Você está na página 1de 18

MEDIDAS ANTROPOMÉTRICAS

Ágda Hemkemaier
Antropometria

• Conjunto de técnicas utilizadas para medir o corpo humano


ou suas partes, é o método de escolha para avaliação do
crescimento.

• É um método não invasivo, onde as medidas são facilmente


obtidas e são bem aceitas pela mãe.

• No primeiro ano de vida as medidas antropometricas


utilizadas são:
• Peso
• Altura
• Pc e Pt
Antropometria

• O conhecimento isolado dessas medidas não tem


significado a não ser que sejam confrontadas com as
medidas esperadas em relação à idade e ao sexo.
• A combinação de tais variáveis permite a construção de
índices antropométricos como:
• Peso para a idade
• Estatura para a idade
• Peso para estatura
Peso para a idade

• O peso corporal é considerado o melhor indicador de


crescimento da criança, por ser de fácil aferição por
profissionais de saúde treinados e representar todas as
mudanças que ocorrem no corpo, visto que reflete
diversos fenômenos como:
• Aumento do tecido adiposo ou muscular
• Crescimento ósseo
• Retenção hídrica (edema)
Peso para a idade

• Muito sensível, uma vez que se modifica rapidamente


em função de qualquer deterioração ou melhora no
estado de saúde

• Reflete o estado nutricional atual, ou seja, a adequação


do peso atual em relação ao esperado para a idade e o
sexo.

• Não permite diferenciar um déficit atual de um déficit


crônico ou passado
Estatura para a idade

• Estatura (comprimento/altura) é uma medida mais


estável, que mede de forma cumulativa, o crescimento.

• Como se modifica lentamente e não sofre perdas, ou


seja, os ganhos na estatura não são perdidos, a estatura
só é afetada quando ha deficiência nutricional
prolongada ou muito intensa, nos períodos de alta
velocidade linear.
• Reflete uma desnutrição passada ou crônica.

• É mais difícil obter essa medida em crianças menores


de 2 anos de idade, de modo que imprecisões de
poucos milímetros podem ocorrer e podem mascarar
problemas de crescimento
Peso para estatura

• Reflete o peso corporal em relação à estatura, portanto


prescinde a informação da idade

• Refere-se a perda ou ao ganho de massa corporal


ocorrido recentemente, ou seja, é capaz de diagnosticar
uma desnutrição atual ou aguda, ou o excesso de peso
em relação a estatura.
A Avaliação

• A comparação de todos esses índices com um padrão


permite avaliar e descrever o estado nutricional da
criança avaliada individualmente, ou do grupo estudado
se está apresentando crescimento satisfatório ou não.
• A avaliação do crescimento implica:
• Registrar a idade exata (DN) e o sexo da criança
• Utilizar técnicas adequadas para obtenção de medidas
antropométricas
• Relacionar as medidas com os valores de referência
• Verificar se os valores estão dentro dos limites de
normalidade
Perímetro cefálico

• O cérebro do bebê se desenvolve de modo


considerável.
• Seu volume vai de 25% a 60% em apenas 12 meses,
em relação ao volume que ocupa numa pessoa adulta.

• Isto explica o aumento rápido do perímetro craniano e a


importância da medição regular,sobretudo no primeiro
ano de vida
• Crescimento do PC de 0 a 3 anos
• Pc ao nascimento entre 33 e 35,5cm
• 35 em meninos
• 34 em meninas

• 1º trimestre: + 5cm
• 2º trimestre:+ 5cm
• 3º trimestre:+2cm
• 4º trimestre: +1cm
Estimativa do PC

• Aos 12 meses: 47 cm
• Aos 18 meses:48cm
• Aos 2 anos:49 cm
• Aos 13 anos: 50cm
• Na idade adulta :57 cm
Método de mensuração do PC

• Aplicar a fita métrica em volta do crânio passando sobre


os três pólos proeminentes: a bossa occipital, atrás; as
duas bossas frontais, na frente.
• Ler a cifra situada no ponto de encontro das duas partes
da fita métrica depois de certificar-se da posição correta.
• Anota no prontuário ou cartão da criança
• Completar a curva
Perímetro torácico

• Deve ser medido ao nível dos mamilos, estando a


criança deitada e em posição respiratória média (entre a
inspiração e a expiração completas)

• Relação entre PT e PC

• Até os 6 meses: PC é superior ao PT


• Cerca de 6 meses PC=PT
• Cerca de 9 meses: PC é inferior ao PT
Estatura/comprimento/Altura

• As crianças menores de 2 anos devem ser


medidas deitadas (comprimento).

• Crianças com 2 anos ou mais devem ser


medidas de pé (altura).

• Existe uma diferença de 0,7 cm entre a estatura


da criança medida deitada e em pé.
• Assim, se uma criança de 2 ou mais anos tiver sua
estatura aferida deitada, o valor encontrado deve ser
diminuído de 0,7 antes de ser registrado no gráfico de 2-
5 anos

• se uma criança menor de 2 anos for medida de pé, o


valor encontrado deve ser acrescido de 0,7 antes de ser
registrado no gráfico de 0-2 anos
Bibliografia

• BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde.


Departamento de Atenção Básica. Saúde da Criança:
acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil.
Brasília: Ministério da Saúde. 2002.

• BRASIL. Ministério da Saúde.Vigilância alimentar e nutricional-


SISVAN:orientações básicas para a coleta,processamento, análise
de dados e informação em serviços de saúde. Brasilia: Ministério da
saúde, 2004.

• FUJIMORE, Elizabeth, CONCEIÇÃO, Vieira da Silva Ohara.


Enfermagem e a saúde da criança na atenção básica. Barueri,
SP: Manole, 2009

Você também pode gostar