Você está na página 1de 14

Neomar Pereira da Silva

PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA


PERSONAL TRAINER
FORMADO A MAIS DE 10 ANOS
CONTATO: 46 999088619
O Exercício Físico no
Controle da diabetes
Por que o exercício físico é importante para quem tem
diabetes?
DIABETES TIPO I E TIPO II
Medicamentos

Alimentação

Exercícios Físicos
DIABÉTICOS TIPO I
Criança

Adolescente

 Adultos
DIABÉTICOS TIPO I: CUIDADOS
Picos de Glicose:

 Hipoglicemia: Hipoglicemia é um distúrbio


provocado pela baixa concentração de glicose (açúcar)
no sangue, que pode afetar pessoas portadoras de
diabetes ou não. Ignorar os sintomas da hipoglicemia
pode acarretar em conseqüências graves, como a perda
de consciência. Isso porque o cérebro necessita de
glicose para funcionar propriamente. Nunca praticar o
exercício físico em jejum.
DIABÉTICOS TIPO I: CUIDADOS
Picos de Glicose:

Hiperglicemia: O cuidado é necessário porque,


embora o exercício leve a uma queda da glicemia, isso
não acontece imediatamente. A primeira reação do
organismo é a elevação da taxa de glicose no sangue,
como conseqüência do aumento da adrenalina no
organismo. Fazer uso da injeção de insulina rápida,
caso não possua, não realizar o exercício físico no dia.
Atividade Física

Exercício Físico

A.F = Qualquer movimento que gere gasto calórico

 E.F = Atividade física programada, sistematizada...


DIABÉTICOS TIPO I: CUIDADOS
Tipos de Exercícios Físicos

Aeróbios: Melhora nas funções: cardiorrespiratória e


circulatória (Caminhadas, Corridas, Bicicleta e Natação)
 Anaeróbios neuromusculares: O ganho de massa
muscular e a melhora no fornecimento e na utilização de
oxigênio e energia proporcionam aumento da força
muscular, assim como da resistência geral do organismo
ao esforço. (Musculação e Exercícios Funcional) 
DIABÉTICOS TIPO II
Qualquer pessoa pode ter diabetes tipo 2!

Mas existem algumas condições que aumentam o risco.

Idade acima de 45 anos;


Obesidade e sobrepeso;
Diabetes gestacional anterior;
Histórico familiar de diabetes tipo 2;
Pré-diabetes;
Sedentarismo;
Baixos níveis de colesterol HDL;
Triglicerídeos elevados;
Hipertensão;
Consumo elevado de álcool.
DIABÉTICOS TIPO II
Sedentarismo:
-Estilo de vida
-Cansaço constante

Obesidade e Sobrepeso: Dificuldade de realizar


atividades físicas

 Idoso: Cuidados redobrados 


DIABETES TIPO I E TIPO II
Benefícios da atividade física para o Diabético

Imediatos:
Aumento da ação da Insulina;
Aumento da captação da glicose pelo músculo;
Captação da glicose no período pós-exercícios;
Diminuição da taxa de glicose;
Aumento da sensibilidade celular à Insulina
DIABETES TIPO I E TIPO II
Benefícios da atividade física para o Diabético

Tardios:

Incremento das funções cardiorrespiratórias

Peso e volume do coração


Volume Sanguíneo
Freqüência Cardíaca de Repouso
Fluxo Sanguíneo e Distribuição do Sangue
Pressão Arterial de repouso
VO2 Máximo
Freqüência Cardíaca Máxima
Freqüência Respiratória em Repouso
Glicogênio Muscular e Hepático
Massa Muscular
DIABETES TIPO I E TIPO II
Benefícios da atividade física para o Diabético

Tardios:
Incremento da força e da resistência;
Diminuição da gordura corporal;
Redução dos fatores de risco de doenças coronarianas;
Redução da ansiedade e da depressão.
Recomendações
Normas:

Controle metabólico antes do exercícios

Evitar exercício quando glicose > 250 mg /dl

Ingerir carboidrato se glicose < 100 mg /dl

Você também pode gostar