Você está na página 1de 63

Código de Ética dos

Profissionais de
Enfermagem
Prof.a: Rafaella Beatriz de Aguiar
CAPÍTULO I
Cite os direitos
garantidos pelos
Artigos 1 e 2
 Exercer nossa profissão com liberdade e
autonomia;
 Ser bem tratado, sem discriminação de
qualquer gênero.
 Ter segurança no ambiente de trabalho,
livre de riscos e danos, sejam morais, físicos
ou psicológicos.

 Artigo 13: Local não é seguro – suspender atividades e comunicar por escrito ao
COREN, ressalvo nas situações emergenciais.
Sobre as atividades de
ensino, pesquisa e
extensão, quais são meus
direitos?
 Art 16: Conhece-las como serão realizadas se
envolvam pessoas e/ou meu local de trabalho, sob
minha responsabilidade.

 Art
17: Posso realiza-las e participar se for de
minha vontade e respeite a legislação vigente.

 Art18: Ter reconhecida minha autoria ou


participação.
Quais as situações em que
tenho direito de realizar
recusa ou abstenção no
ambiente de trabalho?
 Art. 12: Abster-se de revelar informações confidenciais de que
tenha conhecimento em razão de seu exercício profissional.

 Art.2/13/22: Recusa e suspensão de atividades profissional em


casos de insegurança no local de trabalho ou não seja da minha
competência técnica/cientifica/ética/legal.
(Não fornecimento de EPI’s ou material adequado)

 Art. 21: Negar-se a ser filmado, fotografado, ou ser exposto em


mídias sociais durante minha atividade profissional.
Quando e como posso
fazer uso de veículos de
comunicação do meu
trabalho?
 Art.19: Com finalidade educativa e de interesse social
(Cursos, Palestras, Conferências)

 Art. 20: Anunciar prestação de serviços das quais tenha


habilidade e competências de realiza-las.
ATENÇÂO: Não é permitido divulgação de preços ou
promoções.
Quando devo comunicar o
COREN/COFEN na quebra dos
meus direitos?
Art. 9 : Quando impedido de cumprir o Código de ética,
legislações, resoluções, decisões e pareceres normativos.

 Art. 8/23: Quando houver desagravo público por ofensa


sofrida no exercício da profissão./ Solicitar quebra de
vinculo profissional/usuário, quando houver riscos a sua
integridade física e moral.
*Assegurando a continuidade da assistência*

 Art. 13/22: Insegurança no exercício da profissão.


Como profissional de
enfermagem tenho direito de
participar de ________ , para
exercer com dignidade
profissional.
 Art. 3/4/5/11
 Art.3: Participar e apoiar movimentos de defesa
da dignidade profissional, reenvidando melhorias.

 Art. 4: Participar da prática multiprofissional e


interdisciplinar. Faço parte da equipe!

 Art. 5/11: Participar de organizações de


categorias, órgãos de fiscalizações, comissões de
ética.
Quais os meus direitos
para exercer minha
profissão e os cuidados
adequados?
 Art. 6: Aprimorar seus conhecimentos

 Art. 7: Ter acesso às informações relacionadas à pessoa,


família e coletividade, necessárias ao exercício
profissional.

 Art. 10 Ter acesso às diretrizes, normativas e protocolos


institucionais, bem como participar de sua elaboração.

 Art. 14: Aplicar o processo de Enfermagem


CAPITULO II
Quando devo comunicar ao
COFEN/COREN sobre
irregularidades?
 Art.28/29: Quando houver fatos que infrinjam dispositivos
éticos-legais ou que envolvam recusa e/ou demissão motivado
em cumprir o Código de Ética.

 Art. 47: Posicionar contra d enunciar aos órgãos competes


quando houver riscos de imperícia, negligencia ou imprudência.
Como devo me apresentar
perante ao Conselho?
 Art. 30:Cumprir prazos, determinações, notificações,
citações, convocações e intimações.
 Art. 31 Colaborar com fiscalizações, fornecendo
informações fidedignas, permitindo o acesso a documentos
e a área física institucional.
 Art. 32 Manter inscrição no Conselho, com jurisdição na
área onde ocorrer o exercício profissional.
 Art. 33 Manter os dados cadastrais atualizados
 Art. 34 Manter regularizadas as obrigações financeiras
Sobre os registros, quais
são meus deveres?
 Art. 35: Nome completo, legível, numero e categoria de
inscrição no COREN, assinatura ou rubrica, carimbo é
facultativo.
 Art. 36 : informações inerentes e indispensáveis ao
processo de cuidar de forma clara, objetiva, cronológica,
legível, completa e sem rasuras.
 Art. 37: Documentar formalmente as etapas do processo
de Enfermagem
 Art. 38 Prestar informações escritas e/ou verbais,
completas e fidedignas, necessárias à continuidade da
assistência e segurança do paciente.
Como devo orientar e
respeitar meu paciente?
 Art. 39/40: Esclarecer e orientar sobre os direitos, riscos,
benefícios e intercorrências, preparos acerca da assistência de
Enfermagem.
 Art. 41 Assistência sem discriminação.
 Art. 42/50: Respeitar a tomada de decisão, livre e esclarecida,
ou decisão judicial
 Art. 43 Respeitar o pudor, a privacidade e a intimidade da
pessoa, em todo seu ciclo vital e nas situações de morte e pós-
morte.
 Art. 44/45 Prestar assistência com segurança, livre de danos
decorrentes de imperícia, negligência ou imprudência
*em caso de greve deverão ser prestados os cuidados mínimos que
garantam uma assistência segura, conforme a complexidade do
paciente. *
Quais as situações que não
devo realizar a assistência?
Art. 46 Recusar-se a executar prescrição nos casos :
 que não constem assinatura e número de registro do
profissional prescritor, exceto em situação de urgência e
emergência.
 de erro e/ou ilegibilidade da mesma, devendo esclarecer
com o prescritor ou outro profissional, registrando no
prontuário.
 Realizar prescrição à distância, exceto em casos de
urgência e emergência e regulação, conforme Resolução
vigente.
Quais as situações que
devo ou não manter sigilo?
 Art.52: Manter o sigilo sobre fatos obtidos através da
atividade profissional, mesmo que seja de conhecimento
público ou após o falecimento do paciente.
 O sigilo poderá ser quebrado quando oferecer ameaça a
vida. Em casos de violência contra crianças, adolescentes,
mulheres, idosos e pessoas incapacitadas de se defender
deverá haver denúncia aos órgãos responsáveis.
 Em casos de depoimentos judiciais, deverão se deixar
claros a manutenção do sigilo.
Quais são meus deveres
com profissional de
enfermagem?

 Art.24/25/26
 Art.24/25/48: Exercer a profissão com compromisso,
equidade, resolutividade, competência, prudência, ter
respeito na diversidade de opinião, assistência de
qualidade no processo do nascer, viver, morrer e luto.

 Art. 26/57/58/60: Conhecer, cumprir e fazer cumprir o


Código de Ética e a legislação vigente. Também em
relação a pesquisa.
 Art.27/ 54/55/56: Estimular, apoiar e promover
qualificações, aperfeiçoamento e desenvolvimento de
atividades visando crescimento profissional e benefícios
para paciente. Assim como desenvolvimento de pesquisas
e atividades de extensão. Ou atividades de organização da
categoria.

 Art. 59: Somente aceita cargos que estou apto para


realizar.
 Art. 51 Responsabilizar-se por falta cometida (individual
ou em equipe) em suas atividades profissionais, desde que
tenha participação e/ou conhecimento prévio do fato.

 Art. 49 Disponibilizar assistência em casos de emergência,


epidemia, catástrofe e desastre, sem pleitear vantagens
pessoais, quando convocado.

 Art. 53 Resguardar os preceitos éticos e legais da profissão


quanto ao conteúdo e imagem veiculados nos diferentes
meios de comunicação e publicidade.
CAPITULO III
Quais as proibições
relacionadas a ensino,
pesquisa e extensão?
 Art.93: Isentar-se da responsabilidade sobre alunos ou
estagiários sob sua supervisão.

 Art. 95/96: Realizar atividade de ensino, pesquisa e


extensão que desrespeite ou ofereça riscos aos envolvidos,
tal como sobrepor o interesse da ciência.

 Art. 97: Alterar dados de pesquisas, para atingir objetivos.


 Art. 98/99/100/101/102: Publicar nome de participantes


sem autorização, ou divulgar em seu nome sem ter
realizado. Assim como, utilizar dados de opiniões sem
referencias ou autorização, apropriando-se de produções
que não são suas.
Quais as proibições
relacionadas aos registros?
 Art.87/88: Registrar informações incompletas,
inverídicas ou imprecisas, ou até mesmo ações
que não executou.
 Art. 89: Disponibilizar documentos para terceiros,
sem autorização ou que não estejam ligadas a
assistência. (Exceto por decisão judicial).
Quais as proibições
relacionadas a prescrição e
administração
medicamentosa?
 Art.78/80: Administrar medicamento sem
conhece-la ou executa-la sem a devida
autorização.

 Art. 79/81: Prescrever medicamentos ou realizar


serviço que compete a outro profissional.
Quais proibições relacionadas
as vantagens?
 Art. 66: Emprego fantasma
 Art. 67/68: Receber vantagens da instituição ou clientela
para fornecer atenção diferenciada ou benefícios, tais
como suborno, coação ou omissão.
 Art.69: Utilizar cargo para impor ordem, opiniões ou
ideologias politicas.
 Art. 84: Anunciar formação profissional que não possa
comprovar.
 Art. 94: Apropriar-se de dinheiro, bens, seja público ou
particular, que esteja sob sua responsabilidade.
Proibições de ações contra a vida
e a dignidade humana.
 Art. 70/72/73/74: utilizar dos conhecimentos
para realizar atos criminosos, tais como aborto
nos casos não previstos na Lei, antecipação da
morte.
 Art.64/71/83: Prática ou conivência com injuria,
calúnia, difamação, violência e assédio de
qualquer natureza.
Proibições relacionadas a
quebra do Código de Ética
 Art. 61/63/82: Realizar ações contra o Código de Ética ou
colaborar e cumpliciar para que outros façam. (Também
equivalente para transplantes de órgãos, esterilização
humana, reprodução assistida ou manipulação genética
que não esteja previsto na Lei)
 Art. 62/75/77/91/92: Realizar ou delegar atividades que
não são de sua competência, que não ofereçam segurança
ou não tenha consentimento, tais como atos cirúrgicos em
grau não auxiliar e outros.
*Não deve delegar atribuições suas para acompanhantes ou
responsáveis*
 Art. 65: Aceitar cargo vago em decorrência de fatos que
envolvam a necessidade profissional de descumprir o
código de Ética
 Art. 76: Negar assistência, principalmente em situações de
emergência, catástrofes e epidemias.
 Art. 85 Realizar ou facilitar ações que causem prejuízo
público
 Art. 86 Produzir, inserir ou divulgar informação inverídica
 Art. 90 Negar ou omitir falsas declarações
CAPITULO IV
O que é infração ética e
disciplinar?

 Art103/104/105
O que é infração ética e disciplinar?

 Infração ética e disciplinar:


A ação, omissão ou conivência que implique em
desobediência e/ou inobservância às disposições do Código
de Ética. O(a) Profissional de Enfermagem responde caso
venha cometer ou contribuir para sua prática, e, quando
cometida(s) por outrem, dela(s) obtiver benefício.
Quais são as
penalidades a serem
impostas pelo
COFEN/COREN?
Descreva cada uma:
Penalidades
 ADVERTÊNCIA VERBAL: consiste na repreensão ao infrator, de forma
reservada, que será registrada no prontuário do mesmo, na presença de
duas testemunhas. (COREN)

 MULTA: consiste na obrigatoriedade de pagamento de 01 (um) a 10 (dez)


vezes o valor da anuidade da categoria profissional à qual pertence o
infrator, em vigor no ato do pagamento. (COREN)

 CENSURA: consiste em repreensão que será divulgada nas publicações


oficiais do Sistema COFEN/COREN e em jornais de grande circulação.
(COREN)
Penalidades
 SUSPENSÃO: consiste na proibição do exercício profissional da Enfermagem
por um período de até 90 (noventa) dias e será divulgada nas publicações
oficiais do Sistema COFEN/COREN, jornais de grande circulação e comunicada
aos órgãos empregadores. (COREN)

 CASSAÇÃO: consiste na perda do direito ao exercício da Enfermagem por um


período de até 30 anos e será divulgada nas publicações do Sistema
COFEN/COREN e em jornais de grande circulação. (COFEN)
Nesses dois casos o profissional terá sua carteira retida até finalização do
processo.
O que são consideradas
para definir a graduação
das penalidades?
Art. 110

I – A gravidade da infração;
 II– As circunstâncias agravantes e
atenuantes da infração;
 III – O dano causado e o resultado;
 IV – Os antecedentes do infrator
As Infrações poderão ser
consideradas:_______,
_________, _______ e
_________.
Descreva cada uma
delas.
Infrações
 LEVES: as que ofendam a integridade física, mental ou moral de qualquer
pessoa, sem causar debilidade ou aquelas que venham a difamar organizações
da categoria ou instituições ou ainda que causem danos patrimoniais ou
financeiros.

 MODERADAS: as que provoquem debilidade temporária de membro, sentido


ou função na pessoa ou ainda as que causem danos mentais, morais,
patrimoniais ou financeiros.
Infrações

 GRAVES: as que provoquem perigo de morte, debilidade permanente de


membro, sentido ou função, dano moral irremediável na pessoa ou ainda as
que causem danos mentais, morais, patrimoniais ou financeiros.

 GRAVÍSSIMAS: as que provoquem a morte, debilidade permanente de


membro, sentido ou função, dano moral irremediável na pessoa.
O que será considerado para
uma situação ser favorável
para o profissional?
 Ter o infrator procurado, logo após a infração, por sua
espontânea vontade e com eficiência, evitar ou minorar as
consequências do seu ato;
 Ter bons antecedentes profissionais;
 Realizar atos sob coação e/ou intimidação ou grave
ameaça;
 Realizar atos sob emprego real de força física;
 Ter confessado espontaneamente a autoria da infração;
 Ter colaborado espontaneamente com a elucidação dos
fatos.
O que será considerado para
uma situação ser agravante
para o profissional?
 Ser reincidente;
 Causar danos irreparáveis;
 Cometer infração dolosamente;
 Cometer a infração por motivo fútil ou torpe;
 Facilitar ou assegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou a
vantagem de outra infração;
 Aproveitar-se da fragilidade da vítima;
 Cometer a infração com abuso de autoridade ou violação do dever
inerente ao cargo ou função ou exercício profissional;
 Ter maus antecedentes profissionais;
 Alterar ou falsificar prova, ou concorrer para a desconstrução de fato
que se relacione com o apurado na denúncia durante a condução do
processo ético.
 Fim

Você também pode gostar