Você está na página 1de 47

Clima: Quente e Seco

Características climáticas
O clima quente e seco, possui
temperatura máxima entre 40 e 50ºC e
mínima variando de 10 a 25ºC e baixa
quantidade de chuva anual. Clima quente
durante todo o dia, com média de 25°C.
Chuvas escassas com média de 300 mm ao
ano. Umidade do ar baixa, porém ainda
mais alta que o clima desértico, cerca de
40%.
Características Arquitetônicas
 As aberturas devem ser
pequenas para minimizar
ganhos de calor solar direto;
 As construções devem ser mais
compactas(de preferência com
pátios internos), de forma a
protegê-las da radiação solar
direta.
 Chaminés de ventilação. O
efeito chaminé é viabilizado
pela diferença de pressão entre
o ambiente externo e interno
que são consequência das
diferenças de temperatura entre
estes meios.
Chaminés de ventilação
Características Arquitetônicas
 Quanto mais aglutinadas(unidas)
forem, mais sombra projetarão
umas sobre as outras.
 As paredes interiores e
exteriores devem ser espessas
para retardar a absorção térmica
 Devem-se usar
preferencialmente cores claras Espelho d'água interno
que refletem mais do que
absorvem a radiação solar
 Arborização e espelhos d’água
constituem também em
importantes amenizadores
climáticos
 E pequenas aberturas

Espelho d'água integrado


Estudo de caso: Casa Lattice / Sameep
Padora & Associates
Ficha Técnica:
 Arquitetos: Sameep Padora & Associates
 Localização: Sidhra, Jammu
 Equipe de Projeto: Sudarshan Venkatraman, Aparna Dhareshwar,
Karan Bhatt
 Área: 465 m²
 Ano do projeto: 2015
 Fotografias: Edmund Sumner
Planta Baixa
A Casa Lattice está num novo
bairro residencial na periferia de
Jammu, noroeste da Índia. Seu
contexto é um sintoma da natureza
da urbanização que acontece na
maioria das pequenas cidades
indianas, as quais crescem num
ritmo mais rápido que as políticas
urbanas. Assentamentos informais
e desenvolvimentos baseados na
necessidade privada dão forma à
paisagem de rápida urbanização.
As estratégias de planejamento
formal são meras respostas aos
novos assentamentos informais. A
construção num contexto como
esse carece de um tecido urbano
contextual distinto. O projeto tenta
ser um marco urbano, sua
singularidade de materiais
contrasta com o lugar.
A casa é dividida numa série de grupos horizontais.
Estes grupos, se converteram numa espécie de módulo
construtivo no terreno, se movendo para dentro ou fora em
resposta às necessidades de luz dos espaços.
A fachada da casa é uma resposta ao clima severo da região que
é extremamente quente e seco durante oito meses do ano e, portanto,
os grupos horizontais possuem este elemento vazado de madeira que
atua como filtro de luz. E diminuindo a sensação térmica dentro dos
ambientes.
Cada um dos dois níveis do edifício deve ser
utilizado por famílias separadas. O programa da casa se estrutura
pelo estilo de vida dos clientes, que implica no entretenimento, assim
a cozinha é convertida no centro da planta ao lado da sala de
estar/copa e jardim. As funções privadas dos dormitórios são situadas
na parte posterior, fazendo com que os programas coletivos da sala,
copa e cozinha sucedam como um espaço sem fissuras para a
abertura frontal e o jardim. Todos os programas, sejam privados ou
públicos, abrem-se para os lados ou a frente dos espaços de jardim.
Cortes
Fachada
Estudo de Caso: H3 / 314 Architecture
Studio
Ficha técnica:
• Arquitetos: 314 Architecture
Studio
• Localização: Atenas, Grécia
• Arquiteto Responsável: Pavlos
Chatziangelidis
• Engenheiro Consultor: Fotini
Karagianni
• Construção: Mohamed Ahmed
• Área: 1000.0 m²
• Ano: 2012
• Fotografias: Cortesia ode 314
Architecture Studio
• Área do terreno: 7000 m².
'H3' é uma individual casa de família de dois andares. O volume
principal da casa é suportada por pilares, em que paira sobre uma
piscina, dando a sensação de flutuar sobre a água como um meio de
conectar-se amor do proprietário para iates. O objetivo do projeto era
criar um ambiente ergonômico de luxo com linhas simples e uma
estética minimalista. A estrutura elevada também dispõe de um terraço
verde plataforma para o espaço ao ar livre adicional.
As paredes externas são esculturas de parede criado pelo
escultor John Aspras, adicionando uma camada de textura para
o exterior do edifício.
Foram usadas cores claras que refletem mais do que
absorvem a radiação solar.
Planta Baixa
Planta Baixa
Corte e Vistas
Estudo de caso: Casa 7A / Arquitectura en Estudio
+ Natalia Heredia
• Ficha Técnica:
• Arquitetos: Arquitectura en
estudio, Natalia Heredia

• Localização: Payandé, Villeta,
Cundinamarca, Colômbia

• Design Team: Carlos Nuñez,


Natalia Heredia

• Área: 550.0 m2

• Ano do projeto: 2014

• Fotografias: Davis Uribe
O desafio era projetar uma casa de campo nos arredores da
cidade de Villeta (Cundimarca, Colômbia)  a uma hora e meia a oeste
de Bogotá; a 967 metros acima do nível do mar, com um clima quente
seco na maior parte do ano. As determinantes do terreno são muito
claras; um lote com declive muito acentuado que inicia no alto de
uma colina e desce para a ravina El Cojo. O programa solicitado, em
550 m² de construção, abriga 3 dormitórios, sala de estar, área de
serviço, área social e áreas de varanda e piscina.
O lugar define em grande parte a concepção deste projeto. Nós iniciamos
dos elementos básicos da arquitetura: A cobertura, que nos protege do ambiente
hostil mas que por sua vez nos permite relacionarmos diretamente com o
entorno. A cobertura, horizontal e transparente, emoldura a paisagem e nos
protege do sol e da chuva, ao mesmo tempo em que dilui o limite entre o lado
de dentro e de fora, entre o natural e o artificial. O pátio, que é o espaço que nos
permite trazer a natureza para dentro da arquitetura, nos leva a apropriarmos e
controlar os elementos naturais que de outra forma estariam fora. O pátio gera
uma escala íntima com relações e sensações próximas em contraste com as
visuais distantes que as montanhas proveem.
Espacialmente, a casa se organiza a partir de uma sucessão de
cheios e vazios que se alojam sob a cobertura, esta se abre de um
lado para as montanhas e do outro para uma série de pátios. Esta
relação espacial dupla (pátio - cobertura montanhas) (perto - longe)
gera diversidade e riqueza nos diferentes espaços da casa, além de
gerar diferentes dinâmicas de uso nas diferentes horas do dia.
A casa está implantada no sentido norte - sul, protegendo as
fachadas mais extensas e expondo as fachadas mais curtas para a
radiação solar, e assim aproveitando as visuais para as montanhas e
para a ravina. Esta implantação permite, além disso, que a piscina e a
área de varanda tenham insolação permanente no turno da manhã e
da tarde, sem ser interrompida pela sombra da casa.
As estratégias principais para obter maior sustentabilidade no
projeto partem da distribuição espacial e a implantação do projeto; o
esquema de barra no sentido norte - sul minimiza a incidência solar
direta nas fachadas, enquanto permite a ventilação cruzada em todos
os espaços (sociais e privados) minimizando a necessidade de uso
de ventilação artificial. As coberturas planas buscam isolar a radiação
direta mediante o uso de caixotões ventilados e com cascalho claro
como acabamento superior.
Planta Baixa
Primeiro piso
Planta Baixa
Segundo piso
Cortes
Cortes
Fachada
Fachada
Croqui ventilação
Estudo de Caso: Aldar Central Market – Mercado Central - Abu Dhabi, nos Emirados Árabes
Ficha Técnica:
 Cliente Aldar Properties PJSC  Estacionamento 205.084 m2, 5.027 vagas
 
Área do terreno 5,71 hectares ESTRUTURA Halvorson and Partners, Chicago
 
Área total construÍda 689.416 m² ARQUITETURA Foster + Partners, Londres
 
Escritórios 60 pavimentos, 277 m, 73.256 COLABORAÇÃO PARA ARQUITETURA Planar
m² (área útil), 113.834 m² (área bruta) 
 Engenharia mecÂnica e elétrica e Desempenho
Área Útil total 290.046 m² ambiental BDSP Partnership, Londres
 
Hotel 60 pavimentos, 48 mil m² (área útil), Consultoria de fachada Arup
100.912 m² (área bruta) 
 Gerência de projeto WS Atkins
Residencial 88 pavimentos, 381,6 m, 586 
apartamentos, 83.038 m² (área útil), Engenharia de custo EC Harris International
134.617 m² (área bruta) 
 Souk 16.813 m² (área util), 27.369 m² Segurança contra incêndio Warrington Fire, Dubai
(área bruta) 
 Engenharia de trânsito Systematica, Milao
Emporium/Retail 68.931 m² (área útil), 
107.600 m² (área bruta)  Elevadores Lerch Bates & Associates, Sheerwater
Aldar Central Market – Mercado Central- O empreendimento
misto fica no centro histórico de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes,
ocupando os seis hectares de duas quadras com um grande mercado
e três torres: um residencial com 88 pavimentos, um de escritórios e
um hotel, ambos com 58 pavimentos, ainda em construção,
totalizando 750 mil m².
• Coberturas e vitrais protegem espaços internos da radiação
excessiva em mercado criado por Norman Foster para Abu
Dhabi, nos Emirados Árabes

• Tradição e tecnologia se unem para o conforto e a eficiência


energética da arquitetura comercial no deserto.

Estreitos corredores
formam um caminho
quase labiríntico e
revelam cheiros,
cores, texturas e um
vaivém de pessoas em
busca de produtos
para trocar e comprar. 
Circulações de aproximadamente 3,6 metros
Térreo
Superior
Cobertura
Corte
Obrigado!
Bibliografia:
• http://www.brasilescola.com/geografia/tipos-climas.htm
• http://www.archdaily.com.br/br/624554/casa-7a-arquitectura-en-estudio-
mais-natalia-heredia
• http://movimentoterras.blogspot.com.br/2012/09/a-ventilacao-natural-e-
o-fenomeno-da.html
• http://www.archdaily.com.br/br/771333/casa-lattice-sameep-padora-and-
associates
• http://designaddicts.com.au/platform/2013/03/25/h3-house-by-314-archi
tecture/?lang=pt
• http://www.archdaily.com.br/br/01-94817/h3-slash-314-architecture-stud
io
• http://www.archdaily.com.br/br/624554/casa-7a-arquitectura-en-estudio-
mais-natalia-heredia/5372b76fc07a80963400001c-casa-7a-arquitectura-e
n-estudio-natalia-heredia-diagram?ad_medium=widget&ad_name=naviga
tion-prev