Você está na página 1de 34

TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS

OBTENÇÃO DO AÇO

Processo siderúrgico
O aço é um produto siderúrgico definido como liga
metálica composta principalmente de ferro e pequenas
quantidades de carbono.
O processo siderúrgico pode ser dividido em 3 grandes
partes:
 a) Preparo das Matérias-Primas (Coqueira e Sintetização)
 b) Produção de Gusa (Alto-forno)
 c) Produção de Aço

Cleumar Antohaki
1
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

São basicamente três os ingredientes que são dispostos


no alto-forno (fisicamente alimentados na parte superior do forno
através de transportadores e outros equipamentos):
1) O minério de ferro, isto é, a substância que contém o
óxido.
2) O calcário (rocha à base de carbonato de cálcio), cuja
função básica é a remoção de impurezas.
3) O coque, que é o agente combustível e redutor. Coque
é normalmente produzido na própria siderúrgica, através da
queima parcial do carvão mineral.
Cleumar Antohaki
2
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

Minério de ferro
O minério de ferro é retirado do subsolo, porém muitas vezes é
encontrado exposto formando verdadeiras montanhas.
Os principais minérios de ferro são:
 Hematita - Fe2O3 - 70% de ferro

 Magnetita - Fe3O4 - 72% de ferro

 Limonita - Fe2O3 + H2O - 50% a 66% de ferro

 Siderita - FeCO3 - 48% de ferro


Para retirar as impurezas, o minério é lavado, partido em
pedaços menores e em seguida levado para a usina siderúrgica.
Cleumar Antohaki
3
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO
Minério de ferro

Cleumar Antohaki
4
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

==> Sinterização: consiste em aglomerar-se finos de


minério de ferro numa mistura com aproximadamente 5% de
um carvão finamente dividido, coque ou antracita. A carga é
colocada em grelhas que se movem a uma determinada
velocidade e, num determinado ponto próximo ao fim de
percurso das grelhas, a carga é aquecida superficialmente, por
intermédio de queimadores de gás. As temperaturas utilizadas
variam de 1300 a 1500 ºC, suficientes para promover a ligação
das partículas finas do minério e resultando um produto
uniforme e poroso, denominado “sinter”.
Cleumar Antohaki
5
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

Pelotização: este é o mais novo processo de aglomeração


e talvez o de maior êxito. Neste processo, produzem-se
inicialmente “bolas” ou “pelotas” cruas de finos de minério de
alto teor ou de minério concentrado.
Uma vez obtidas as pelotas cruas, são queimadas, para o
que se utilizam vários dispositivos de aquecimento. Um deles é
constituído por uma “grelha contínua e móvel”. Mais
recentemente, tem sido utilizado um forno rotativo, onde as
temperaturas podem atingir valores da ordem de 1350ºC.

Cleumar Antohaki
6
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO
Sinterização

Sinterização 7
Cleumar Antohaki
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO
Carvão
Nessa fase o carvão mineral é cozido em fornos especiais
pra retirada dos componentes mais voláteis, transformando em
coque que é combustível dos altos fornos.
A coqueificação ocorre a uma temperatura de 1300ºC em
ausência de ar durante um período de 18 horas, onde ocorre a
liberação de substâncias voláteis. O produto resultante desta
etapa, o coque, é um material poroso com elevada resistência
mecânica, alto ponto de fusão e grande quantidade de carbono.

Cleumar Antohaki
8
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO
Carvão

Típica Bateria de coqueificação Coque incandescente


pronto para ser
descarregado
Cleumar Antohaki
9
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO
Alto Forno
O alto-forno é
composto por três
partes principais: o
cadinho, a rampa e a
cuba. O cadinho
corresponde à parte
do forno onde se
acumulam o metal
fundido e a escória.
Cleumar Antohaki
10
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

Cleumar Antohaki
11
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

Cleumar Antohaki
12
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

Cleumar Antohaki
13
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO
Alto Forno

Cleumar Antohaki
14
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO
Alto Forno

Cleumar Antohaki
15
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

O gusa líquido é transportado para


aciaria imediatamente pelo carro torpedo
onde ocorre a dessulfuração, através da
injeção de aditivos e gás inerte.

Cleumar Antohaki
16
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

Obtenção do Aço
O ferro-gusa possui uma alta concentração de carbono e
de outras impurezas (silício, manganês, fósforo, enxofre, etc).
Para que ele possa ser utilizado comercialmente, é necessário
que ele passe por um processo de oxidação que irá diminuir a
concentração desses elementos.
Esse processo de oxidação pode ser realizado por vários
métodos diferentes. No processo pneumático o agente oxidante
é o ar ou o oxigênio. Nos processos Siemens-Martin, elétricos
duplex, etc., os agentes oxidantes são substâncias sólidas
contendo óxidos.
Cleumar Antohaki
17
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

Obtenção do Aço
Sir Henry Bessemer
(19/01/1813  15/03/1898) foi
um engenheiro metalurgista e
inventor do Reino Unido. Foi o
criador do processo de Bessemer
para a fabricação de aço, que
patenteou em 1856.

Cleumar Antohaki
18
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

Cleumar Antohaki
19
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

Cleumar Antohaki
20
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO
Processos (conversos Bressemer)

Cleumar Antohaki
21
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO
Processos (conversos Bressemer)

Carregamento Sopro Vazamento

Cleumar Antohaki
22
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

Cleumar Antohaki
23
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

Cleumar Antohaki
24
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

Cleumar Antohaki
25
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

Cleumar Antohaki
26
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO
Processo (Conversor de Sopro pelo Topo “LD”  Linz-Donawitz  )

Cleumar Antohaki
27
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO
Processo (Conversor de Sopro pelo Topo “LD”  Linz-Donawitz  )

Cleumar Antohaki
28
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO

Cleumar Antohaki
29
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO
Processo (Conversor de Sopro pelo Topo “LD”  Linz-Donawitz  )

Cleumar Antohaki
30
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO
Processo (Forno Elétrico)
O forno elétrico ou forno a arco na realidade é um grande
recipiente, basculante, com duas aberturas diametralmente
opostas; sendo uma para carga do material sólido e a outra por
onde é vertida a massa líquida.
O calor é fornecido pelo arco voltaico funde a matéria-
prima e produz o “aço líquido”. A temperatura neste estado varia
de 1590ºC a 1700ºC aproximadamente.

Cleumar Antohaki
31
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO
Processo (Forno Elétrico)

Cleumar Antohaki
32
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO
Processo (Forno Elétrico)

Cleumar Antohaki
33
TECNOLOGIA DOS MATÉRIAS
OBTENÇÃO DO AÇO
Processo (Forno Elétrico)

Cleumar Antohaki
34

Você também pode gostar