Você está na página 1de 13

A História da

Engenharia de
Segurança no Brasil

A História da Engenharia de Segurança no Brasil


Cronologia:
1972 - "Portaria 3237/72” – Onde no Art. 5º

São considerados engenheiros de Segurança do


Trabalho...

I. conclusão do curso de especialização em engenharia


de Segurança do Trabalho ou Higiene Industrial
ministrado por universidade ou instituição especializada...

A História da Engenharia de Segurança no Brasil


1977 - LEI Nº 6.514, DE 22 DE DEZEMBRO DE 1977
Altera o Capítulo V do Titulo II da Consolidação das
Leis do Trabalho, relativo à segurança e à medicina do
trabalho e dá outras providências.
Destaca-se: art. 195
A caracterização e a classificação da insalubridade e da
periculosidade, segundo as normas do Ministério do Trabalho,
serão feitas através de perícia a cargo de Médico do Trabalho ou
Engenheiro do Trabalho, registrados no Ministério do Trabalho.

1978 – “Portaria 3214 de 8 de Junho de 1978 ”


Aprova as Normas Regulamentadoras - NR - do
Capítulo V, Título II, da Consolidação das Leis do
Trabalho, relativas à Segurança e Medicina do
Trabalho.
A História da Engenharia de Segurança no Brasil
1985 - LEI Nº 7.410, DE 27 DE NOVEMBRO DE 1985.
Dispõe sobre a especialização de Engenheiros e
Arquitetos em Engenharia de Segurança do Trabalho, a
profissão de Técnico de Segurança do Trabalho e dá
outras providências.

Destaca-se: Art 3º
O exercício da atividade de Engenheiros e Arquitetos na
especialização de Engenharia de Segurança do Trabalho
dependerá de registro em Conselho Regional de
Engenharia, Arquitetura e Agronomia, após a
regulamentação desta Lei, e o de Técnico de Segurança
do Trabalho, após o registro no Ministério do Trabalho.

A História da Engenharia de Segurança no Brasil


A partir da Lei 7410/85, passa a integrar a
história da Engenharia de Segurança no país
o Sistema Confea/Crea, com isso veio o
Decreto 92.530/86 que determina
em seu artigos:

A História da Engenharia de Segurança no Brasil


Art. 4º - As atividades dos Engenheiros e Arquitetos
especializados em Engenharia de Segurança do
Trabalho serão definidas pelo Conselho Federal de
Engenharia, Arquitetura e Agronomia - Confea, no
prazo de 60 (sessenta) dias após a fixação dos
currículos de que trata o artigo 3º pelo Ministério da
Educação, ouvida a Secretaria de Segurança e
Medicina do Trabalho - SSMT.

Art. 5º - O exercício da atividade de Engenheiro


e Arquiteto na especialidade de Engenharia de
Segurança do Trabalho depende de registro no
Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e
Agronomia - Crea.

A História da Engenharia de Segurança no Brasil


• Passa a responsabilidade ao Sistema
Confea/Crea de
disciplinar e fiscalizar o exercício Profissional.
• A partir daí, estabelece a Resolução 325 de 27
NOV 1987:
“Dispõe sobre o exercício profissional, o registro
e as
atividades do Engenheiro de Segurança do
• Posteriormente, a Resolução 329, de 31 MAR
Trabalho,
1989,
e dá outras providências”.
altera alguns artigos sem modificar o teor das
atividades
da Resolução 325/87.
A História da Engenharia de Segurança no Brasil
• Em seguida é editada a Resolução nº 359, de
31 JUL
1991.
“Dispõe sobre o exercício profissional, o
registro e as
atividades do Engenheiro de Segurança do
Trabalho”
e também a Resolução nº 358, de 31 JUL 1991

“Dispõe sobre a inclusão do Técnico em
Segurança
do Trabalho” entre as constantes da
Resolução
A História da Engenharia de Segurança no Brasil
A partir da Resolução 358/91, os
Técnicos em Segurança do Trabalho
passam a integrar o Sistema
Confea/Crea. Embora não tenham
obrigatoriedade de registro, esses
profis-sionais não estão impedidos de
exercer sua profissão.

A História da Engenharia de Segurança no Brasil


A criação da Câmara Especializada de
Engenharia de Segurança do Trabalho,
teve início nos anos 90, quando foi
criada e revogada no Crea-SP. Desde
então a Engenharia de Segurança do
Trabalho vem demonstrando sua
importância dentro do Sistema
Confea/Crea.

A História da Engenharia de Segurança no Brasil


Outro fato marcante para o crescimento
da importância da Engenharia de
Segurança do Trabalho foi a
institucionalização do GT de Engenharia
de Segurança do Trabalho do Colégio de
Presidentes, que vem cada vez mais
influindo dentro do Sistema
Confea/Crea.

A História da Engenharia de Segurança no Brasil


No ano de 2006, a criação das Câmaras
de Engenharia de Segurança do
Trabalho em vários Creas, incluido o
Espírito Santo, vem coroar a luta dos
Engenheiros de Segurança do Trabalho
no Sistema Confea/Crea.

A História da Engenharia de Segurança no Brasil


O que virá?
Com as Câmaras especializadas em
funcio-namento, a partir de 2008, a
tendência é o crescimento do Sistema
Confea/Crea na área da Engenharia de
Segurança do Trabalho.

A História da Engenharia de Segurança no Brasil