Você está na página 1de 10

FILOSOFIA E

ÉTICA
PROF. JOSEVANDRO SOARES
• Estudo dos pressupostos
filosóficos para a construção do
saber abordando os clássicos e

Ementa do os teóricos contemporâneos e


discute as questões

componente epistemológicas para as ciências


da saúde e temáticas sobre a
ética humana, o indivíduo e a
sociedade com enfoque na
bioética.
Objetivos

Compreender a importância da Compreender o questionar, o


Identificar as principais
Filosofia na formação do investigar e o ampliar como
características das correntes
pensamento e produção do características marcantes do
filosóficas;
conhecimento no ocidente; pensar filosófico;

Identificar a diferença e as
Compreender a produção do Compreender a importância da implicações do pensar ético e
conhecimento como fenômeno Ética na formação humana e do do comportamento moral na
humano; profissional de saúde; sociedade e na vida
profissional.
Conteúdo programático

Filosofia e conhecimento nos


Filosofia, ciência e ensino de Filosofia; gênese, contexto e O saber; dos povos antigos
clássicos: Platão, Sócrates e
ciências da saúde implicações aos pré-socráticos
Aristóteles

O conhecimento no medievo; Revolução científica, os


Modernidade, as origens da Método científico: Francia
mentalidade, influências e paradigmas da ciência
ciência moderna Bacon
surgimento da universidade moderna

Pensamento de René
Descartes - o Discurso do
Método
Conteúdo programático

Natureza do saber
Epistemologia nas Epistemologia; Gaston
científico; linguagem, financiamento e
ciências modernas e na Bachelard, Thomas Kuhn
objeto, teoria, ideologia, mentalidade da sociedade
área de saúde e Canguilhem
política,

Ética; o indivíduo e o
Racionalidade e lógica Ética e as ciências da
Ética e sociedade profissional do campo da
nas ciências da saúde saúde
saúde

A ciência moderna no Filosofia da ciência,


As ciências da saúde na
Brasil; a história da ciência e
Bahia, no século XIX;
institucionalização, ensino de ciências; uma
questões filosófica e
desenvolvimento e reflexão do saber
política.
difusão científico
Metodologia e recursos

• Através de um processo dialógico e interativo, promover as


possibilidades necessárias para que os estudantes despertem o interesse
pelo pensar/agir crítico no mundo que o cerca, bem como a
compreensão do pensamento filosófico e científico.

• Desse modo, não esquecendo que estamos em um semestre de caráter


especial, no qual as aulas serão realizadas por mediação remota, com
uso do computador e internet em pela Plataforma Digital Google Meet.
Metodologia e recursos

• Pautaremos nossos encontros (momento síncrono) aulas expositivas,


análise e interpretação e debate de textos, filme(s) e outras opções que
possam surgir no desenvolver das aulas, e momentos assíncronos para
realização de leituras prévias e desenvolvimento de atividades e
pesquisa solicitadas.
Avaliação

• processo avaliativo terá três avaliações. Duas avaliações individuais


(resumo, resenha, paper, artigo, estudo dirigido ou ensaio);
• Um trabalho em grupo que poderá ser seminário, painel ou pôster.
Referências básica

• ABBAGNAANO, N. Dicionário de Filosofia. Ed. Alianza: Madrid,


1966. 7 ed, Rio de Janeiro, Zahar, 1979.
• ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. In: Aristóteles, Os Pensadores.
Trad.: Leonel Vallandro e Gerd Bornheim. São Paulo, Abril Cultural,
1973. pp. 249-436.
• BACHELARD, G. A formação do espírito científico. Tradução de
Estela dos Santos Abreu. Rio de Janeiro, Contraponto, 1996.
• CANGUILHEM, G. Ideologia e Racionalidade nas Ciências da Vida.
Trad.Portuguesa de E. Piedade. Lisboa, Edições 70, 1977.
Referências complementar

• CHASSOT, A. A Ciência através dos tempos. São Paulo, Moderna, 1994. DESCARTES, R. Discurso do
Método. São Paulo, Nova Cultural, 1987. (Coleção Os Pensadores).
• HUME, D. Uma investigação sobre os princípios da moral. Trad.: José Oscar de Almeida Marques.
Campinas, UNICAMP, 1995. 226p. (Col. Repertórios).
• KUHN, T. A Estrutura das Revoluções Científicas. 5a ed. Trad. B. V. Boeira e N. Boeira. São Paulo,
Perspectiva, 2000.
• MATHEWS, M. R. História, Filosofia e Ensino de Ciências: a tendência atual de reaproximação. Caderno
Catarinense de Ensino de Física. Florianópolis, v.12, nº 3, p.164-214, dez. 1995.
• SANTOS, F. A. Escola Tropicalista Baiana: Registro de uma nova ciência na Gazeta Médica da Bahia (1866-
1889). Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em História da Ciência, PUCSP, 2008, p. 42.
• ___ & tal. O Estabelecimento das Ciências no Brasil: estudos de casos. In: BELTRAN, H. M., SAITO, F.,
TRINDADE, S. L., (Orgs.). História da Ciência: Tópicos Atuais. Editora Livraria da Física, São Paulo, SP,
2010, p. 165-192

Você também pode gostar