Você está na página 1de 32

QUÍMICA

Marília Ronssen

1ª SÉRIE
NIVELAMENTO: POSTULADOS DE BOHR

AULA N3
OBJETIVOS DESTA AULA

✔ Conhecer as características do modelo atômico de


Rutherford e Bohr;
✔ Conhecer os postulados de Bohr;
✔ Praticar o conhecimento por meio de atividades.
QUESTIONAMENTOS SOBRE A AULA

1. Você conhece o Modelo atômico de Rutherford-Bohr?


2. Você sabe descrever os fenômenos de fluorescência e
fosforescência que ocorrem na matéria?
HISTÓRICO
Ernest Rutherford (1817-1937)
Físico e químico neozelandês naturalizado
britânico, que se tornou conhecido como
o pai da física nuclear.
Foi premiado com o Nobel de Química
em 1908 "por suas investigações sobre a
desintegração dos elementos
e a química das substâncias
https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thum
b/6/6e/Ernest_Rutherford_LOC.jpg/200px-
Ernest_Rutherford_LOC.jpg radioativas"
● Radioatividade para datação de rochas.
EXPERIMENTO
O experimento (figura), uma
amostra do elemento
radioativo polônio dentro de
um bloco de chumbo (fonte). A
radiação alfa (α) passava por
um pequeno orifício indo em
direção a uma lâmina de ouro. https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/1/1b/
Geiger-Marsden_experiment.svg

Atrás dessa lâmina de ouro havia um detector


de partículas, que mostraria uma luminosidade
onde as partículas alfa incidissem.
EXPERIMENTO

O resultado observado foi o seguinte:


1. A maioria das partículas continuou sua trajetória
atravessando a lâmina de ouro;
2. Poucas partículas atravessavam a lâmina e
desviaram-se de sua trajetória;
3. Poucas partículas foram refletidas,
não atravessando a lâmina.
EXPERIMENTO
Cada um desses fatos levou Rutherford à conclusão de
que o modelo de Thomson estava incorreto:
1. A maior parte do átomo trata-se, na verdade, de
espaços vazios;
2. O fato de poucas partículas terem sofrido um desvio na
sua trajetória indica que elas se aproximavam de alguma
região do átomo que tivesse a mesma
carga que elas, isto é, carga positiva,
sendo assim repelidas;
EXPERIMENTO

3. As poucas partículas que foram rebatidas pela lâmina de


ouro indicavam que o átomo possui uma região maciça que
impedia essa passagem, com carga igual, isto é, positiva.

As partículas refletidas bateriam de frente com essa região.


EXPERIMENTO
https://pt.wikipedia.org/wiki/Experimento_de_Geiger-
Marsden#/media/Ficheiro:Geiger-
Marsden_experiment_expectation_and_result_(Portuguese).svg
MODELO DE RUTHERFORD
O átomo possui uma região central chamada de núcleo
atômico, onde fica praticamente toda a massa do átomo e
que apresenta carga positiva, e uma região denominada de
eletrosfera, onde os elétrons ficam girando ao redor do
núcleo.

Esse modelo de Rutherford


ficou conhecido como sistema
planetário ou sistema solar.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Modelo_at
%C3%B4mico_de_Rutherford#/media/Ficheiro:Rutherford_atom.s
vg
MODELO DE RUTHERFORD - LIMITAÇÕES

O elétron possui carga negativa, portanto, se ele girasse ao


redor do núcleo, que é positivo, ele iria perder energia na
forma de radiação, com isso, suas órbitas iriam diminuir
gradativamente e os elétrons iriam adquirir um
movimento espiralado, acabando por se chocar com o
núcleo. Mas isso não ocorre na prática.
MODELO DE RUTHERFORD - BOHR

Em 1913, o cientista Niels Bohr


(1885-1962) propôs um modelo que
se baseou no modelo de Rutherford,
apenas aprimorando-o, por isso ele
passou a ser chamado de modelo
atômico de Rutherford-Bohr.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Niels_Bohr.jpg
MODELO DE RUTHERFORD - BOHR
O modelo atômico de Bohr foi proposto, em 1913, e
relaciona a distribuição dos elétrons na eletrosfera com
a sua quantidade de energia.
Esse modelo, também conhecido como modelo quântico,
é baseado na teoria quântica de Max Planck, que diz que
a energia é liberada na forma de “pacotes”, não
na forma contínua. Esses “pacotes” de energia
ficaram conhecidos como quantum de energia.
MODELO DE RUTHERFORD - BOHR
Os postulados de Bohr são os seguintes:
- Os elétrons percorrem órbitas circulares ao redor do
núcleo, denominadas órbitas estacionárias.
- Cada órbita circular apresenta uma energia constante.
Logo, os elétrons não absorvem nem emitem energia ao
descreverem uma órbita estacionária.
MODELO DE RUTHERFORD - BOHR

https://mundoeducacao.uol.com.br/fisica/modelo-atomico-bohr.htm
MODELO DE RUTHERFORD - BOHR
- Os elétrons são capazes de ocupar apenas os níveis que
contêm uma certa quantidade bem definida de energia
(quantum), levando em conta valores exatos de energia de
acordo com a órbita estacionária na qual se encontram. Os
elétrons não possuiriam, portanto, a capacidade de ocupar
estados intermediários de energia.
MODELO DE RUTHERFORD - BOHR

Os elétrons localizados em órbitas mais afastadas do


núcleo possuiriam maiores valores de energia.
Ao absorver certa quantidade de energia, o elétron deve
saltar para uma órbita mais energética. Ao retornar à sua
órbita original, o elétron libera o mesmo valor de energia
que foi absorvido no salto quântico.
MODELO DE RUTHERFORD - BOHR
A liberação de energia, conhecida como fóton, ocorre na
forma de luz de cor bem definida, ou de outro tipo de
radiação eletromagnética, como a ultravioleta (UV) ou os
raios X. Essa energia apresenta um valor idêntico à diferença
de energia entre as órbitas circulares em questão.
https://querobolsa.com.br/enem/quimica/mode
lo-atomico-de-bohr
MODELO DE RUTHERFORD - BOHR
O Bohr determinou que cada uma das órbitas circulares
permitidas para os elétrons seria referente a um
determinado nível de energia. O elemento químico que
apresentasse a maior quantidade de elétrons teria seus
elétrons distribuídos em 7 níveis de energia (n) = 1, 2, 3, 4, 5,
6 e 7.
Os níveis de energia, conhecidos também como
camadas eletrônicas, podem ser representados
pelas letras K, L, M, N, O, P e Q.
MODELO DE RUTHERFORD - BOHR
As principais limitações do modelo são:
● Esse modelo funciona apenas para átomos que
possuem um único elétron, denominados
“hidrogenóides”;
● O modelo de Bohr não é capaz de explicar a estrutura
fina das linhas espectrais;
● Além disso, também não consegue explicar
como ocorre a ligação dos átomos para
formar moléculas.
MODELO DE RUTHERFORD - BOHR

Aplicações
https://reinaldobessa.com.br/soltar-fogos-de-artificio-com-estampido-e-
proibido-em-curitiba/

https://www.inesquecivelcasamento.com.br/dicas-e-
inspiracoes/decoracao/letreiros-de-neon-tendencia-para-2018/
ATIVIDADE 1
Observe a imagem a seguir e responda por que as cores das
chamas são diferentes?

http://professordiegomarcon.blogspot.com/2014/08/teste-de-chama-e-
modelos-atomicos.html
ATIVIDADE 1 - CORREÇÃO
De acordo com a teoria de Bohr, quando um átomo recebe
energia, seu elétron passa para um nível de energia maior,
permanecendo em um estado excitado. Ao retornar à sua
órbita original, o elétron deve liberar a energia absorvida
na forma de luz no espectro visível, denominada fóton.
Portanto, o fóton de energia liberado será
característico para cada substância. Logo, cada
elemento apresentará sua própria cor ao emitir
energia.
ATIVIDADE 2 - CORREÇÃO
A principal contribuição de Bohr é o reconhecimento de
que os elétrons ocupam diferentes níveis de energia no
átomo. Quais fenômenos são explicados por essa
contribuição?
https://www.hippopx.com/pt/bracelets-crafts-colors-131608

A fluorescência e a fosforescência.

http://www.crashcomputer.com.br/?p=2932
ATIVIDADE 3 - CORREÇÃO
Analise as sentenças a seguir e julgue-as V (verdadeiras) ou F
(falsas) :
I. Quando o elétron recebe energia, salta para um nível mais
energético. V
II. Quando o núcleo recebe energia, salta para um nível mais
externo. F
III. Se um elétron passa do estado A para o
estado B, recebendo X unidades de energia,
quando voltar de B para A devolverá X
unidades de energia na forma de ondas
eletromagnéticas. V
PARA PENSAR SOBRE A AULA

https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/2021/04/30/nova-especie-de-sapo-bonitinho-porem-venenoso-e-descoberta-no-brasil
PARA PENSAR SOBRE A AULA
“Uma nova espécie de sapo de coloração laranja
fluorescente foi descoberta nas montanhas do Brasil. O
anfíbio mede pouco menos de 2,5 cm e faz parte do gênero
conhecido como o dos "sapos-abóbora", um conjunto de
sapos minúsculos e de coloração laranja brilhante.”
“Os seres humanos não podem vê-los à luz
normal, mas os sapos brilham quando são
expostos à luz ultravioleta, explicou Goutte. Os
pesquisadores ainda não descobriram o por que
desta característica.”https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/2021/04/30/nova-especie-de-sapo-
bonitinho-porem-venenoso-e-descoberta-no-brasil
O QUE ESTUDAMOS NESTA AULA?

➢ Conhecemos as características do modelo atômico de


Rutherford e Bohr;
➢ Conhecemos os postulados de Bohr;
➢ Praticamos o conhecimento por meio de atividades.
REFERÊNCIAS

NOVAIS, V. L. D. Vivá: Química – Ensino Médio. Curitiba:


Positivo, 2016.
REIS, M. M. de F. Química – Ensino Médio. 2 ed. São
Paulo: Ática, 2016.
SANTOS, W. L. P. Química Cidadã – Ensino Médio. 3 ed.
São Paulo: Editora AJS, 2016.

Você também pode gostar