Você está na página 1de 94

TREINAMENTO OPERADORES DE BOBCAT

LEGISLAÇÃO APLICÁVEL
• As NR 11 e NR 12 são relativas ao treinamento de Segurança para operadores de Maquinas e

Equipamentos. Mas qual a  importância da capacitação para a segurança do trabalhador e o correto

transporte de carga por Maquinas Auto Propelidas.

• As Normas Regulamentadoras 11 e 12 indicam como é a condução segura de máquinas e equipamentos.

Os profissionais precisam ser bem instruídos para operar máquinas como as empilhadeiras, para que

preservem sua segurança nas rotinas laborais.  As normas possuem recomendações que evitam acidentes

de trabalho e fazem com que operadores consigam o melhor desempenho das máquinas.

• Os procedimentos da NR 11 e da NR 12 recomendam que as maquinas sejam conduzidas através de uma

direção segura. As capacitações devem fazer com que operadores zelem pela segurança das outras

pessoas, da sua própria, dos equipamentos e instalações.  Os operadores de maquinas devem respeitar o

pedestre, as sinalizações, as demarcações de solo e, principalmente, os limites de velocidade


BOBCAT CORRENTE E BORACHÃO
CONTEUDO PROGRAMATICO

Descrição e identificação dos riscos associados com a Mini Carregadeira e as proteções específicas contra
cada um deles;
Funcionamento das proteções; como e por que devem ser usadas;
Como e em que circunstâncias uma proteção pode ser removida, e por quem, sendo na maioria dos
casos, somente o pessoal de inspeção ou manutenção;
O que fazer, por exemplo, contatar o supervisor, se uma proteção foi danificada ou se perdeu sua função,
deixando de garantir uma segurança adequada;
Os princípios de segurança na utilização da Mini Carregadeira;
Segurança para riscos mecânicos, elétricos e outros relevantes;
Método de trabalho seguro;
Sistema de bloqueio de funcionamento da Mini Carregadeira durante operações de inspeção, limpeza,
lubrificação e manutenção.
Noções sobre legislação de trânsito e de legislação de segurança e saúde no trabalho;
Noções sobre acidentes e doenças decorrentes da exposição aos riscos existentes na máquina,
equipamentos e implementos;
Medidas de controle dos riscos: EPC e EPI;
Operação com segurança da Mini Carregadeira;
Inspeção, regulagem e manutenção com segurança;
Sinalização de segurança;
Procedimentos em situação de emergência;
Aula Prática supervisionada.
MARCAS DE MINI CARREGADEIRAS
RICOS OPERACIONAIS
DIREITO DE RECUSA

A Constituição Federal prevê no artigo 7º, inciso XXII.


RICOS OPERACIONAIS
COMPONENTES
COMPONENTES
COMANDOS
COMANDOS
COMANDOS
COMANDOS
COMANDOS
COMANDOS
COMANDOS
SIMBOLOGIA
SIMBOLOGIA
OPERAÇÃO
OPERAÇÃO
OPERAÇÃO
OPERAÇÃO
OPERAÇÃO
OPERAÇÃO
OPERAÇÃO
ABRINDO BURACO

1 – PRECIONE A PARTE SUPERIOR DO PEDAL DE INCLINAÇÃO ATÉ A PÁ


ENTRAR EM CONTATO COM O SOLO
2 – DESLOQUE A PÁ CARRREGADEIRA PARA FRENTE DE VAGAR, AO
MESMO QUE INCLINA A PÁ PARA BAIXO DE ATÉ FAZE-LA PENETRAR NO
SOLO.
3- VÁ INCLINANDO A PÁ PAR A TRÁZ ENQUANTOESTA SE VAI ENCHENDO
DE MATERIAL.
4 – QUANDO ESTIVER CHEIA, INCLINE A COMPLETAMENTE PARA TRÁS.
OPERAÇÃO

1 – Levante os braços de elevação e 1 – Conduza a pá carregadeira para frente


inclinação da Pá para frente. com a pá tão baixa quanto possível.
2 – Pressione com a biqueira do pé a parte 2 – Levante os braços de elevação e incline
superior do pedal de elevação até que o a pá para baixo.
pedal fique preso( Posição Flutuante) A pá
seguira os contornos do solo enquanto a
pá carregadeira se desloca para trás.
OPERAÇÃO
Operando sem campo visual.
MANUENÇÃO DE 10 HORAS
VÁlVUlA DE POEIRA DO PURIFICADOR DE AR

•LIMPE / INSPECIONE
•Abra a porta de acesso ao motor. O alojamento do
filtro de ar está localizado no compartimento do
motor.

Examine a válvula contra poeira do purificador de ar a cada dez horas


de serviço ou ao final de cada dia. Acione a válvula, apertando as
bordas da válvula para remover quaisquer detritos acumulados.
SISTEMA DE ARREFECIMENTO (RADIADOR)
VERIFIQUE
Nos processos a seguir, utilize: líquido arrefecedor - 6 litros

CUIDADO:
Sistema pressurizado: o líquido
arrefecedor quente pode causar
queimaduras graves. Para abrir a
tampa, pare o motor e espere até
que o radiador esteja frio. A seguir
afrouxe a tampa lentamente, a fim
de aliviar a pressão.

01 Abra a porta de acesso ao motor.


02 Incline o protetor do radiador para cima.
03 Mantenha o nível do líquido arrefecedor no topo do visor
de nível com o radiador na posição ABAIXADA.
VISOR DE NÍVEL

VISOR DE NÍVEL C2.2


VISOR DE NÍVEL

NOTA:-O visor de nível do


líquido arrefecedor localiza-
se no lado direito do
compartimento do motor em
máquinas equipadas com o
motor C2.2. O visor de nível
do líquido arrefecedor
localiza-se no lado esquerdo
do compartimento do motor
em máquinas equipadas com o motor
C3.4.
VISOR DE NÍVEL
Visor de Nível C3.4

INDICADORES
RESERVATÓRIO DE LÍQUIDO
MÍNIMO/MÁXIMO
ARREFECEDOR
AGUA DO RADIADOR
O reservatóriode líquido arrefecedor está localizado no lado esquerdodo compartimento do motor ounaporta de acesso a motor.

4
Se precisar adicionar líquido arrefecedor ao radiador, remova a tampa do
radiador para aliviar a pressão do sistema.

Inspecione a tampa e a junta do radiador. Substitua a tampa, se a tampa ou a


5
junta estiver danificada. Instale a tampa do radiador.

6 Incline o protetor do radiador para baixo.

O reservatório do líquido arrefecedor fica localizado no lado esquerdo do


7
compartimento do motor ou no lado esquerdo da porta de acesso ao motor.
Mantenha o nível do líquido arrefecedor no reservatório entre as linhas
“MÍN” e “MÁX”.
8 Feche a porta de acesso ao motor.
MANGUEIRAS
•NOTA: Inspecione as mangueiras do sistema de arrefecimento quanto a
vazamentos, trincas ou sinais de deterioração. Substitua quaisquer
mangueiras danificadas.
COMPARTIMENTO DO MOTOR
INSPECIONE / LIMPE
Inspecione o compartimento do motor quanto a acúmulo de sujeira ou detritos. Remova qualquer sujeira ou detritos do compartimento do motor.

1 Abra a porta de acesso ao motor.

2 Remova quaisquer detritos ou sujeira do compartimento do motor.


Se equipado, remova o painel de acesso para limpar o
compartimento do motor.
CÁRTER DO MOTOR
VERIFICANDO O ÓLEO

1 Posicione o equipamento em local mais


plano possível e desligue o motor.
2 Abra a porta de acesso ao motor.

Mantenha o nível do óleo entre a marcação


3 na vareta de nível de óleo.

Marcação da vareta do nível do óleo


ÓLEO DO MOTOR
. Se for necessário adicionar óleo, incline o radiador para cima.
4 Remova
a tampa do bocal de enchimento de óleo e adicione óleo

5 Limpe e instale a tampa do bocal de enchimento de


óleo.
6 Incline o radiador para baixo.

7 Feche a porta de acesso ao motor.


ÓLEO DO MOTOR

Vareta de nível de óleo Tampa do bocal de


enchimento de óleo
ÓLEO DO MOTOR

BUJÃO DE DRENO
LOCALIZAÇÃO DO BUJÃO DE DRENO
SISTEMA DE COMBUSTÍVEL

DRENE O FILTRO PRIMÁRIO


O separador de água do sistema de combustível localiza-se
no lado esquerdo do compartimento do motor.
1
Abra a porta de acesso ao motor.

2 Insira a mangueira de drenagem em um recipiente


adequado. Afrouxe a válvula de drenagem no
fundo do separador de água.

3
Aperte manualmente a válvula de drenagem. Não
aperte a válvula de drenagem com ferramenta,
pois a válvula ou os retentores poderão danificar-
se.

4
Feche a porta de acesso ao motor.
5 Descarte a água e os sedimentos de acordo com os
regulamentos locais.

Filtro de combustível/separador de água


VÁLVULA DE CONTROLE DE ABAIXAMENTO DE IMPLEMENTO
VERIFIQUE

• Antes de abaixar o implemento, afaste todas as pessoas


da área ao redor do equipamento.
• 01 -Abaixe o implemento totalmente. Gire a chave interruptora para a
posição DESLIGAR.
• 02 -Puxe a alavanca para trás para acionar totalmente a válvula.
• 03 -Puxe a alavanca para a frente para colocá-la de volta na posição
original. A alavanca deve estar totalmente assentada.
SISTEMA HIDRÁULICO
VERIFIQUE O NÍVEL DE ÓLEO

Visor de nível “MÍN”/”MÁX”


.

Consultar tabela de óleos do fabricante para escolher o óleo ideal para o


compartimento.
Desconectando a Bateria

Não teste a carga com fios.


Como toda bateria, ela emana internamente gases que são resultados da
reação química. Caso houver qualquer faísca, há risco de explosão da bateria,
pois um desses gases é o hidrogênio, e ele é bastante inflamável!
Tome as devidas precauções antes de tentar desconectar a bateria. Além conter uma
carga elétrica potencialmente letal, as baterias também têm agentes corrosivos que
podem produzir um gás inflamável. Antes de remover a bateria, siga as medidas de
segurança necessárias.Desligue o motor do carro na ignição.
Use óculos e luvas de proteção para proteger os olhos e as mãos.

Conectando a Bateria
ENGRAXANDO A MAQUINA

01 - Aplique lubrificante nas graxeiras da articulação do braço de levantamento.


02 - Aplique lubrificante nas graxeiras dos mancais do cilindro de levantamento.
03 - Repita o processo para o lado oposto da máquina.
Limpe com um pano todos os graxeiros antes de aplicação do lubrificante, aplique a graxa com a caçamba totalmente
apoiada no solo para evitar possíveis acidentes e não permita que, no momento da lubrificação, seja gerado excesso de
graxa sobre as articulações, pois o mesmo vai ocasionar situações que podem impactar na sua operação.

São elas:
1- Desperdício de graxa (lubrificante);
2- Sujeira no equipamento ocasionando uma má impressão;
33 - Contaminação no meio ambiente;
4 - Desgaste do componente por acúmulo de sujeira sobre a graxa em excesso.
ENGRAXANDO A MAQUINA

MANCAIS DE MANCAIS DE INCLINAÇÃO


INCLINAÇÃO
ACOPLADOR RÁPIDO
LIMPE / INSPECIONE

• Limpe o acoplador rápido antes da


inspeção, para que possa inspecioná-lo
adequadamente.
• Incline o acoplador rápido totalmente
para a frente, para limpar os detritos
dos pinos.
• Mova as alavancas do acoplador rápido.
Certifique-se de que as alavancas não
estejam tortas e nem quebradas.
Acoplador rápido • Certifique-se de que os pinos do
acoplador estejam devidamente
acoplados no conjunto e que não
estejam desgastados.
• Verifique se as bordas superiores e a face
do conjunto do acoplador rápido está
desgastado ou danificado.
ACOPLADOR RÁPIDO
Inspecione os componentes dentro
do acoplador rápido, verificando se
existem os seguintes problemas:
parafusos frouxos, vazamentos de
óleo, peças quebradas, peças
faltando e componentes quebrados.
Inspecione as tubulações e
conexões hidráulicas, verificando
ALAVANCAS DO se estão desgastadas ou
danificadas.
ACOPLADOR RÁPIDO
Repare ou substitua quaisquer
componentes desgastados e/ou
com vazamentos.
Verifique se há trincas no acoplador
rápido.
SUPORTE DE MONTAGEM DA FERRAMENTA DE TRABALHO

SUPORTE DE MONTAGEM DA FERRAMENTA


DE TRABALHO

Furos
Placa angulada superior Inspecione a placa angulada superior e
certifique- se de que não esteja
dobrada ou com algum outro dano.
Inspecione os furos quanto a desgaste
e danos. Inspecione a placa angulada
inferior e certifique-se de que a placa
não esteja dobrada ou com algum outro
dano. Se houver suspeita de danos ou
desgaste, entre em contato com a
Placa angulada inferior Sotreq antes de usar a ferramenta de
trabalho.
TROCA DE IMPLEMENTOS
• Brocas • Retro escavadeiras • Lâminas (ângulo, buldôzer) • Caçambas
(propósito geral, alta capacidade, terra, serviços públicos, material leve,
multiuso, garra industrial, garra para serviços públicos) • Vassouras
(ângulo, coleta, serviços públicos) • Cortadores de Galhos • Aplainadoras
a Frio • Garfos (palete, garra industrial, garra para serviços públicos,
serviços públicos) • Martelos Hidráulicos • Revolvedores de Paisagismo •
Ancinhos de Paisagismo • Braço de Movimentação de Materiais •
Ancinhos Hidráulicos • Tesoura • Limpa-neve • Trituradores de Tocos •
Valetadeiras • Compactadores Vibratórios • Serras Circulares Acopladores
Rápidos As ferramentas de trabalho podem ser trocadas de maneira
rápida e fácil com o sistema de acoplamento rápido da máquina. O
acoplador rápido padrão permite o engate e desengate manual das
ferramentas de trabalho usando duas manoplas de alto rendimento. O
acoplador rápido hidráulico opcional permite que o operador troque
rapidamente as ferramentas sem
IMPLEMENTOS
IMPLETEMENTOS
IMPLETEMENTOS
IMPLETEMENTOS
IMPLETEMENTOS
IMPLETEMENTOS
IMPLETEMENTOS
IMPLETEMENTOS
IMPLETEMENTOS
IMPLETEMENTOS
IMPLETEMENTOS
IMPLETEMENTOS
IMPLETEMENTOS
IMPLETEMENTOS

ROTOVATOR 
IMPLETEMENTOS

DESAGREGADOR DE MATERIAL 
IMPLETEMENTOS
PNEUS - Verifique

A pressão de enchimento de pneu é recomendada pelo


fabricante (Geralmente 55 libras de pressão)
RODAS

Porcas
CINTO DE SEGURANÇA
INSPECIONE
Sempre verifique as condições do cinto de segurança e da aparelhagem de fixação antes de operar a máquina.
Substitua todas as peças que estão danificadas ou gastas antes de operar a máquina.

Cinto de segurança Etiqueta da data de instalação


FILTRO DE AR

LOCALIZAÇÃO ALOJAMENTO DO FILTRO


ALOJAMENTO DO FILTRO
DE AR.
FILTRO DE AR

TRAVA DA TAMPA DO ELEMENTO FILTRANTE PRIMÁRIO


ALOJAMENTO
Faça a manutenção dos elementos filtrantes do ar quando o
indicador de alerta de obstrução do filtro de ar acender
.
FILTRO DE AR

ELEMENTO FILTRANTE LIMPEZA DO ALOJAMENTO


SECUNDÁRIO DO FILTRO
AVISO: Sempre substitua o elemento filtrante de ar secundário. Nunca tente
reutilizá-lo ao limpá-lo. O elemento filtrante de ar secundário deve ser
substituído no momento em que o elemento primário passa por manutenção
pela terceira vez. O elemento filtrante secundário também deve ser substituído se
o indicador de alerta de obstrução do filtro de ar acender.
VÁLVULA DE POEIRA DO PURIFICADOR

LIMPE / INSPECIONE

Abra a porta de acesso ao motor. O alojamento do filtro de ar


está localizado no compartimento do motor.

Examine a válvula contra poeira do purificador de ar a cada


dez horas de serviço ou ao final de cada dia. Acione a
válvula, apertando as bordas da válvula para remover
quaisquer detritos acumulados.
CAÇAMBA
• Abaixe totalmente os braços de levantamento. Para obter acesso à borda
cortante da caçamba, incline-a para trás.
• Coloque calços embaixo da borda levantada da caçamba.
• Remova os parafusos. Remova a borda cortante e os cantos de lâmina.
• Limpe as superfícies de contato.
• Use o lado oposto da borda cortante se este lado não estiver desgastado.
• Instale uma borda cortante nova se ambas as bordas estiverem
desgastadas.
• Instale os parafusos.
• Remova os calços instalados embaixo da caçamba.
• Após algumas horas de operação, verifique novamente o torque dos
parafusos.
10 FALHAS TERRÍVEIS QUE UM OPERADOR DE ESCAVADEIRA NÃO DEVE COMETER!

1. NÃO LER O MANUAL DE INSTRUÇÕES DO


EQUIPAMENTO.
• O operador de escavadeira deve ser um
profissional que, além de apenas manusear o
equipamento, precisa obter um conhecimento
profundo sobre o tipo de maquinário em que
está trabalhando. Desse modo, saberá lidar
com possíveis imprevistos que o equipamento
possa apresentar futuramente.
10 FALHAS TERRÍVEIS QUE UM OPERADOR DE ESCAVADEIRA NÃO DEVE COMETER!

• 2. NÃO TESTAR O MAQUINÁRIO ANTES DE


UTILIZÁ-LO.
• Mesmo se a escavadeira se encontrar em
perfeitas condições, o ideal é o operador se
familiarizar com o equipamento. Com essa
atitude preventiva, ele consegue se acostumar
com a velocidade e potência do maquinário.
10 FALHAS TERRÍVEIS QUE UM OPERADOR DE ESCAVADEIRA NÃO DEVE COMETER!
• 3. NÃO ISOLAR OU SINALIZAR A ÁREA ONDE
OCORRERÁ A ESCAVAÇÃO.
• Para prevenir a segurança dos
funcionários e demais indivíduos
próximo ao local, o operador da
escavadeira deve sempre isolar
ou sinalizar a área onde ocorrerá
a escavação.
10 FALHAS TERRÍVEIS QUE UM OPERADOR DE ESCAVADEIRA NÃO DEVE COMETER!

• 4. NÃO RESPEITAR OS LIMITES DA ESCAVADEIRA.


• Um dos piores erros cometidos pelo operador
da escavadeira é não respeitar os limites do
equipamento. O ideal é respeitar as limitações
do maquinário. É necessário cautela ao
manuseá-lo, evitando, por exemplo, fazer
curvas perigosas durante a operação.
10 FALHAS TERRÍVEIS QUE UM OPERADOR DE ESCAVADEIRA NÃO DEVE COMETER!

• 5. REALIZAR ESCAVAÇÕES EM LOCAIS COM


INCLINAÇÕES.
• Locais com inclinações próximo a barrancos ou
valas profundas devem ser evitados pelo
operador da escavadeira, pois esse ambiente
pode apresentar risco de desmoronamento.
Certifique-se de que o local da escavação é
plano o suficiente para ser realizada a
operação.
10 FALHAS TERRÍVEIS QUE UM OPERADOR DE ESCAVADEIRA NÃO DEVE COMETER!

• 6. FUMAR OU FALAR AO TELEFONE DURANTE A


OPERAÇÃO DO MAQUINÁRIO.
• Fumar ou falar ao telefone durante o
manuseio da escavadeira é um dos piores
erros que um operador pode cometer. Esse
tipo de atitude pode causar distrações e,
conseqüentemente, gerar graves acidentes
durante a operação em sua obra.
10 FALHAS TERRÍVEIS QUE UM OPERADOR DE ESCAVADEIRA NÃO DEVE COMETER!

• 7. EVITAR O USO DOS EPIS (EQUIPAMENTOS DE


PROTEÇÃO INDIVIDUAL).
• Você sabia que acidentes envolvendo escavadeiras
durante a execução dos serviços em obras pode
causar acidentes graves? Por isso, o uso dos EPIs
(Equipamentos de Proteção Individual), como
capacete, luvas, protetores auditivos e botas de
segurança, é indispensável para garantir a
segurança do operador de escavadeira.
10 FALHAS TERRÍVEIS QUE UM OPERADOR DE ESCAVADEIRA NÃO DEVE COMETER!

• 9. SAIR DA ESCAVADEIRA COM ELA LIGADA.


• Evite sair do equipamento com ele ligado.
Com essa atitude cautelosa, o operador da
escavadeira evita causar possíveis acidentes
graves no local da operação.
10 FALHAS TERRÍVEIS QUE UM OPERADOR DE ESCAVADEIRA NÃO DEVE COMETER!

• 10. Não manter a área de escavação limpa.


• Antes de pensar em realizar a escavação na
obra, faça uma limpeza no local para facilitar
a operação do equipamento. Retire as
rochas, escombros e sujeira da área
TRANSPORTE DA MAQUINA

Você também pode gostar