Você está na página 1de 45

ABORDAGEM DA DOR NA

ORTOPEDIA – CONCEITOS
BÁSICOS
Luciano Lopes Castanha
CRM-MT: 4003
RQE: 2407
TEOT: 10678

GRADUAÇÃO UFMT – 2001


RESIDENCIA EM ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA PELO HBDF
R4 CIRURGIA DO JOELHO HOSPITAL HOPE
ESTÁGIO EM OMBRO E COTOVELO PELO HC-CURITIBA
FELLOW EM MEDICINA ESPORTIVA PELO ITORK – RECIFE
PRECEPTOR DE ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA – JOELHO – HMC/CUIABÁ
MEMBRO DA SBOT / SBCJ / SLARD / ISAKOS
 “DOR - Experiência sensitiva e
emocional desagradável associada
ou relacionada a lesão real ou
potencial dos tecidos.
 Cada indivíduo aprende a utilizar
esse termo através das suas
experiências anteriores.”
DOR – 5° SINAL VITAL
 AGUDA – MINUTOS A ALGUMAS SEMANAS
INFECÇOES, TRAUMA,
 CRÔNICA – LER/DORT, CA, AR, LOMBALGIA
 RECORRENTE- ENXAQUECA

 A CORRETA ABORDAGEM DE UMA


DOR AGUDA É ESSENCIAL PARA
EVITAR A OCORRENCIAS DE DOR
CRÔNICA
DOR LOCALIZADA

IRRADIADA

REFERIDA
 EMERGÊNCIA – ARTRITE SÉPTICA
 URGÊNCIA – LUXAÇÕES, FRATURAS, ARTRITES
INFLAMATÓRIAS
 ELETIVA (AMBULATORIAL) -
OSTEOARTRITE, ARTRITE REATIVA, REUMATICAS,
TENDINOPATIAS, BURSITES
*** NA DEPENDÊNCIA DA INTENSIDADE DA DOR
PELE E TECIDO SUBCUTÂNEO OSSOS
MÚSCULOS NERVOS
TENDÕES VASOS
CAPSULA SINOVIAL FASCIAS
LIGAMENTOS CARTILAGEM
MENISCOS

ORIGEM DA DOR
TIPOS DE DOR
 PREDOMÍNIO NOCICEPTIVO – LESÃO TECIDUAL
(RESPONDE A ANALGÉSICOS COMUNS E AINES)

 PREDOMÍNIO NEUROPÁTICO – LESÃO OU


DISFUNÇÃO DO SISTEMA NERVOSO (RESPONDE
MAL A ANALGÉSICOS USUAIS)

 MISTO

 *** DOR MIOFASCIAL E FIBROMIALGIA –


ENTENDIMENTO LIMITADO
CAUSAS
 TRAUMA  REUMATICAS
 INFECÇÕES  OVERUSE
 TUMORES  HEMATOLOGICAS
 INFLAMATÓRIAS  IDIOPATICAS
 DEGENERATIVAS  GENETICAS
 METABÓLICAS  DISPLASICAS
 VASCULARES  PSICOSSOMÁTICAS
 ENDOCRINAS  ETC
 NEUROLÓGICAS
ESCALA DE DOR
TRATAMENTO NÃO
MEDICAMENTOSO
 EXERCÍCIOS
 PERDA PONDERAL
 ACUPUNTURA
 FISIOTERAPIA
 MASSOTERAPIA
 TERAPIA COGNITIVA COMPORTAMENTAL
 TERAPIA OCUPACIONAL
 ETC
ESCADA ANALGESICA
TRATAMENTO
MEDICAMENTOSO
 ANALGÉSICOS SIMPLES
 DIPIRONA – SEGURA, CUIDADOS COM ALERGIA,
RISCO DE AGRANULOCITOSE (RARO)
 ADULTOS – 500mg – 1g 6/6h (total 4g/dia), limite 8g/da
 VANTAGENS: BOM PODER ANALGÉSICO,
DISPONÍVEL INJETÁVEL, BOA MARGEM
TERAPÊUTICA, BAIXO CUSTO
 DESVANTAGENS: ALERGIAS, INTOLERÂNCIA,
AGRANULOCITOSE
 *NA HIPERDOSAGEM NÃO EXISTE ANTÍDOTO
ESPECÍFICO
TRATAMENTO
MEDICAMENTOSO
 ANALGÉSICOS SIMPLES
 PARACETAMOL – SEGURO, CUIDADOS COM
ALERGIA, HEPATOTOXICIDADE
 ADULTOS – 500mg – 750mg (6/6h ou 4/4) (total 6g/dia),
limite 6g/da
 VANTAGENS: SEGURANÇA, POUCOS CASOS DE
ALERGIA, BOM PODER ANALGÉSICO, DISPONÍVEL
INJETÁVEL, BAIXO CUSTO (EXCETO INJETÁVEL)
 DESVANTAGENS: HEPATOTOXICIDADE, BAIXA
MARGEM TERAPEUTICA
 ANTÍDOTO – N-ACETILCISTEÍNA
TRATAMENTO
MEDICAMENTOSO
 ANALGÉSICOS SIMPLES
 VIMINOL (DIVIDOL)
 FLURPITINA (KATADOLON)

 MENOS USADOS, MENOS ESTUDOS


TRATAMENTO
MEDICAMENTOSO
 AINEs – GRANDE CATEGORIA DE MEDICAMENTOS COM
MUITAS DROGAS
 COMPARTILHAM UMA VIA METABÓLICA SEMELHANTE
(COX-1 / COX-2)
 PODER ANALGÉSICO EQUIVALENTE NOS ESTUDOS DESDE
QUE RESPEITADA A DOSE ADEQUADA
 VANTAGENS: BOM PODER ANALGÉSICO, APRESENTAÇÕES
INJETÁVEIS DISPONÍVEIS, BAIXO CUSTO NA MAIORIA DAS
FORMULAS
TRATAMENTO
MEDICAMENTOSO
 AINEs
 DESVANTAGENS: ALERGIAS, EFEITOS
GASTRINTESTINAIS, ALTERAÇÕES DE FUNÇÃO
RENAL, METABOLISMO HEPÁTICO,
AUTOMEDICAÇÃO, ETC.
 *NÃO POSSUEM ANTÍDOTO ESPECÍFICO
 *** USO CRÔNICO RELACIONADO A IRC
AINES

 Não seletivos: inibem cox-1 e cox-2

 Seletivos: inibem preferencialmente cox-2


AINES
 1. Salicilatos
2 Derivados do ácido Propiônico:
ibuprofeno, naproxeno, cetoprofeno,
flurbiprofeno
 3. Derivados do ácido acético: indometacina,
sulindaco e etodolaco (indolacéticos);
diclofenaco e cetocoralaco (fenilacéticos).
 4. Derivados do oxicam: piroxicam.
 5. Derivados das sulfonanilidas: nimesulida.
AINES

 MELOXICAM – 7,5 – 15mg/dia


 VANTAGEM – comodidade posológica – 1x ao dia,
estudos sugerem ação preferencial sobre cox-2 (embora
não seletivo)
AINES

 DERIVADOS DO AC PROPIONICO
 IBUPROFENO – 400mg 8/8h (máximo 6/6h)
 VANTAGEM – segurança, custo, pode ser usado em
pediatria.
 DESVANTAGEM – posologia

 Similares – CETOPROFENO, NAPROXENO


 CETOPROFENO – disponível injetável com excelente
potência analgésica
AINES

 DERIVADOS DO AC ACÉTICO
 DICLOFENACO – 50mg 8/8h (apresentações de liberação
lenta de 100mg, custo ligeiramente mais elevado)
 VANTAGEM –custo, potência, ação rápida.
 DESVANTAGEM – Estudos sugerem maior irritabilidade
gástrica – administração parenteral é IM com frequentes
relados de dor e irritabilidade no local da aplicação
AINES

 DERIVADOS DA SULFONANILIDA
 NIMESULIDA – 100mg 12/12h
 VANTAGEM –custo, segurança, inibe pouco a Cox-1.
 DESVANTAGEM – automedicação
TRATAMENTO
MEDICAMENTOSO
 ANALGÉSICOS OPIÓIDES FRACOS
 CODEÍNA – EXCELENTE PERFIL DE SEGURANÇA.
METABOLIZADA EM MORFINA (PRÓ DROGA)
 ADULTOS – 30-50mg ATÉ 4/4H (dose de 30mg) (total
120mg/dia), limite 150mg/dia
 VANTAGENS: BOM PODER ANALGÉSICO, POUCOS
EFEITOS COLATERAIS
 DESVANTAGENS: PRÓDROGA (PODE NÃO SER
METABOLIZADA), POSSUI TETO TERAPEUTICO
TRATAMENTO
MEDICAMENTOSO
 ANALGÉSICOS OPIÓIDES FRACOS
 TRAMADOL – SEMELHANTE À CODEÍNA PORÉM É
DROGA ATIVA, NÃO NECESSITA SER
METABOLIZADO PARA AÇÃO. EFEITO GABA
 APRESENTA EM ESTUDOS MAIS EFEITOS
COLATERAIS.
 ADULTOS – 30-100mg ATÉ 4/4H limite 400mg/dia
TRATAMENTO
MEDICAMENTOSO
 ANALGÉSICOS OPIÓIDES FORTES
 MORFINA, METADONA, OXICODONA, FENTANILA,
DOLANTINA, ETC
 GRANDE PODER ANALGÉSICO
 MAIOR RISCO DE EFEITOS COLATERAIS E
DEPENDÊNCIA
 GERALMENTE USADOS EM DOR AGUDA INTENSA
OU ONCOLÓGICA
 NÃO POSSUEM DOSE TETO
TRATAMENTO
MEDICAMENTOSO
 ADJUVANTES OU AGONISTAS
 ANTIDEPRESSIVOS:

 TRICICLÍCOS: AMITRIPTILINA –
DESVANTAGEM POR SEREM SEDATIVOS, A DOSE
USUAL NO TRATAMENTO DA DOR É BEM MENOR
QUE NO TRATAMENTO DA DEPRESSÃO
 USUALMENTE 25MG - NOITE
TRATAMENTO
MEDICAMENTOSO
 ADJUVANTES OU AGONISTAS
 ANTIDEPRESSIVOS:

 INIBIDORES DA RECAPTAÇÃO DE
SEROTONINA + NORADRENALINA:
 DULOXETINA – MAIOR NÚMERO DE TRABALHOS,
MUITO USADO NA OSTEOARTRITE E FIBROMIALGIA
 USUALMENTE 30 A 60MG/DIA
 ALTA TAXA DE INTOLERÂNCIA
TRATAMENTO
MEDICAMENTOSO
 ADJUVANTES OU AGONISTAS
 ANTICONVULSIVANTES:

 CARBAMAZEPINA, GABAPENTINA,
PREGABALINA
 MUITO ÚTEIS NAS DORES NEUROPÁTICAS

 A PREGABALINA É HOJE A DROGA DE PREFERÊNCIA


DESTA CLASSE
 50 – 300MG/DIA EM 1 A 2X

 TAMBÉM APRESENTA ALTO ÍNDICE DE INTOLERÂNCIA


AOS EFEITOS COLATERAIS
TRATAMENTO
MEDICAMENTOSO
 ADJUVANTES OU AGONISTAS
 OUTROS:

 GLICOSAMINA, CONDROITINA,
COLÁGENOS, METILSULFONILMETANO
–MSM, CURCUMA, HARPAGOPHYTUM,
ETC.
 CLASSE MEDICAMENTOSA VARIADA DE
SINTOMÁTICOS DE USO PROLONGADO, EMBORA
NÃO HAJA CONSENSO TRABALHOS RECENTES
SUGEREM SUPERIORIDADE AO PLACEBO
USO TÓPICO
 SUPERIORIDADE AO PLACEBO?
 DIVERSAS CATEGORIAS
 EMPLASTROS – MECANISMO DE INIBIÇÃO DE PORTAL
(PORTÃO)?
 AINES TÓPICOS – ESTUDOS SUGEREM EFEITO
LOCAL SUPERIOR AO PLACEBO
 FITOTERÁPICOS – SEM CONSENSO

 CAPSAICINA (DERIVADO DA PIMENTA) – EFEITO


COMPROVADO PRINCIPALMENTE EM DORES
CRÔNICAS E NEUROPÁTICAS -
FÓRMULAS / MANIPULADOS
 1- MELOXICAM 7,5mg

 PARACETAMOL 500mg ____________ 30 caps

 FAMOTIDINA 20mg

 CICLOBENZAPRINA 5mg

 Tomar 01(um) comp à noite, antes de dormir, 30 dias. Não dirigir


ou ingerir bebidas alcoólicas após uso da medicação
 1- MELOXICAM 7,5mg

 HIDROXICLOROQUINA 200mg______ 30 caps

 FAMOTIDINA 20mg

 PREDNISONA 5mg

 Tomar 01(um) comp ao dia, pela manhã.


 1- AMITRIPTILINA 25mg

 MELOXICAM 7,5mg_______________ 30 caps

 PREDNISONA 3mg

 FAMOTIDINA 20mg

 Tomar 01(um) comprimido à noite, antes de dormir.


Não dirigir ou ingerir bebidas alcoólicas após uso da
medicação.
 1- CODEINA 30mg

 CETOPROFENO 50mg____________________ 60 caps

 FAMOTIDINA 20mg

 DIPIRONA 500mg

 Tomar 01(um) comprimido de 8/8h em caso de dores.


 AINE
 ANALGÉSICO
 ADJUVANTE
 PROTETOR GÁSTRICO
 CORTICÓIDE
 TRICÍCLICO / INIBIDOR DUAL
 ETC
ATENÇÃO

 POSOLOGIA

 RISCOS

 TEMPO DE USO
 1- MELOXICAM 7,5mg TROCAR – ADJUVANTE, FT, CCD, ETC

 PARACETAMOL 500mg ____________ 30 caps

 FAMOTIDINA 20mg

 CICLOBENZAPRINA 5mg

 Tomar 01(um) comp à noite, antes de dormir, 30 dias. Não dirigir


ou ingerir bebidas alcoólicas após uso da medicação
 1- CURCUMA LONGA 500mg

 PARACETAMOL 500mg ____________ 30 caps

 FAMOTIDINA 20mg

 CICLOBENZAPRINA 5mg

 Tomar 01(um) comp à noite, antes de dormir, 30 dias. Não dirigir


ou ingerir bebidas alcoólicas após uso da medicação

Você também pode gostar