Você está na página 1de 28

INFLUÊNCIA DA

CHINA NA
ATUALIDADE
Trabalho de Roger Rodrigues
Direcionado por: Marilei
PIB (Produto Interno Bruto)

■ 14,34 trilhões USD


Tecnologia

■ A China é atualmente o país que mais cresce no mundo, por essa razão tem se destacado
no cenário geopolítico mundial.A ciência e tecnologia chinesa são responsáveis por
vários dos mais importantes avanços na história da humanidade. Desde o fim da
revolução cultural, o país se tornou um dos líderes mundiais em poderes tecnológicos,
gastando cerca de mais de 100 bilhões de dólares em pesquisa e desenvolvimento
apenas em 2011.
Um grupo de estudantes chineses inventou um sistema para aumentar a geração de eletricidade de pequenas e
médias estações hidrelétricas durante a temporada de seca. A invenção corrige a situação atual na qual a
produção de eletricidade é diretamente proporcional ao fluxo nos rios, permitindo que as pequenas e médias
usinas hidrelétricas mantenham a produção em todas as temporadas. Espera-se que, ao melhorar a capacidade
geradora, se reduza o número de usinas hidrelétricas necessárias no futuro, o que então mitigará seu efeito no
meio ambiente.
O dragão asiático está desenvolvendo o LiFi, um novo tipo de conexão de internet muito melhor do que o
WiFi – Trata-se de uma conexão leve, que usa luz visível de LED para transferir dados com maior velocidade
que o WiFi, que se baseia em ondas de rádio. A conexão será baseada em pontos de carbono emissivos a todas
as cores (F-CDs, na sigla em inglês) que permitem desenvolver um canal de comunicação sem fio mais
rápido. Um teste realizado em 2015 pelo Ministério do governo chinês mostrou que o LiFi pode atingir a
velocidade de 50 gigabytes por segundo (com ele, um download de filme, por exemplo, pode ser feito em
apenas 0,3 segundo). Entretanto, estipula-se que o LiFi só estará disponível daqui 2 anos.
■ China começou neste ano a construção de uma gigantesca torre de transmissão elétrica que deverá ser a
mais alta do mundo. Com 380 metros, a altura da torre será quatro vezes a do Big Bem, em Londres. Ela
baterá o recorde mundial de torre elétrica mais alta, que atualmente é possuído pela torre de Damaoshan,
também em Zhoushan, com uma altura de 370 metros.
China vai proibir a venda de carros a combustão e permitir só a de elétricos, seguindo o ritmo dos países mais
desenvolvidos do mundo.
China conquistou mercado mundial de serviços nucleares com novos avanços tecnológicos – Exportou à
União Europeia equipamentos energéticos de sua própria fabricação para usinas nucleares.
Lixeiras inteligentes apareceram nas cidades chinesas – São limpas para sentar, podem recarregar celulares
com energia solar, algumas foram colocadas junto aos pontos de ônibus, têm funções como desinfecção à luz
ultravioleta, WiFi, telas com mapas eletrônicos e, se forem de um modelo específico, podem ter tela de LED
de energia solar e roteador WiFi.
Pesquisadores chineses desenvolveram uma maneira de transformar resíduo de couro em fertilizante e outros
produtos, resolvendo um problema que tem incomodado empresas do setor há anos.
Há planos para abrir, na cidade de Shenzhen, no sul da China (conhecida pela alta concentração de
companhias de alta tecnologia), duas rotas de ônibus de condução autônoma, onde quatro ônibus inteligentes
serão postos em operação.
■ Pesquisadores desenvolveram um material que pode absorver os íons do metal pesado de fertilizantes,
diminuindo a poluição ambiental.
Sonda chinesa para Marte levará 13 tipos de carga útil para a missão de 2020 – A sonda será lançada por um
foguete transportador do centro de lançamento em uma cidade no sul do país e conterá, entre as treze cargas,
seis rovers (“carros espaciais” projetados para moverem-se em superfícies de outros planetas e corpos
celestes). A carga será usada para coletar dados sobre o meio ambiente, morfologia, estrutura superficial e
atmosfera de Marte.
Foi inaugurado o primeiro curso chinês de Inteligência artificial – O governo da China anunciou o objetivo de
se tornar um líder global em Inteligência Artificial (IA) em pouco mais de uma década.
Pesquisadores chineses desenvolveram uma nova tecnologia capaz de reconhecer uma pessoa a 50 metros de
distância apenas pela sua postura.
A China inaugurou o trem-bala “Fuxing”, o primeiro da nova geração, na ferrovia de alta velocidade Pequim-
Shanghai, reduzindo o tempo de viagem da rota de 1.250 quilômetros para apenas quatro horas e trinta
minutos – Os trens realizarão sete viagens de ida e volta por dia. Os trens-bala da classe Fuxing serão os mais
rápidos do mundo para uso comercial.
■ Os tradicionais “palitos” para a comida chinesa viraram sensores para detectar se está tudo certo com a
comida – Depois de sofrer um problema com óleos contaminados, os chineses resolveram usar a Internet
das Coisas à serviço da saúde. É possível detectar também as calorias, a acidez e até a temperatura dos
alimentos.
■ A China está rapidamente desenvolvendo seu sistema de ensino, com ênfase na ciência, matemática e
engenharia. O país é também o segundo que mais publica trabalhos científicos no mundo, produzindo
121.500 só em 2010, incluindo 5,200 nos principais periódicos científicos internacionais. Empresas de
tecnologia chinesas, como Huawei e a Lenovo, se tornaram líderes mundiais em telecomunicações e
computação pessoal, e os supercomputadores chineses são consistentemente classificados entre os mais
poderosos do mundo. A China é o maior investidor mundial em tecnologia de energia renováveis.
Economia e Relações Sociais

■ Fundo Monetário Internacional (FMI).De acordo com o Fundo, a economia chinesa pode
corresponder a US$ 24,2 trilhões (R$ 135,37 trilhões). Enquanto isso, a economia dos Estados
Unidos é avaliada pela instituição em US$ 20,8 trilhões (R$ 116,35).
■ Assim, a diferença de poder econômico entre as duas potências equivale a mais de duas
vezes o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro de 2019 (R$ 7,3 trilhões).Ou seja, a China já
os ultrapassou em tamanho do PIB. E se o maior tende a ser o mais influente e mais
poderoso, já se pode imaginar o impacto geopolítico desse fato novo.
■ A China representa o principal destino das exportações brasileiras. Nos dez primeiros meses de
2020, exportamos um total de US$ 58,5 bilhões para o país asiático, com destaque para produtos
como:– Soja;– Minérios de ferro e seus concentrados;– Óleos brutos de petróleo.
■ Esse importante parceiro comercial do Brasil também é responsável pela maior parte dos produtos que
chegam ao território nacional. Entre janeiro e outubro de 2020, foram mais de US$ 27 bilhões em itens
importados da China, o que representa 21,6% de todas as importações feitas no período.
Exportação

■ Os principais produtos de exportação são:


■ Equipamentos de transmissão
■ Unidades de disco digital
■ Peças de máquinas de escritório
■ Circuitos integrados
■ Telefones
Destinos:

■ Estados Unidos
■ Japão
■ Alemanha
■ Coreia do Sul
Importação

■ Os principais produtos importados são:


■ Circuitos integrados
■ Petróleo Bruto
■ Minérios de ferro
■ Carros
■ Ouro
Origens

■ Coreia do Sul
■ Japão
■ Estados Unidos
■ “Tudo que acontece na China tem um impacto porque é o segundo maior importador do mundo. Os
efeitos serão sentidos nas commodities como petróleo, soja, proteínas e minério”, explica o presidente
da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), José Augusto de Castro.
Curiosidades

■ Os principais representantes da fauna chinesa são os cavalos, camelos, gato-leopardo, macacos,


veados, ursos, lobos e o famoso panda-gigante. O urso panda é, sem dúvidas, um dos maiores
representantes da China, sendo visto pelos chineses como símbolo da paz, da boa sorte e de uma
vida positiva.
■ Na China, encontra-se a maior construção do mundo, a Grande Muralha da China, que possui mais
de 21 mil quilômetros de extensão. Sua construção ocorreu entre 220 a.C. e 206 a.C.
■ A culinária chinesa apresenta ingredientes peculiares, visto que não fazem parte da alimentação da
maioria dos ocidentais, como barbatana de tubarão e carne de cachorro.
■ O uso de redes sociais é restrito no país, assim como a liberdade de imprensa.
■ Até cerca de uma década atrás, a China apresentava uma imagem modesta para o
mundo. O slogan oficial do governo era "esconder a força e aguardar o momento".
■ Os ministros chineses insistiram que o país ainda era uma nação em desenvolvimento
que tinha muito a aprender com o Ocidente.
■ Então Xi Jinping assumiu o poder. Ele se tornou secretário-geral do Partido Comunista
em 2012 e presidente do país no ano seguinte.
■ A velha modéstia se desvaneceu e um novo slogan emergiu: "Esforce-se para ter êxito".
Política

■ A China é uma república comunista que visa a desenvolver os princípios de uma


sociedade socialista. Contudo, são observadas no país práticas econômicas de cunho
liberal – por muitos, consideradas capitalistas. O Partido Comunista, criado em 1921,
está à frente do governo chinês desde 1949. O governo baseia-se na atuação de um
único partido, não permitindo a existência de outros.
■ O país tem exercido grande influência política, militar e econômica no cenário regional
e internacional graças a fatores determinantes, como grande extensão de seu território,
elevadíssimo número de habitantes e dinamismo de sua economia.
■ O conhecido artista e dissidente chinês Ai Weiwei diz que a influência da China se
tornou tão grande que não pode mais ser parada.O país tem se despontado em razão do
modo agressivo de sua aplicação política interna e externa. A política interna está
vincula a uma extrema centralização do poder, que se encontra sob os domínios do
único partido político do país, o Partido Comunista; que coíbe todo e qualquer tipo de
movimento de caráter social (greves, manifestações, discursos, entre outros), caso
ocorra, é rigorosamente interceptado pelo uso da força.
■ No ambito internacional, a China está obtendo maior força e participação nas decisöes
políticas, tal fato levou o país a usufruir o direito de ocupar uma cadeira permanente no
Conselho de Segurança daONU (Organizaçoes das Nações Unidas).Seu potencial
militar tem contribuído para o incremento de sua influência internacional, pois o país
detém um enorme exército (evidente no país mais populoso do mundo), além de possuir
um numeroso e diversificado arsenal bélico, como bombas atômicas e mísseis. O país
domina tecnologias espaciais, é fabricante de satélites artificiais e foguetes.
■ O Ocidente deveria ter se importado com a China décadas atrás", diz ele. "Agora é um
pouco tarde porque o Ocidente construiu seu sólido sistema a partir da China e
interrompê-lo o prejudicaria profundamente. É por isso que a China é tão arrogante."
■ Ai Weiwei nunca fez rodeios ao falar sobre o país dele, que descreve como "um Estado
policialesco".
■ O artista projetou o famoso estádio dos Jogos Olímpicos de 2008, em Pequim,
popularmente conhecido como "O ninho do pássaro", mas mais tarde enfrentou sérios
problemas quando criticou o governo da China.
■ Em 2015, o ativista deixou a China e se estabeleceu primeiro em Berlim e, desde o ano
passado em Cambridge, na Inglaterra.
■ Ai acredita que a China está atualmente usando seu imenso poder econômico para impor
sua influência política.
■ E podemos certamente dizer que a China se tornou muito mais assertiva nos últimos anos.
■ A China declara oficialmente que "procura uma política internacional e independente de
paz" e define os alcances de seus esforços como sendo "a preservação da independência,
soberania e integridade territorial, criando um desenvolvimento internacional favorável
para a reforma do país e a construção da modernização, mantendo a paz mundial e o
desenvolvimento comum"
Relações multilaterais

■ Com a África, no interesse de comércio, investimentos e energia;


■ Com o Mundo Árabe mantendo importantes rotas de comércio e boas relações
diplomáticas intensificadas e elevadas a um nível diferente após a independência de
ambos nos séculos XIX e XX, estabelecendo novas parceiras no campo econômico
cultural em uma era de crescente globalização.
■ E com as Américas investindo bilhões de dólares inclusive para Cuba com o objetivo de
modernizar seu sistema de transporte, perseguindo a tendência de favorecer o regime
socialista dos dois países. Além disso, Pequim busca ampliar seus contatos militares na
região.

Você também pode gostar