Você está na página 1de 11

TEORIA E TÉCNICA DE

COMUNICAÇÃO
Profª Andréa Cristiane B. Bruno
2020_1
Comunicação Digital
TEORIA E TÉCNICA DE COMUNICAÇÃO
1.1 Fundamentos da arte de falar em público
O que é comunicação?
• Comunicar é transmitir ideias, sentimentos ou
experiências de uma ou mais pessoas para outra, ou
outras.
• É parte do papel do profissional da comunicação
preocupar-se com as relações interpessoais dentro do
contexto sociopolítico, assim como intervir nas
diversas refrações da “questão ético-social”, isto é, no
conjunto de desigualdades que se originam do
antagonismo entre a socialização da produção e a
apropriação privada dos frutos do trabalho.
2
TEORIA E TÉCNICA DE COMUNICAÇÃO
Signo enquanto alguma coisa que substitui outra.
• Exemplos de desenho, foto e palavra “cavalo”
• Diferentes formas de representação de um mesmo
objeto é denominado “referente”
• Todas as palavras são signos linguísticos também
denominado de signos verbais (através dos
códigos) e temos os chamados signos não verbais.
• Língua é, portanto, um sistema de representação
socialmente construído, formado por signos
linguísticos.

3
TEORIA E TÉCNICA DE COMUNICAÇÃO

• Qualquer linguagem é, na verdade, uma


atividade humana que representa o mundo,
que constrói a realidade, revelando aspectos
históricos, culturais e sociais
• Há ainda outro elemento essencial no
processo de comunicação. É necessário um
canal para colocar em contato o emissor e o
receptor. O canal constitui, na verdade, o meio
de comunicação.

4
TEORIA E TÉCNICA DE COMUNICAÇÃO
Elementos da comunicação:
• Emissor: aquele que emite a mensagem.
• Receptor: aquele a quem se destina a mensagem.
• Mensagem: a ideia, aquilo que se quer comunicar.
• Canal: o meio como entram em contato emissor e
receptor.
• Código: sistema de signos, linguagem.
• Junto a esses elementos, não podemos esquecer,
está também o referente/CONTEXTO, que é o
elemento externo a que a mensagem se refere.

5
TEORIA E TÉCNICA DE COMUNICAÇÃO
COMUNICAR:

REFERENTE/CONTEXTO
(assunto)

MENSAGEM = Receptor= a
Emissor = TEXTO quem se
falante destina
(ouvinte)

CÓDIGO = LÍNGUA

CANAL= MEIO DE
TRANSMISSÃO

6
TEORIA E TÉCNICA DE COMUNICAÇÃO
Codificação: Para transmitir uma mensagem, o
emissor usa um código, que é formado por um
conjunto organizado de signos. Ao transformar
sua ideia em estímulos físicos utilizando os
signos codificados, ele realiza um processo de
codificação.
Decodificador: O receptor, ao receber a mensagem,
realiza o processo contrário: ao identificar no
estímulo físico (signos codificados) a ideia do
emissor, ele realiza o processo de decodificação.

7
TEORIA E TÉCNICA DE COMUNICAÇÃO
Código analógico: utiliza signos cujos significantes
se assemelham aos objetos referentes. Exemplo:
o signo icônico (do grego éikon = imagem), que
reproduz fielmente o objeto: fotografia, desenho,
escultura, pintura realista, onomatopeias
(“boom”..”buáá” “Glup”..”Grrrr!!!”..) etc.
Código digital: utiliza signos que não guardam
semelhança com seus referentes. Exemplo:
código morse, código binário (usado em
computadores) etc.

8
TEORIA E TÉCNICA DE COMUNICAÇÃO
Código fechado: ocorre quando, para um significante,
há apenas uma decodificação, um significado e uma
resposta. Temos como exemplos: placas de trânsito,
ou “a reunião sobre orçamento será dia 14/03/11,
às 15 horas, na sala 22, e todos estão convocados”;
Código aberto: ocorre quando, para um mesmo
significante, existe mais de uma decodificação, mais
de um significado, mais de uma resposta. Temos
como exemplos as mensagens: “Espero sua visita
em breve”, “Faremos a reunião durante a semana”,
entre outras.
9
TEORIA E TÉCNICA DE COMUNICAÇÃO

Feedback: feedback o retorno do receptor ao


emissor, aquilo que permite verificar se a
mensagem foi bem compreendida. O feedback
pode ser uma resposta enviada explicitamente
pelo outro ou pode ser a ação dele depois da
decodificação da mensagem.

10
TEORIA E TÉCNICA DE COMUNICAÇÃO
Ruído: Quando a mensagem não é bem
compreendida, dizemos que houve ruído no
processo. Ruído é qualquer possibilidade de
interferência que venha a afetar
negativamente a mensagem. O ruído pode
ocorrer em qualquer elemento da
comunicação, ou seja, pode ter várias origens
como de ordem psicológica, perceptual,
fisiológica, por questões ambientais ou algo
relacionado a mensagem, ao código.
11

Você também pode gostar