FACULDADE ANHANGUERA DE BRASÍLIA

BIOMEDICINA
Prof.: Esp. Carlos. Fernando dos Santos
CRBM 3158

Email: fernandoupa@gmail.com

1

NEUTRÓFILOS

Prof. Carlos Fernando dos Santos

NEUTRÓFILOS ‡ Cinética dos neutrófilos ± Medula óssea ‡ Maturam e migram da MO para o SP ± Sangue periférico ‡ Subcompartimentos ± Circulante ± Marginal ± Tecidos ‡ Migração de via única ‡ Tornam-se efetoras do processo inflamatório Prof. Carlos Fernando dos Santos .

NEUTRÓFILOS ‡ Funções ± ± ± ± Fagocitose Fagocitose***(agentes etiológicos e corpos estranhos) Célula inflamatória Motilidade Quimiotaxia Prof. Carlos Fernando dos Santos .

NEUTRÓFILOS ‡ Destino ± Maturação de mieloblasto até segmentados 4-6 dias 4± Sangue periférico (vida de ~7 horas) ‡ ‡ ‡ ‡ Destruição (sistema mononuclear) Morte tissular (no tecido onde efetuou suas atividades) Bastonetes (0-5%) Segmentados (40-80%) Prof. Carlos Fernando dos Santos .

NEUTRÓFILOS ‡ Neutrofilia ‡ Fisiológica ± ± ± ± ± ± ± ± ± ± Atv. Carlos Fernando dos Santos (Bast >5% / Segm >80%) (Bast ± Aumento do número de neutrófilos ‡ Não Fisiológicas . Física Descarga de adrenalina Stresse Gravidez Neonatos Infecção microbiana* Inflamações Doenças auto-imunes Cânceres Leucemias Prof.

NEUTRÓFILOS ‡ Neutropenia ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ (Bast 0% / Segm <40%) (Bast ± Diminuição do número de neutrófilos Processos infecciosos graves Infecções virais Drogas (corticóides) Aporte nutricional deficiente Causas imunológicas Prof. Carlos Fernando dos Santos .

EOSINÓFILOS .

EOSINÓFILOS ‡ Cinética dos Eosinófilos ± Medula óssea ‡ Maturam e migram da MO para o SP ± Sangue periférico ‡ Subcompartimentos ± Circulante ± Marginal ± Tecidos ‡ Migração de via única ‡ Tornam-se efetoras do processo inflamatório ± 1-6% das células brancas do sangue periférico ± 12-17 micrômetros de tamanho 12- .

ILTNF alfa. LTD4. IL-5. IL-13 e citocinas: IL.IL.IL. .IL. IL-6. IL-8.IL.IL. IL-2. IL-4.EOSINÓFILOS ‡ Funções ± Relacionadas aos processos parasitários ± Produtoras de superóxidos e peróxidos ± Produção de Mediadores lipídicos eicosanóides ‡ Leucotrienos: LTC4. LTE4 ‡ Prostaglandinas ± Produtoras de citocinas: IL-1.

EOSINÓFILOS ‡ Destino ± SP ± Tecidos (quimiotaxia) ± Degranulação citóxica .

Física Descarga de adrenalina Stresse Neonatos Infecção parasitária* Inflamações Doenças auto-imunes Atopia (>6%) ± Aumento do número de eosinófilos ‡ Não Fisiológicas .EOSINÓFILOS ‡ Eosinofilia ‡ Fisiológica ± ± ± ± ± ± ± ± Atv.

EOSINÓFILOS ‡ Eosinopenia ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ (0%) ± Diminuição do número de eosinófilos Processos infecciosos graves Infecções parasitárias Drogas (corticóides) Aporte nutricional deficiente Causas imunológicas (arrefecimento imunológico) .

BASÓFILOS .

± Grânulos estão dispostos irregularmente cobrindo também o núcleo .BASÓFILOS ‡ Cinética dos Basófilos ± Tamanho de aproximadamente 10-15 micrometros 10± Núcleo geralmente não é segmentado ou bilobulado ± Citoplasma é levemente basofílico (cor azul) e quase sempre ofuscado pelos vários grânulos grosseiros corados de roxo.

IgE-antigeno. ± Resposta imunológica traduz-se em dois processos traduzcomplementares: ‡ Desgranulação e Libertação de histamina ‡ Sintese e libertação de derivados do ácido araquidónico ± Leucotrienios.BASÓFILOS ‡ Funções ± Participam de processos alérgicos ± Produzem histamina e heparina ± Não são considerados os precursores dos mastócitos pois eles têm origens diferentes. ± Ativados pela presença de estímulos como as anafilotoxinas (complementos C3a. ± Tromboxanos ± Prostaglandinas . C4a e C5a) e os complexos IgE-antigeno.

VALORES DE REFERENCIA* .

Física ± Descarga de adrenalina ± Stresse (>2%) ± Aumento do número de basófilos ‡ Não Fisiológicas ± Inflamações ± Atopia .BASÓFILOS ‡ Basofilia ‡ Fisiológica ± Atv.

BASÓFILOS ‡ Basopenia ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ (0%) ± Diminuição do número de Basófilos Processos infecciosos graves Infecções virais Drogas (corticóides) Aporte nutricional deficiente Causas imunológicas .

Obrigado! .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful