Você está na página 1de 14

• Lançado no dia 24 de Junho de

2021, o Windows 11 é a mais


nova atualização do SO da
Microsoft, quebrando os boatos
de que o 10 seria o último da
empresa estadunidense.
• A empresa disponibilizou a versão
beta (Insider Preview) para download
e os usuários mais ansiosos já
poderão conferir as atualizações do
novo sistema operacional, que ira
chegar ao mercado no final do ano
talvez no mês de outubro que será
gratuita para usuários que tiver
instalados o win10, que de acordo
com a Microsoft, haverá suporte
até final de 2025. 
As principais
mudanças;
A primeira grande novidade
do Windows 11 é o visual. A também terá suporte a
interface do sistema ficou temas, oferecendo tanto
mais moderna, segundo a versões escuras como claras
Microsoft, o design é mais para personalizar a
"emocional", promovendo visualização do sistema
telas translúcidas, janelas operacional, de acordo com
com cantos arredondados, as preferências do usuário.
nova iconografia e um
aspecto mais limpo;
• A Microsoft não informou a data do lançamento
oficial. A empresa apenas indica que a chegada
do SO deve ocorrer no final de 2021. A nova
edição do Windows será gratuita para usuários
que trabalham com o Windows 10 no PC, mas
isso não significa que todo computador com
Windows 10 irá aceitar o Windows 11;
•A loja de apps da Microsoft vai
passar por uma grande mudança. A
Store terá uma nova interface
gráfica, mais moderna e alinhada
com o que o sistema promete
oferecer,  o ponto de vista do
usuário, a maior novidade da
Windows Store  é a possibilidade
de buscar e instalar aplicativos do
Android. Segundo a Microsoft,
esses apps serão executados de
forma nativa no sistema, sem a
necessidade de instalar emuladores
do Android;
• O Microsoft Teams será profundamente integrado ao
Windows 11. Além da plataforma colaborativa para
trabalho em grupo, o Windows 11 terá um novo
painel de widgets completamente personalizável, em
que o usuário poderá definir itens importantes para
visualização rápida, como previsão do tempo,
noticiário, cotações etc.
•  também promete aprimorar o suporte a desktops
virtuais na plataforma, dando ao usuário um nível de
controle mais granular sobre as áreas de trabalho
virtuais, permitindo definição de pontos e padrões de
fixação de janelas — recurso útil para quem precisa
visualizar e manter abertos vários apps ao mesmo
tempo
O mapeamento "Auto HDR", que
tem feito sucesso nos recentes Xbox
Series S/ X. Esse recurso aplica a
tecnologia HDR em games que
foram lançados no mercado sem o
recurso, realçando cores e contraste
de forma significativa em telas que
suportam a reprodução com maior
profundidade de cor.

Também terá acesso à tecnologia DirectStorage da


Microsoft, presente nos seus novos consoles.
Combinada a um SSD NVMe, essa tecnologia deve
permitir carregamentos muito mais rápidos em
games que tirem proveito do recurso. Além disso, o
serviço de assinatura Xbox Game Pass está
presente, com a possibilidade de integração dos
jogos entre as duas plataformas, Xbox e PC.
Incluiu novos controles para maximizar
e minimizar janelas, chamados de
"Fancy Zones". Com eles, é possível
posicionar janelas de aplicativos ou
navegadores em zonas quadradas ou
retangulares ao longo da tela apenas
passando o mouse sobre o botão de
restaurar tamanho.
Requisitos

 Processador de 1 GHz com dois ou mais


núcleos de 64 bits;
 4 GB de RAM;
 64 GB de armazenamento;
 Tela HD (720p) maior que 9 polegadas;
 Placa de vídeo ou chip gráfico compatível com
DirectX 12 ou superior e com driver WDDM
2.0;
 Compatível com UEFI,  Secure Boot e TPM
(Trusted Platform Module) na versão 2.0;
• Core i3, i5, i7 e i9 de 8ª geração;
• Ryzen 3 e 3 Pro com números de modelo nos • Core i3, i5, i7 e i9 de 9ª geração; 
formatos 3xxx (exemplo: 3200GE), 4xxx • Core i3, i5, i7 e i9 de 10ª geração;
(exemplo: 4300GE) e 5xxx (exemplo: 5400U), • Core i3, i5, i7 e i9 de 11ª geração;
mais o modelo Ryzen 3 2300X; • Pentium Gold, Pentium Silver, mais
• Ryzen 5 e 5 Pro com números de modelo nos modelos Pentium J6426, N6415 e 6805;
formatos 3xxx (exemplo: 3600XT), 4xxx • Atom da série X lançados em 2021Celeron
(exemplo: 4600GE) e 5xxx (exemplo: 5600H), da série G com número de modelo nos
mais os modelos 2500X, 2600, 2600E e formatos G4xxx (exemplo: G4900T) e G5xxx
2600X; (exemplo: G5905T);
• Celeron da série J com número de modelo
• Ryzen 7 e 7 Pro com números de modelo nos
nos formatos J4xxx (exemplo: J4125) e J6xxx
formatos 3xxx (exemplo: 3800X), 4xxx
(exemplo: J6412);
(exemplo: 4700GE) e 5xxx (exemplo:
• Celeron da série N com número de modelo
5800HS), mais os modelos 2700, 2700X e
2700E; nos formatos N4xxx (exemplo: N4100),
N5xxx (exemplo: N5100) e N6xxx (exemplo:
• Ryzen 9 e 9 Pro com números de modelo nos N6210);
formatos 3xxx (exemplo: 3900), 4xxx • Celeron 3867U, 4205U, 4305U, 4305UE,
(exemplo: 4900HS) e 5xxx (exemplo: 5205U, 5305U, 6305 e 6305E;
5980HX). • Xeon Scalable de 2ª e 3ª gerações, 
TPM - Trusted Platform
Module 2.0;
Um chip TPM é um processador de criptografia seguro
projetado para desempenhar as operações de criptografia. O
chip inclui vários mecanismos de segurança física para torná-
lo resistente a adulterações nas funções de segurança do TPM
por software mal-intencionado.
Basicamente, é um componente que atesta integridade ao
sistema e protege às chaves do Windows contra ataques
maliciosos. Desde julho de 2016, o componente é exigido
ao instalar o Windows 10, mas com algumas exceções (como
desktops montados sob demanda). Com o Windows 11 a
regra ficou mais rígida.
Fontes;
https://www.techtudo.com.br/noticias/2021/06
/windows-11-veja-cinco-destaques-do-novo-sist
ema-da-microsoft.ghtml
https://www.showmetech.com.br/tudo-que-
chega-com-o-windows-11/#Performance

Valter Aparecido de Oliveira Junior

Você também pode gostar