Você está na página 1de 9

* Mesorregiões

• O QUE É MESORREGIÃO?
Entende-se por Mesorregião, uma área individualizada em uma
Unidade da Federação, que apresenta formas de organização do
espaço geográfico definidas pelas seguintes dimensões: 1- O processo
social, como determinante, 2- o quadro natural, como condicionante e,
3- a rede de comunicação e de lugares, como elemento da articulação
espacial. Estas três dimensões possibilitam que o espaço delimitado
como mesorregião tenha uma identidade regional. Esta identidade é
uma realidade construída ao longo do tempo pela sociedade que ali se
formou.
• O QUE É MICRORREGIÃO?
É um agrupamento de municípios limítrofes. Sua finalidade é integrar a
organização, o planejamento e a execução de funções públicas de
interesse comum. As microrregiões, são subdivisões das mesorregiões.
* APLICABILIDADE

* Elaboração de políticas públicas; subsidiar o sistema de decisões


quanto à localização de atividades econômicas, sociais e
tributárias; subsidiar o planejamento, estudos e identificação das
estruturas espaciais de regiões metropolitanas e outras formas de
aglomerações urbanas e rurais.
MESORREGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE
Microrregiões Geográficas:
• Itamaracá,
• Recife,
• Suape
• Fernando de Noronha.

Estende-se por uma área de 2.785,4 Km²


Ocupa 2,8% do território pernambucano
Limita-se ao Norte, Sul e Oeste com a Mesorregião da Mata Pernambucana, ao Leste com o
Oceano Atlântico.

Também conhecida como Grande Recife.

É a maior aglomeração urbana do Norte-Nordeste, a sexta maior do Brasil.

Compreende 14 municípios: Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Paulista, Igarassu, Abreu e


Lima, Camaragibe, Cabo de Santo Agostinho, São Lourenço da Mata, Araçoiaba, Ilha de
Itamaracá, Ipojuca, Moreno, Itapissuma e Recife.

Economia: Destaca-se a prestação de serviço e as atividades industriais.

Relevo: Planície Costeira, áreas de tabuleiros e colinas.


Principal bacia é a do Capibaribe.
MESORREGIÃO DA MATA PERNAMBUCANA
Microrregiões Geográficas:
• Mata Setentrional Pernambucana
• Vitória de Santo Antão
• Mata Meridional Pernabucana

Estende-se por uma área de 8.738 km²


Ocupa 9,0% do território pernambucano.

limitando-se ao norte com a Paraíba, ao sul com Alagoas, ao leste com a Região Metropolitana do Recife
e ao oeste com o Agreste. Com uma população estimada em 1.193.661 habitantes.

Compreende 43 municípios

O nome "Zona da Mata" refere-se ao que os portugueses viram desde o litoral, uma faixa de Mata
Atlântica. O revelo é ondulado e argiloso, com alturas variando entre o litoral ao interior, aumentando a
altura para o interior.

A mesorregião é cortada pelos rios mais importantes do estado, como o Rio Capibaribe, o Rio Ipojuca e o
Rio Ipanema.

A vegetação é composta por Mata Atlântica

O índice pluviométrico e a umidade relativa do ar são elevados, com acumulados anuais que ultrapassam
os 2.500 mm, e enquanto que a umidade ar varia entre 30% a 100%.
O clima predominante é o clima tropical.
A economia da Zona da Mata é composta principalmente pela plantação de cana-de-açúcar, a região tem
muitos engenhos e usinas. Ultimamente a região vem se destacando devido ao crescimento no número
de indústrias alimentícias e automotiva que vêm chegando desde 2010. Os municípios de maior
importância é Vitória de Santo Antão, Goiana, Palmares ,Rio Formoso, e Sirinhaém. Outras cidades da
região crescem bastante, principalmente Goiana
MESORREGIÃO AGRESTE PERNAMBUCANO
Microrregiões Geográficas:
• Vale do Ipanema
• Vale do Ipojuca,
• Alto do Capibaribe
• Médio Capibaribe
• Garanhuns
• Brejo Pernambucano
Estende-se por uma área de 23.972,8 Km².

Ocupa 24,7% do território pernambucano.

Limita-se ao Norte com o Estado da Paraíba, e a mesorregião do Sertão Pernambucano, ao Sul


com o Estado de Alagoas, e a mesorregião da Mata Pernambucana, a Leste com a mesorregião da
Mata Pernambucana e o Estado de Alagoas , ao Oeste com o Estado da Paraíba e a mesorregião
do Sertão Pernambucano.

É formada pela união de 71 municípios distribuídos em seis microrregiões e aprox. 25% da


população. Está localizada entre a Zona da Mata e o Sertão.

Está situada sobre o Planalto da Borborema em uma altitude média entre 400 a 800 metros, sendo
que em alguns pontos como nas microrregiões de Garanhuns e do Ipojuca, as altitudes podem
chegar 1000 metros. A região está inserida na área de abrangência do Polígono das Secas, mas
apresentando, um tempo de estiagem menor que a do sertão, devido a sua proximidade do litoral.
A região está situada em parte no planalto da Borborema, o que confere à região um clima mais
ameno em relação ao semiárido e com maior índice pluviométrico. A região apresenta estações do
ano bem definidas, em comparação ao litoral e ao oeste pernambucano.

Os climas presentes na região são: clima semiárido e o clima tropical oceânico(litorâneo úmido).
As temperaturas raramente ficam abaixo dos 8°C e dificilmente ultrapassam os 37°C.
MESORREGIÃO DO SERTÃO PERNAMBUCANO
Microrregiões Geográficas:
• Araripina
• Salgueiro
• Pajeú
• Sertão do Moxotó

Estende-se por uma área de 38.197,9 Km²

Ocupa 38,8% do território pernambucano.

Limita-se ao Norte como os Estados do Piauí, Ceará e Paraíba, ao Sul com a mesorregião do
São Francisco Pernambucano, a Leste com o Estado de Paraíba e a mesorregião do Agreste
Pernambucano e a Oeste com o Estado do Piaui.

É formada pela união de 41 municípios, a vegetação é composta pela Caatinga, com árvores
de médio porte, arbustos e estepe. O índice pluviométrico é baixo em relação a outras
regiões do estado, as médias pluviométricas anuais variam entre 500 mm e 800mm.
O relevo é composto por Depressão sertaneja, apresentando relevos residuais do tipo
maciço residuais e inselbergues.
É a mesorregião mais extensa e menos povoada.

A economia se baseia na agropecuária. Mesmo com limitações destacam-se as culturas do


milho, feijão, mandioca, cebola e cana de açúcar.
MESORREGIÃO DO SÃO FRANCISCO PERNAMBUCANO
Microrregiões Geográficas:
• Petrolina
• Itaparica

Ocupa a porção do território pernambucano banhada pelo Rio São Francisco.

Limita-se ao Norte com o Estado da Bahia e Alagoas, a Leste com a mesorregião do Sertão
Pernambucano e o Estado de Alagoas e a Oeste com os Estados do Piauí e Bahia.

Ocupa uma área de 24.531,5Km²


Estende-se por 24,9% do território pernambucano.

Destaca-se nessa área o Lago de Itaparica, formado em 1989, ocupando uma área de 46 mil
hectares.
A geração de energia elétrica garantiu o crescimento econômico da região, pois deu condição
para a agricultura irrigada para, voltada para exportação.

Você também pode gostar