Você está na página 1de 19

Rede de Ensino Odin

Doenças da Glândula de Bartholin 

Thaís Alves Aleixo


Professora Luana Queiróz

Belo Horizonte
- 2021-
Doenças da Glândula de Bartholin

Introdução

/
Fonte:https://www.mdsaude.com/ginecologia/infeccao-ginecologica/glandula-debartholin
A primeira descrição da glândula
Fonte:https://afh.bio.br/imgs/especiais/pr%C3%B3stata%20feminina%20mini.jpg

ocorreu em 1977 por Caspar


Bartholin. As glândulas de
Bartholin, ou glândulas vestibulares
maiores, estão localizadas
bilateralmente nos lábios menores,
externamente à abertura vaginal.
Durante a estimulação sexual, essas
glândulas liberam fluido lubrificante.
(SPECK et al. 2016)
Doenças da Glândula de Bartholin

Desenvolvimento

São doenças da Glândula de Bartholin:


 Cisto da glândula de Bartholin
 Abscesso da glândula de Bartholin

(PEBMED, 2021)
Doenças da Glândula de Bartholin

Desenvolvimento
Cisto de Bartholin
No Brasil, em 2012, a
O consiste em tumoração média etária das
da vulva no trajeto do portadoras do cisto de
ducto glandular por Bartholin foi de 37 anos,
obstrução, e a mesma variando de 18 a 61 anos.
continua a secretar muco. Aproximadamente 70%
eram multíparas.

As crianças não costumam


desenvolver. Também são
incomuns após a menopausa,
pois tendem a se atrofiar e
perder função com a idade.

(PINHEIRO, - -; SPEECK et al, 2016)


Doenças da Glândula de Bartholin

Cisto de Bartholin: sintomas

Cisto pequeno: costuma passar despercebido,


pois além de não ser facilmente visível ou
palpável, ele também é indolor na maioria dos
casos.

Cisto > 1 cm: processo pode levar meses a anos.


Pequena tumoração em um dos lábios. Costuma ser
papável, visível e indolor.

Cistos > 3 cm: pode causar desconforto ao toque ou


relação sexual. Quanto maior for o cisto, maior é a
chance dele causar desconforto, inclusive ao andar ou
sentar (PINHEIRO, -- )
Doenças da Glândula de Bartholin

Fonte: https://www.educarsaude.com/wp-content/uploads/2016/09/Foto-de-Cisto-de-Bartholin.jpg
Doenças da Glândula de Bartholin

Cisto de Bartholin:Tratamento

Cistos assintomáticos → Nenhum tratamento se faz necessário.


A paciente pode apenas fazer banhos de
assento com água morna e manter a região
limpa para evitar sua contaminação.

Se o cisto crescer muito e estiver causando algum desconforto, seja


físico ou estético, ele pode ser drenado através de uma pequena
incisão.

Diagnóstico
Clínico = exame ginecológico.

(PINHEIRO, -- )
Doenças da Glândula de Bartholin

- Naúseas
Abcesso de Bartholin ou Bartholinite - Vômitos
- Febre
Se o cisto for infectado e desenvolver abscesso, o quadro
torna-se bastante sintomático como quadro infeccioso. A
secreção originada desses abscessos apresenta agentes
como a Neisseria gonorrhoeae e Chlamydia trachomatis,
porém, na maioria dos casos, os organismos causadores
são da flora vaginal mista (corrimento), bacteroides,
la de
Escherichia coli e Staphylococcus aureus. g lâ ndu em
d a u n s
b c essos a is com rigem

A
s ão m e de o
a r th olin olteiras a i x a.
(SPECK et al., 2016) B es s ais b
lh e r c a m
mu o n ô mi
e c
socio
https://lh5.googleusercontent.com/uTLJSPoyGD3QCNpPPzL9hLc6rvL8rKFpujU2KOnTok0UnEqUYvBHgjoL0fYK5x20XsDsUypnEam5kgMKxCsuqK3BpMvTe-m8Rt_Inka2jnW6kXg2IWzDxAc2sUuWfW7rCzRghwp

Fonte:https://dronuma.com.au/wp-content/uploads/bfi_thumb/Lbartholinspre-p4dkg99ydo1rsvqyvv40p0d1ujna7u1j1ev50t16c8.jpg
Doenças da Glândula de Bartholin
Fonte: https://d3i71xaburhd42.cloudfront.net/4dec2eb12cd0966dd950a055e2262d0a07fe5fdd/2-Figure1-1.png
Doenças da Glândula de Bartholin

Neisseria gonorrhoeae e Chlamydia trachomatis

https://www.google.com/url?sa=i&url=http%3A%2F%2Fblogdamimis.com.br%2F2015%2F06%2F26%2Fcamisinha-colorida-detecta-doencas-transmissiveis
%2F&psig=AOvVaw1tunlvKG91WJ2gcEfx2sTu&ust=1622576816166000&source=images&cd=vfe&ved=0CAIQjRxqFwoTCJCp5vbX9PACFQAAAAAdAAAAABAp
Doenças da Glândula de Bartholin

Abcesso de Bartholin ou Bartholinite

Diagnóstico

Se dá por meio do exame físico, observando-se massa em um dos pequenos


lábios. Os cistos de Bartholin na maior parte são indolores e causam apenas
inchaço como sintoma. Já a bartolinite apresenta sintomas como dor
extrema, dificuldade em andar, sentar e realizar atividades sexuais.

O carcinoma é raro. É importante salientar que, se o cisto se


desenvolver em mulher na pós-
menopausa, a biópsia deve ser realizada,
para ser avaliada possível malignidade.

(SPECK et al., 2016)


Doenças da Glândula de Bartholin

Opções para tratamento: - Marsupialização,


- Fistulização,
- Excisão da glândula,
- Cauterização do cisto com nitrato de prata
- Laser de CO2.
Depende dos sintomas da paciente, do tamanho do cisto, e se está
infectado ou não. Se a glândula torna-se infectada, o tratamento com
antibióticos de amplo espectro e analgésicos faz-se necessário

(SPECK et al., 2016)


Doenças da Glândula de Bartholin

O padrão-ouro de tratamento: remoção cirúrgica de todo o cisto. No


entanto, este tratamento não é muito realizado porque afeta a lubrificação
vaginal fisiológica.

Tratamento mais comum: marsupialização


Incisão de 1,5 a 3cm sobre o abscesso, que permitie a drenagem de secreções
da glândula. Sutura da cápsula do cisto com as bordas fixadas em seu exterior,
para evitar o fechamento e a formação de novo cisto. A cavidade deve ser
irrigada com solução salina e antibiótico. Esse procedimento normalmente é
realizado sob anestesia, que pode ser geral, local ou com bloqueio do nervo
pudendo.
(SPECK et al., 2016)
Doenças da Glândula de Bartholin

Fistulização
Os cateteres de Word são colocados por meio de incisão de 5mm no interior dos
pequenos lábios, na região da glândula de Bartholin. Na extremidade do cateter, há
uma bolsa que é insuflada com até 3mL de solução salina, e o cateter é deixado no
lugar por 4 a 6 semanas. (SPECK et al., 2016)

Fonte: http://sjrhem.ca/whats-the-word-insertion-of-word-catheter-for-bartholins-cysts/
Fonte: https://i.ytimg.com/vi/zyopxjyExtI/hqdefault.jpg
Doenças da Glândula de Bartholin

Ablação com nitrato de prata


Após a limpeza local e a infiltração de anestésico, é realizada incisão na
mucosa sobre o cisto de 0,5 a 1,0cm de comprimento, drenagem do
conteúdo e colocação de nitrato de prata na cavidade sem realização de
suturas. A remoção da solução ocorre após 48 horas. Utilizada em cisto
e abscesso. Procedimento ambulatorial.

(SPECK et al., 2016)


Doenças da Glândula de Bartholin

Escleroterapia com álcool


Trata-se de procedimento realizado em pouco tempo e
com cura rápida. Após incisão de pele e drenagem do
cisto com esvaziamento da cavidade, o local é
irrigado com álcool 70% por aproximadamente 5
minutos.

Bartolinectomia
A exerése da glândula de Bartholin é um tratamento
cirúrgico que requer maior tempo operatório

(SPECK et al., 2016)


Doenças da Glândula de Bartholin

Com o laser de CO2 em modo


contínuo realiza-se incisão com
de modo a abrir a cápsula do
cisto. Os bordas laterais da
incisão são mantidas em tensão
com pinças, para exposição da
cavidade, com subsequente
drenagem do conteúdo e
lavagem do interior com solução
salina estéril. Inicia-se
antibioticoterapia.
Fonte:https://www.scielo.br/pdf/eins/v14n1/pt_1679-4508-eins-14-1-0025.pdf

(SPECK et al., 2016)


REFERENCIAS

MARIA DE GÓIS SPECK, Neila; PEREIRA RUELA BOECHAT, Karol; MOUZINHO


LIMA DOS SANTOS, Georgia; CHAMORRO LASCASAS RIBALTA, Julisa. Tratamento do
cisto da glândula de Bartholin com laser de CO2. Einstein, [S. l.], p. 25-9, 2016. Disponível
em: https://www.scielo.br/pdf/eins/v14n1/pt_1679-4508-eins-14-1-0025.pdf. Acesso em: 31
maio 2021.

N75 – Doenças da Glândula de Bartholin. PebMed, [S. l.], - -. Disponível em:


https://pebmed.com.br/cid10/n75-doencas-da-glandula-de-bartholin/. Acesso em: 31 maio
2021.

PINHEIRO, Pedro. Glândula de Bartholin – Cisto e Bartolinite. MD.Saúde, [S. l.], - - .


Disponível em: https://www.mdsaude.com/ginecologia/infeccao-ginecologica/glandula-de-
bartholin/. Acesso em: 31 maio 2021.

Você também pode gostar