Você está na página 1de 14

Psicopatologia

Orientadora – prof.ª
Luciana Tisser
Graduanda:
Irene Genecco de Azambuja
PSICOPATOLOGIA
Definição, objeto e campo

• Definição de psicopatologia;

• Origens e Raízes;

• Campos de atuação;

• Questão de normalidade;
DEFINIÇÃO DE PSICOPATOLOGIA
• Fenômeno biopsicossocial, definido como o
estudo da doença mental em suas causas,
alterações estruturais e funcionais e suas
manifestações.

• Termo empregado desde 1878, com o significado


inicial de “psiquiatria clínica” (BAUNGART (2006)

“[...] o ramo da ciência que trata da natureza


essencial da doença mental.” (Campbell, 1986)
DEFINIÇÃO e ORIGENS
• É um conjunto de conhecimentos sobre o
adoecimento mental, caracterizado pela
sistematização, onde elucida e desmistifica certas
crenças sobre os transtornos mentais, sem juízos de
valor, dogmas ou verdades a priori, num processo
contínuo de revisão, críticas e reformulações.
• A psicopatologia tem suas bases na tradição médica de
longas e cuidadosas observações clínicas dos transtornos
mentais e também na tradição humanista, que vê a
“doença” como excepcional possibilidade de ricas
descobertas sobre diferentes dimensões do potencial
humano.
CAMPOS DE ATUAÇÃO

• “todo fenômeno psíquico que possa apreender-


se em conceitos de significação constantes e
com possibilidades de comunicação.”
(Dalgalarrondo, 2008)

• O objeto no campo da psicopatologia são as


vivências e padrões de comportamento em
doença mental, tanto em suas especificidades
como em suas grandes complexidades, se
comparada com a “normalidade” dos
fenômenos mentais.
O que é normal?
• Distribuição que
aponta uma
tendência

• Estatisticament • O mais comum em


determinada amostra
e
• O mais provável de
encontrar numa
população
O que é normal?
• Comportamentos típicos, • As referências para o
“esperados” de encontrar, ou
“normal” são parâmetros
de acordo com padrões
culturais (morais), e o que
sociais aceitáveis para o agir,
podem ser considerados estiver fora disto pode ser
“normais”. indício de patologia.

• A Psicopatologia ocorre • Um comportamento médio


quando o comportamento de da população seria reflexo
um indivíduo ou grupo foge de saúde mental e a partir
ao que é esperado, causando disto os comportamentos
alto grau de sofrimento, ao individuais poderiam ser
indivíduo e/ou à família. avaliados.
OMS define conceito de Saúde
• Saúde mental = condição ideal para
a normalidade existir

• Saúde mental = amplo espectro de


atividades relacionadas com o bem
estar, físico, mental e social, e não
apenas a ausência de doença.
Transtorno mental

conjunto de sintomas necessários


e suficientes, a partir de critérios
diagnósticos, catalogados em
manuais internacionais.
Manuais utilizados internacionalmente
• DSM5 – Manual utilizado nos Estados Unidos
como referência para entendimento e diagnóstico,
onde transtorno mental é definido como síndrome,
padrão comportamental ou psicológico com
importância clínica, que ocorre no indivíduo.
• CID11 - com os principais aspectos clínicos e
outros associados, mesmo que menos importantes.
Fornece diretrizes diagnósticas que são as
orientações que visam auxiliar o profissional a
avaliar o conjunto de sinais e de sintomas
apresentados pelo paciente.
Padrões comportamentais

• Dor
• Sofrimento • Deficiência ou
• Incapacitação perda importante
• Morte da liberdade
Comportamentos fora da norma social
predominante(político, religioso ou sexual) e
conflitos entre indivíduos e sociedade não
são transtornos mentais
• A psicopatologia tem um
diferencial quantitativo e não
qualitativo, não se pode fazer
confusão.
• A tristeza de um luto ≠ Depressão
Um fenômeno é sempre biológico em suas raízes e social em sua
extensão. Mas nós não nos devemos esquecer, também, de que,
entre esses dois, ele é mental Jean Piaget
Bibliografia
• BAUMGART, Amália. Lecciones Introductorias de Psicopatologia. 2ª
edição. Buenos Aires: Eudeba, 2006.
• JASPERS, Karl. Psicopatologia Geral – Psicologia compreensiva,
explicativa e fenomenológica. 8ª edição. São Paulo: Atheneu, 2003.
• PAIM, Isaías. Curso de Psicopatologia. 11ª edição. rev. e ampl. São Paulo:
EPU, 1993.
• FERNANDEZ, Flora.– Psicologia: introdução e Definição .
PSICOLOGADO
https://psicologado.com/psicopatologia/psicopatologia-introducao-e-definic
ao
©Psicologado.com acesso em 18/8/2016.
Fonte: 
https://psicologado.com/psicopatologia/psicopatologia-introducao-e-definic
ao
 © Psicologado.com
• DALGALARRONDO, Paulo. Psicopatologia e semiologia dos
transtornos mentais. 2.ed.Porto Alegre: Artmed, 2008. 438 p. ISBN 978-

Você também pode gostar