Você está na página 1de 32

Trabalho eletrônica de potência

Gradadores

Alunos: Guilherme L. Tozze e Henrique R. Mamede


Gradador – Soft-starter

• Os gradadores são conversores estáticos destinados a


variar a tensão eficaz de uma tensão alternada.
• A aplicação mais importante é no acionamento de
maquinas de indução, o soft-starter.
Gradador – Soft-starter

• Os motores de indução possuem uma corrente de


partida muito maior que sua nominal. O soft-starter atua
limitando essa corrente, com isso:
 Aumenta a vida útil do motor;
 Reduz a corrente de partida;
 Partida suave que reduz os trancos e golpes no sistema mecânico;
 Maior proteção;
Gradador – Soft-starter

• O circuito básico que compõe o soft-starter está


mostrado na figura a seguir.
Gradador – Soft-starter

• O soft-starter foi simulado no PSIM na seguinte


configuração:
Gradador – Soft-starter

• Simulação com o angulo de disparo igual a zero (soft-


starter desligado)
Gradador – Soft-starter

• Simulação com um ângulo de disparo arbitrado (soft-


starter)
Gradador – Soft-starter

• Para definir o ângulo de disparo para as situações de


operações da tabela anterior usou-se o gráfico:
Simulação com gradador

As correntes médias e eficazes nos tiristores são:

1: Com R=2Ω, obteve-se α= 131°, Imed=26.4A , Ief=82A


(Ief na carga = 115.97A)
2: Com R=3Ω, obteve-se α= 114°, Imed=30.5A,Ief=80.7A
(Ief na carga = 113.99A)
3: Com R=6Ω, obteve-se α= 114°, Imed=15.3A ,Ief=40.4A
(Ief na carga = 57A)

As simulações dessas situações serão mostradas a seguir.


Simulação com gradador

• 1:
Simulação com gradador

• 2:
Simulação com gradador

• 3:
Simulação sem gradador

As correntes médias e eficazes nos tiristores são:

1: Com R=2Ω, obteve-se, Imed=155A , Ief=244A


(Ief na carga = 345A)
2: Com R=3Ω, obteve-se , Imed=103.5 , Ief=162A
(Ief na carga = 230A)
3: Com R=6Ω, obteve-se , Imed=51.8 , Ief=81.3
(Ief na carga = 115A)

As simulações dessas situações serão mostradas a seguir


Simulação sem gradador

• 1:
Simulação sem gradador

• 2:
Simulação sem gradador

• 3:
Semicondutor

• Para o dimensionamento dos tiristores foi escolhido


aquele cuja características suporte a tensão reversa
máxima e o pico máximo de corrente. O tiristor é da
semikron modelo SKKT250/18E.

Vrrm=1800V
Itrms=420A
Perdas em condução

• Pelo datasheet do tiristor temos:


Vto=0,925V e rt=0.45mΩ
Assim pela fórmula :
P= Vto x Itmed + rt x Itefˆ2
Portanto,
P1= 27.4458 W
P2= 31.1431 W
P3= 14.8870 W
Pmáx=31.1431 W
Cálculo do dissipador

• As informações fornecidas pelo fabricante são:


Rjc= 0,14 K/W , Rcd= 0,04 K/W e Tj=130°C
Ta (arbitrado)= 30°C

Rja=(130-30)/31.1431
=3,21
Rda= 3,21 - 0,14 - 0,04
=3,03°C/W
• Modelo do dissipador escolhido foi:
Semikron K3-M8 200g 4x2 3,0°C/W
Condições de operação
Simulação das correntes

• 1ª situação de operação :
Simulação das correntes

• 2ª condição de operação
Simulação das correntes

• 3ª condição de operação
Simulação das tensões

• 1ª condição de operação
Simulação das tensões

• 2ª condição de operação
Simulação das tensões

• 3ª condição de operação
Simulação das perdas

• 1ª condição de operação
Simulação das perdas

• 2ª condição de operação
Simulação das perdas

• 3ª condição de operação
Fator de Potência

• 1ª condição de operação

• V1,rms = 690 V, I1,rms = 116 A → S1 = 80040 VA


• Vo1,rms = 232 V, I(R1),rms = 116 A → Po1 = 26912 W

• Fp = Po1/S1 = 0,34
Fator de Potência

• 2ª condição de operação

• V1,rms = 690 V, I1,rms = 114 A → S1 = 78660 VA


• Vo1,rms = 342 V, I(R1),rms = 114 A → Po1 = 38988 W

• Fp = Po1/S1 = 0,49
Fator de Potência

• 3ª condição de operação

• V1,rms = 690 V, I1,rms = 57 A → S1 = 39330 VA


• Vo1,rms = 342 V, I(R1),rms = 57 A → Po1 = 19494 W

• Fp = Po1/S1 = 0,49

Você também pode gostar