Você está na página 1de 52

Projetos Industriais

Aula 1 – 05/09/2021
Silvio Nunes dos Santos

2021
Introdução

• o que é a engenharia de projetos?


• Projeto (empreendimento) - O termo "projeto" representa o conjunto de estudos e
realizações físicas que vão desde a concepção inicial de uma idéia (materializada
através de documentos técnicos) até sua concretização na forma de um
empreendimento em operação. É um trabalho intelectual, de grande importância
técnica, envolvendo experiência e significativa abrangência de conhecimentos
normativos, físicos, matemáticos e da legislação, para proporcionar segurança e
conforto, objetivando o melhor custo/benefício ao usuário e ao empreendimento.
Representa as práticas e experiências (boas ou ruins) do projetista.
Introdução
• Engenharia, vem de engenho, habilidade, uma palavra que tem origem na palavra latina
ingeniu. No dicionário, são encontradas as seguintes definições para as palavras “engenhar” e
“engenharia”: engenhar: inventar, criar, engendrar; engenharia: aplicação de conhecimentos
científicos e empíricos e certas habilitações específicas à criação de estruturas, dispositivos e
processos para converter recursos naturais em formas adequadas ao atendimento das
necessidades humanas. (FERREIRA, 2004).
• Em 1828, o engenheiro inglês Thomas Tredgold, na elaboração dos estatutos do Instituto dos
Engenheiros Civis Ingleses, deu uma definição de engenharia que ficou clássica: A arte de
dirigir as grandes fontes de energia da natureza para o uso e a conveniência do homem.
Conclui-se desta feliz definição que a história da engenharia de qualquer nação ou
coletividade confunde-se, em grande parte, com a própria história do desenvolvimento.

ENGENHARIA = Ciências + Tecnologia + Matemática + Criatividade, juntas, resolvendo


problemas !!!
Problema 1 – Projeto de um secador de
mãos, como vocês fariam? Não
estamos falando aqui de design, sim dos
parâmetros que levam a efeito a
secagem.)?

Problema 2 – Fábrica de lâmpadas –


Como medir a qualidade da lâmpada,
mais precisamente a pressão dos gases
internos. (sem quebrá-la)??

E uma impressora FDM como projetar e


construir ???
Introdução
• Engenharia não é só ciência - Exemplificando, a solução de engenharia é a ponte e não os cálculos dos
esforços nos pilares. E ponte (solução), cada engenheiro civil tem a sua, porém, todos têm as mesmas leis físicas para manter a
ponte estável. Assim, Física e Química, entre outras ciências, são fundamentais para que a solução de engenharia se mostre
consistente, mas, não são a engenharia em si.

• Engenharia não é só Tecnologia - A construção de casas de baixo custo para suprir o déficit habitacional têm tido como
solução a aplicação dos mais variados materiais e suas tecnologias. Assim, o problema de engenharia é construir casas
seguras e confortáveis para abrigar o homem. De cada engenheiro virá a aplicação de uma ou outra tecnologia de materiais
como parte de uma solução.

• Engenharia não é só Matemática - engenharia se faz com a força da matemática, mas a solução de engenharia não segue
nenhum postulado matemático. “Para as engenharias, as equações matemáticas traduzem leis físicas que determinam os
parâmetros de, por exemplo, um circuito elétrico dentro de um projeto elétrico. Este último sim, uma solução de engenharia.

• Engenharia não é só criatividade – só criatividade não resolveremos problemas que requeiram conhecimento técnico ,
precisamos de conhecimentos científicos, matemáticos e tecnológicos...
Introdução

Engenharia de Projetos
Sendo assim, a engenharia de projetos, e mais especificamente a de projetos
industriais, pode ser definida como a arte de aplicar conhecimentos técnicos
visando à implantação, manutenção e ampliação de uma indústria. É a atividade
que antecede a operação, que envolve antever os objetivos, pensar, especificar e
desenhar as soluções que serão executadas. Como se observa, esse é um
processo bastante amplo.
Introdução

Engenharia de Projetos

Construçã
Análise de
Projeto Projeto Projeto oe
Viabilidad
Conceitual Básico Detalhado Montage
e
m
Introdução

Fases de um projeto de engenharia de grande porte

Construçã
Análise de
Projeto Projeto Projeto oe
Viabilidad
Conceitual Básico Detalhado Montage
e
m
Introdução

Empresas de Engenharia

Itaipu, Reduc, Fiat, AMBEV, etc Radix, Chemtech, Promon, Engevix, etc
Introdução

Empresas de Engenharia possuem gerencia de projetos !!!


Responsável por novos produtos,
projetos internos, Eficiência
Energética, etc

Exemplo – LEXUS LFA

https://www.youtube.com/watch?
v=DryIeXBJbkU&list=PL_72BysmW_
k0_CGwcOjflBENtXbnU7a3V&index
=25

LEXUS - LFA
Introdução

Empresas de Engenharia
Introdução

Empresas de Engenharia
Venda de HH (homem hora)

Venda de papel – A1 equivalente


Introdução

Empresas de Engenharia
Diferenciação:

Novos Produtos:
• EPC, EPCM
• Gerenciamento de
Empreendimentos
• Consultoria Especializada
• BOOT
Introdução

Empresas de Engenharia – exemplo - RADIX


Introdução

Empresas de
Engenharia

Serviços
Oferecidos
Introdução
• Demanda de Engenharia no Brasil
• Décadas de 60 e 70 – Anos de Ouro (principal cliente governo)
• Décadas de 80 e 90 – Crise – Engenheiro que virou suco
• 2000 – 2010 – Ressurgimento – falta de mão de obra???
• Atualmente – Crise Política + Crise Econômica (Até quando)

• Brasil forma 30.000 engenheiros por ano


• Coréia do Sul 80.000, EUA 92.000, China 400.000 !!!
• Brasil 6 engenheiros por 100.000 habitantes / 10% dos universitários são de áreas
tecnológicos.
• EUA 25 engenheiros por 100.000 habitantes / > 50% dos universitários são de
áreas tecnológicas.
• Engenheiros no Brasil defasados tecnologicamente e em processos de gestão, com
formação incompleta
• Empresas como a RADIX treinam suas equipes.
Introdução
• Forma de Atuação: Autônomo, CLT, PJ (Empresário)
• Processo de Terceirização nas empresas favorece criação de empresas de
engenharia:
• Conhecimentos específicos: Simulação, CFD, Meio Ambiente, Eficiência Energética,
Desenvolvimento de Software, TI e Infraestrutura, Montagem, etc.
• Vantagens e Desvantagens
• Lei da Oferta x Procura afeta tanto compra de carros quanto de engenharia – na
crise atual preços pagos para a engenharia são afetados – Criatividade, busca de
novos mercados e novos segmentos.

• Existem muitos avanços na engenharia nacional: Residencia em Engenharia, 3D,


Softwares, Normas, etc (pág. 58)

• Novos Projetos: Vale – S11D, Modernização Itaipu, PAC, CSN – Transnordestina,


Pré-Sal, RNEST, COMPERJ
Introdução

É importante salientar, entretanto, que algumas dificuldades neste início de século


XXI precisam ser superadas:

• Qual o melhor modelo de contratação dos serviços de engenharia?


• Comprar projetos de engenharia a preços unitários ou por preço global?
• Pelo menor BDI ou “esse tal BDI” não serve para isso?
• Pela menor quantidade de horas por desenho ou pela menor quantidade de
desenhos?
• Quem vai pagar pelo treinamento e formação de novos profissionais?
• Como não misturar os conceitos de “engenhar” e “desenhar’?
• Equalização de propostas técnico-comercial
Introdução

Conceitualmente, podemos considerar a engenharia de projeto como um conjunto


integrado de técnicas formais pelas quais os empreendimentos, instalações ou
equipamentos industriais são concebidos, a partir de uma base de conhecimentos
obtidos através de pesquisas científicas e tecnológicas.

Geralmente o custo de toda engenharia de projeto é em torno de 5% do custo de


todo empreendimento. Então, vale MUITO A PENA investir na melhor engenharia
possível. Melhor custo beneficio que existe !!!

Uma boa engenharia além de viabilizar o CAPEX dentro do orçamento existente,


permite otimizar OPEX !!

Metodologia FEL (IPA – independente Project Analysis) possui paralelo com


metodologia EVTE – PC – PB – PE...
Metodologia Front End Loading (FEL)
Visão geral – Desmistificando o FEL – o que ele NÃO é !
Visão geral – Fases de um projeto
Visão geral – Custo da Mudança
Visão geral – Desmistificando o FEL – o que ele é !
Fases do Empreendimento
Utilização
Front End-Loading e as Etapas de Engenharia
Exemplos: Vale, Petrobras
Detalhamento das Etapas: FEL 1, FEL 2, FEL 3 e Portões
VIPs (Value Improving Practices)
Conclusão
Links úteis e referências
Visão Geral – Desmistificando o FEL
O que ele NÃO é !!

Receita mágica para resolver os problemas do projeto

Aplicável apenas a projetos de construção, Óleo e Gás ou Mega Projetos

O produto final do planejamento

Um novo modismo no mercado de projetos


Custo da Mudança
Visão Geral – Desmistificando o FEL
O que ele é !!
FEL é um requisito para definição de projetos

Front –End Loading – “Carregamento Frente para o Fim” – fazer as coisas


na ordem e momentos corretos.

EVTE PC PB PE  Construção/ Montagem  start up


Visão Geral – Desmistificando o FEL - O que ele é !!
Visão Geral – Desmistificando o FEL
O que ele é !!
Assim, de acordo com Barshop (2004) a metodologia objetiva:

a) Fazer com que as necessidades do negócio se tornem o parâmetro


preliminar para realização (ou não) de investimentos importantes no
projeto

b) Eliminar/diminuir risco de dispêndio de investimentos em projetos que


não iriam trazer retorno

c) Minimizar mudanças durante a execução do projeto


Visão Geral – Desmistificando o FEL
O que ele é !!
Ainda, de acordo com Merrow (1997):

a) Tornar os projetos de responsabilidade de equipes multidisciplinares;

b) Melhorar a produtividade dos projetos usando a melhor tecnologia

disponível.
Metodologia Front End Loading – Fases do Empreendimento
Front End-Loading e as Etapas de Engenharia

O Front-End Loading (FEL) é uma metodologia de desenvolvimento


para projetos de capital que é dividas em três fases. Cada uma destas
três fases de desenvolvimento do empreendimento corresponde,
respectivamente, uma etapa de engenharia.
Porém, vale ressaltar que a, cada fase da metodologia possui outras
atividades além da etapa de engenharia.
Front End-Loading e as Etapas de Engenharia
Detalhamento das Etapas do FEL

EVTE Projeto Conceitual


FEL 1 - Planejamento do Negócio e Identificação das
Soluções / EVTE

Objetivo: Validar a oportunidade comercial e selecionar as alternativas que


serão analisadas na fase seguinte.

Produtos Esperados: previsões de mercado, estudos competitivos e


estimativas iniciais de custo
FEL 1 – Identificação de Tecnologias e EVTE
FEL 2 – Projeto Conceitual
FEL 2 - Planejamento da seleção de alternativas / Projeto
Conceitual
Objetivo: Estudar as opções identificadas e direcionar o projeto a uma
opção, refinar premissas, atualizar os dados econômicos e começar a definição
do projeto.

Produtos Esperados: estudo econômico e financeiro mais detalhado, a


engenharia conceitual e um refinamento do orçamento. Prova que o projeto é
tecnicamente viável

Taxa de incerteza: -15% a 25% (algumas publicações -30% a 50%)


FEL 2 – Projeto Conceitual
O projeto conceitual deve fornecer os parâmetros gerais do empreendimento industrial
para iniciar a engenharia básica. Nesta etapa surge uma excelente oportunidade de
verificar a viabilidade técnica e econômica do empreendimento visto que o lay-out
geral do projeto é determinado.

O produto desta etapa forma um conjunto de definições de parâmetros necessários


para elaboração dos projetos de engenharia, definições estas decorrentes das decisões
estratégicas e negócios da empresa. Alguns exemplos de produtos resultantes desta
etapa são:
• Limites de recursos disponíveis
• Limites legais
• Limites de prazo
• Políticas ambientais
• Sazonalidade de produção
• PFD, Layout (arranjo preliminar)
FEL 2 – Projeto Conceitual
FEL 2 – Projeto Conceitual
FEL 3 – Projeto Básico
FEL 3 – Planejamento da implantação do empreendimento

Objetivo: Desenvolver a engenharia básica, o plano de execução e a estimativa


de custo detalhados para a alternativa selecionada na fase anterior

Produtos Esperados: Entre outros, as especificações dos equipamentos, plano


de compras, plano de execução do projeto, escopo de trabalho detalhados e uma
análise do cronograma.
FEL 3 – Projeto Básico
Plot Plan / Arranjo Físico da Unidade Industrial, P&ID

Avaliação Individual de cada unidade e fatores de localização

Definição da Localização, Dimensões e Características Contrutivas

Elementos básicos para dimensionamento: vazão, corrente, volume, produção


desejada (ton/h, barris/dia, carros/mês, etc, hectolitros/mês, kwh/hl, etc)

Área necessária, métodos construtivos, materiais adequados

Critérios de projeto, Normas, Legislações Observáveis...

Equipe multidisciplinar (Processo, mecânica, elétrica, instrumentação, segurança,


tubulação...

Taxa de incerteza: -10% a 10% (algumas publicações -15% a 30%)


Projeto Detalhado
Os projetos detalhados, também chamados de "executivos", se destinam a fornecer os elementos
para a construção e montagem de uma planta. O conjunto de informações necessárias e suficientes
para a elaboração de um projeto executivo são aquelas que comumente são definidas como
projeto básico, que, como visto, representa uma etapa prévia do desenvolvimento do projeto
detalhado, em que se consolidam as condições técnico-econômicas e operacionais do projeto e se
estabelecem os requisitos básicos para cada integrante do empreendimento.
 
Engenharia de Detalhamento é a etapa subseqüente à Engenharia Básica, onde se detalharão todos
os parâmetros de engenharia da planta, os quais permitirão comprar os materiais e componentes
complementares, tais como tubulações, válvulas, instrumentos, projeto elétrico, automação
industrial, etc.

O detalhamento do projeto será a fase definitiva para a implantação física do Empreendimento


Ele permite fornecer, fabricar, comprar, construir, montar e por em marcha ("start up") a instalação
projetada;
Ele facilita muito o entendimento e a montagem do projeto, bem como a aquisição e utilização
adequada dos materiais especificados.
Projeto Detalhado
Equipe Multidisciplinar também /

Taxa de precisão orçamentária - 95%

Hoje é possível a montagem de um projeto


virtual para análise e ajuda para a discrição dos
detalhes já mencionados, visando e
antecipando possíveis falhas, possibilitando
suas correções antes mesmo da montagem
física, como mostrada na figura ao lado.
As Built – como construído
Documento fundamental para operação e manutenção da planta com segurança

Exigido pelas normas brasileiras

Pode ser realizado pelo projetista, pela construtora/ montadora ou empresa


terceirizada

Ideal é ser realizado durante a contrução/ montagem.

Pode conter NAPS (notas de alteração de projeto) ou não. De qualquer maneira precisa ser
realizado.

As Built depois vira documentação técnica da planta, que deve ser mantida atualizada ao
longo do ciclo de vida da mesma do comissionamento ao descomissionamento.
O que mais aprender ?
Aprofundar cada uma das fases – Projeto Conceitual ,
Projeto Básico , Projeto Detalhado, As Built.
Atividades realizadas e produtos de cada etapa (por
disciplina de engenharia).
Sem As Built, como identificar erros de projeto e erros de
construção/ montagem?
Value Improving Practices (VIPs)
Mega Fábricas - Lego Natgeo (COMPLETO)
https://youtu.be/2QhGO8IkhQk

Fabrica da Coca-Cola – Manual do Mundo


https://youtu.be/ZuIg6cD4cHw

Incrível Processo de fabricação de balas, munições e projéteis - Máquinas


e Tecnologia Moderna
https://youtu.be/S9Ay0ABdLyU

Incríveis Máquinas de torno CNC extremamente rápidas e fresadoras


automáticas CNC - Amazing Machines
https://youtu.be/bUBOHszsyeY
Value Improving Practices (VIPs)

1. Seleção de Tecnologia
2. Simplificação de Processos - Engenharia de Valor I
3. Minimização de Resíduos
4. Otimização Energética
5. Padrões e Especificações
6. Classificação do Perfil da Planta
7. Manutenção Preditiva
8. Dimensionamento da Capacidade
9. Simulação de Processo
10. Engenharia de Valor II
11. CAD – 3D
13. Revisão de Construtibilidade

Você também pode gostar