: Relação Combustível x AR
 Controle da Vazão
Variáveis de Processo

Combustão do Metano: Geração de Vapor Industrial

1. Design de Equipamentos
 Aumentar conversão de energia em vapor (Transferência de Calor)

 Melhorar mistura Combustível e AR (Transferência de Massa)


Variáveis de Processo

Combustão do Metano:

https://www.youtube.com/watch?v=98u-bhwkUyA

https://www.youtube.com/watch?v=f-1qQFFX-o8
Exercício
Na produção de uma droga com massa molecular de 192, a
corrente de saída do reator escoa com uma vazão de 10,5 L/min.
A concentração da droga é de 41,2% em peso (em água). A
densidade relativa da solução é de 1,024. Calcule a concentração
da droga em kg/L na corrente de saída e a vazão da droga
produzida em kmol/min.

Você também pode gostar