Você está na página 1de 20

GRUPO:

Giovanna Cibotto da Silva 


Isabella Leite Dansiguer Batista
Larissa dos Santos José 
Maria Vitória Viana Padilha
Paulo Marques Brito

LEVANTAMENTO QUANTITATIVO DE RESÍDUOS DA


CONSTRUÇÃO CIVIL DE UMA OBRA RESIDENCIAL  E
ALTERNATIVA DE MELHORIA ATRAVÉS DA METODOLOGIA DE
GESTÃO DA PRODUÇÃO MAIS LIMPA

Orientador: Valdir Moraes Pereira


INTRODUÇÃO
Introdução
• Construção Civil (CC)

• Desenvolvimento Sustentável

• Gestão de Resíduos

• CC e seus Impactos
OBJETIVOS
Objetivos
• Estudo de caso

• Levantamento quantitativo

• Time Line

• Proposta de melhoria
MÉTODOS DE TRABALHO
FERRAMENTAS E MÉTODOS UTILIZADOS

- GESTÃO DE RESÍDUOS;

- OBRA LIMPA;

- MATERIAIS SUSTENTÁVEIS;

- SKIMMING;

- P+L;

- NBR 15116;

- CONAMA 307.
I - Classe A: São os resíduos reutilizáveis ou recicláveis
como agregados

II - Classe B: São os resíduos recicláveis para outras


destinações
CLASSIFICAÇÃO
III - Classe C: São os resíduos para os quais não foram
DOS RESÍDUOS desenvolvidas tecnologias ou aplicações
economicamente viáveis que permitam a sua
reciclagem/recuperação

IV - Classe D: São resíduos perigosos oriundos do


processo de construção
QUANTITATIVO
CONSTRUÇÃO CIVIL
QUANTITATIVO CONSTRUÇÃO CIVIL

O Brasil é responsável por 685 milhões de toneladas de entulhos, este grande volume de entulhos 
gera custos para a coleta, transporte e deposição destes. Tal problemática se dá pelo fato da
construção civil fazer uso de materiais não renováveis.

Em 2003 a construção civil participou com 7,23% para a formação do produto interno bruto do Brasil e
movimentou R$100,951 bilhões, descontados os impostos indiretos, líquidos e as margens de
transporte e comercialização;

A construção civil está posicionada em sexto lugar na utilização de mão-de-obra, totalizando 3,771
milhões de trabalhadores diretamente ocupados no setor.
CTR – CONTROLE DE
TRANSPORTE DE RESÍDUOS

• Segundo a AMLURB – Autoridade Municipal de


Limpeza Urbana, todas as empresas que
prestam serviço no processo de transporte,
manuseio ou reciclagem final de resíduos
sólidos gerados na cidade, devem se cadastrar
no sistema CTR-E.

• De grande importância para qualquer obra, o


CTR ajuda no controle e destinação dos
resíduos, mantendo à obra mais limpa e levando
a construtora a passar essa cultura em cada
etapa do processo.
CRONOGRAMA
CRONOGRAMAS
PRODUÇÃO MAIS LIMPA
 PRODUÇÃO MAIS LIMPA (P+L)

Além de uma metodologia ou sistema produtivo, o conceito de produção mais limpa é uma estratégia
de caráter contínuo agindo ao longo de todo o processo e se contrapõe às soluções que visam
mitigar os impactos apenas ao final do processo produtivo.

Um dos mais importantes aspectos é que a mesma requer não somente a melhoria tecnológica, mas
sim a mudança de atitudes do início ao fim buscando melhorar à eficiência, sendo um diferencial em
relação às outras inúmeras técnicas ligadas a processos de produção. Isso significa encontrar um
novo equilíbrio entre à indústria e o ambiente.
METODOLOGIA DESENVOLVIDA PELO CNTL (Centro Nacional de Tecnologias Limpas)

ETAPA 1: Planejamento e organização

ETAPA 2: Pré-avaliação e diagnóstico

ETAPA 3: Avaliação de P+L

ETAPA 4: Estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental

ETAPA 5: Implementação de opções e plano de continuidade


RESULTADOS ESPERADOS
RESULTADOS ESPERADOS
RESULTADOS ESPERADOS
RESULTADOS ESPERADOS