Você está na página 1de 7

TEXTO DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA

 Aborda fatoscientíficosprovenientes de
estudos e pesquisas.
 Transmite dados e informações.
 Apresenta teorias e conceitos.
 Fala sobre ideias, procedimentos, resultados
e descobertas.
 Circula em revistas, portais,sites decunho
educacional científico/informativo.
 É escrito com clareza.
DEVE
TER:
TÍTULO: De fácil entendimento
INTRODUÇÃO: do texto
Apresentação científico
DESENVOLVIMENTO: Resultados
de pesquisas
CONCLUSÃO: Mostra o que foi
descoberto (resultado)
SENDO
ASSIM...
 Texto expositivo (apresenta informações sobre
um objeto ou um fato específico), e pode
apresentar alguns recursos como:
 Instrução, quando apresentam instruções a
serem seguidas;
 Informação, quando apresentam informações
sobre o que é apresentado/discutido;
 Descrição, quando ape rsenatm informações
sobre as características está sendo
doque apresentado;
 Definição, quando queremos deixar claro para o
nosso leitor , do que exatamente estamos
SENDO
ASSIM...
 Enumeração, quando envolve a identificação
e apresentação sequencial de informações
referente aquilo que estamos escrevendo;
 Comparação, quando o autor quer garantir
que seu leitor irá compreender o que ele quis
dizer;
 Contraste, quando ao analisar determinada
questão, o autor do texto deseja mostrar que
ela pode ser observada por mais de um
ângulo, ou que há posições contrárias (carta
do leitor).
FINALIDADE
 TRANSMITIR CONHECIMENTO DE
NATUREZA CIENTÍFICA A UM PÚBLICO
MAIS AMPLO POSSÍVEL.
 ESTRUTURA: IDÉIA PRINCIPAL
(AFIRMAÇÃO/CONCEITO)
DESENVOLVIDOS POR MEIO DE PROVAS
( EXEMPLOS, COMPARAÇÕES,
RELAÇÕESDE EFEITOS E CAUSAS,
DADOS ESTATÍSTICOS /CONCLUSÃO.
 LINGUAGEM CLARA.
PODE
SER...
 Para informar
 Entreter
 Instruir
 Tem como base estudos aprofundados
 Padrão formal: Por isso não encontraremos
traços de pessoas, tal como o uso da 1ª pessoa
(EU) .
 Os termos serão técnicos, típicos da linguagem
científica.
 Expõe ideias
VAMOS OBSERVAR A SEGUINTE
LEITURA: POR QUE TEMOS QUE TOMAR
BANHO?
Saiba que a responsável por essa exigência é a sua pele. Chegou a hora de saber
por que você, que faz de tudo para se manter limpinho, é obrigado a tomar todos os
dias aquela boa chuveirada. A responsável por essa exigência, anote, não é a sua
mãe, é a sua pele, a barreira natural à entrada de microrganismos do corpo. Há na
pele as células que formam a epiderme (a camada mais externa da pele, essa que
tocamos), que é como um tecido mesmo, como o de nossas roupas. Sobre as
células da epiderme há uma camada de queratina, uma proteína que não deixa
passar água para o lado de dentro. Além disto, ainda temos os poros, os
pequeninos orifícios por onde sai o suor, e as glândulas sebáceas, que
acompanham os pelos que recobrem toda superfície do corpo, exceto a palma da
mão e a sola dos pés. Todos os dias nossa pele é renovada, mandando embora
algumas células mortas misturadas com queratina e formando um tecido novinho
em folha. Uma coisa que nem todo mundo sabe é que sobre a nossa pele e
mucosas- mucosa é a pele fininha e úmida, como a boca e a do interior do nariz-
existem bactérias chamadas comensais, isto é , bactérias que convivem conosco
sem necessariamente causarem doença. Elas tem uma função importante : não
permitir que outros micro-organismos mais perigosos a saúde se estabeleçam na
pele e mucosas. Se as comensais não estiverem presentes em número adequado,
o equilíbrio entre proteção e agressão é rompido e podemos adoecer.
Por: Adriana Bonomo e José Marcos Cunha, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Você também pode gostar