Você está na página 1de 33

Universidade Federal de Santa Catarina

Centro Sócio-Econômico
Departamento de Ciências Contábeis

V 
 
    

  

   
 

O  
  
Orincípios Contábeis

= São as normas que permitem a interpretação


uniforme das demonstrações contábeis.

= Oara que o princípio contábil seja aceito, deve


ser: praticável, objetivo, útil.
Orincípios Contábeis

= A resolução CFC No. 750 de dezembro de 1993


estabeleceu sete princípios fundamentais em
Contabilidade.
= No entanto, na resolução CFC No. 1282/10, o
princípio da atualização monetária foi
revogado.
= Temos, a partir do ano de 2010, seis princípios
fundamentais em contabilidade.
Orincípios Contábeis

= Alterações recentes pela resolução CFC No.


1282 de 2010.

= A observância destes princípios fundamentais


é obrigatória no exercício da contabilidade;
Orincípios Contábeis
De acordo com o artigo 3 da Resolução CFC No. 750/93,
e resolução CFC No. 1282/10, são princípios
fundamentais da contabilidade:
1) o da Entidade
2) o da Continuidade
3) o da Oportunidade
4) o do Registro pelo Valor Original
5) o da Competência
6) o da Orudência
Orincípios da Contabilidade

u  
  


= A contabilidade é exercida para a entidade
como pessoa completamente distinta dos
seus sócios (pessoas físicas ou jurídicas).
= O patrimônio da entidade não deve ser
confundido com o dos seus sócios, acionistas,
ou proprietários.
Orincípios da Contabilidade

u  
  


= Reconhece o patrimônio como objeto da
contabilidade;
= O patrimônio pertence à entidade, mas a
recíproca não é verdadeira;
= A soma ou agregação contábil de patrimônios
autônomos não resulta em nova entidade.
Orincípios Fundamentais

º  
  


= Oressupõe que a entidade deverá durar por
tempo indeterminado.
= A entidade é capaz de gerar valores
continuamente.
= Uma empresa em fase de extinção
(descontinuidade) ou liquidação será
contabilizada por outras regras.
Orincípios da Contabilidade

º  
  


= Art. 5º O Orincípio da Continuidade
pressupõe que a Entidade continuará em
operação no futuro e, portanto, a
mensuração e a apresentação dos
componentes do patrimônio levam em conta
esta circunstância.
Orincípios Fundamentais

£  
   


= As mudanças financeiras devem constar nos
registros contábeis logo que ocorrerem,
mesmo que seus valores sejam estimações.
= Este princípio evita a omissão de
lançamentos relativos a mudanças
patrimoniais que não possuem
documentação formal. Ex: valorização do
fundo de comércio e de bens imóveis.
Orincípios Fundamentais

£  
   


= Art. 6º O Orincípio da Oportunidade refere-se
ao processo de mensuração e apresentação
dos componentes patrimoniais para produzir
informações íntegras e tempestivas.
Orincípios Fundamentais

r  
         
= Art. 7º O Orincípio do Registro pelo Valor
Original determina que os componentes do
patrimônio devem ser inicialmente
registrados pelos valores originais das
transações, expressos em moeda nacional.
Orincípios Fundamentais

0  
  
= As receitas e despesas são registradas de
acordo com a data do acontecimento, e não
quando recebidas ou pagas.
= Exemplos: despesas com publicidade, folha
de pagamento de salários, aluguéis pagos ou
recebidos.
Orincípios Fundamentais

0  
  
= Este princípio pressupõe a simultaneidade da
confrontação de receitas e de despesas
correlatas.
Orincípios Fundamentais

   


= Orecaução no exercício dos julgamentos
necessários às estimativas em certas
condições de incerteza;
Orincípios Fundamentais

   


= Ativos e receitas não devem ser
superestimados;
= Oassivos e despesas não devem ser
subestimados;
= A observância destes aspectos atribui maior
confiabilidade ao processo de mensuração e
apresentação dos componentes patrimoniais.
Convenções contábeis

Ô    
  
= Oara registrar um fato, é necessário o
atendimento a três condições: consistência,
objetividade, relevância.
= Este princípio determina o momento em que
deve ser reconhecida a receita (ou seja, o
momento em que deve ser registrada).
Convenções contábeis

Ô    
  
= Na maioria das vezes, o registro é feito no
momento da venda;
= No caso de contratos de serviços específicos
(como consultoria, auditoria), sendo
estipulada a quantidade de horas de trabalho
e prazo final de apresentação: parcelas são
registradas proporcionalmente às horas de
trabalho efetuadas.
Convenções contábeis

Ô    
  
= Em casos de um produto encomendado que
possui um período longo de fabricação. Ex:
fabricação de um avião. Neste caso, indica-se
o reconhecimento em parcelas, de acordo
com as etapas da construção completadas,
ou custos suportados.
Convenções contábeis

Ô      
  
= Os bens e direitos são registrados pelo preço
pago para adquiri-los ou fabricá-los.
= Seus valores não são alterados, com exceção
para os casos de amortização, depreciação
ou exaustão, alterações de mercado.
= Em caso de doação recebida, o registro será
efetuado com valor que seria pago por sua
compra no mercado.
Convenções contábeis

Ô  
   
= O registro contábil deve ser feito com base na
moeda em vigor no país.
= Todas as transações realizadas em outras
moedas devem ser convertidas para a moeda
do país.
Convenções contábeis

= As convenções contábeis definem e até


modificam o conteúdo dos princípios.
1) Da consistência ou da uniformidade
2) Do conservadorismo ou da prudência
3) Da materialidade ou da relevância
4) Da objetividade
5) Da periodicidade
Convenções contábeis
u Ô     
 


= Uma vez que for adotado determinado
critério, este não deverá ser alterado, para
não prejudicar a comparação dos relatórios
contábeis.
Convenções contábeis
º Ô   
  


= Determina a adoção do menor valor para os
componentes do ativo e do maior valor para
os componentes do passivo.
= Esse princípio visa proteger o capital total da
empresa, evitando que sejam distribuídos
lucros na verdade não auferidos.
Convenções contábeis
£ Ô   

 
  
= Oara evitar desperdício de tempo e dinheiro,
devem ser registrados apenas os eventos
dignos de atenção e na ocasião oportuna.
= Cabe ao profissional este julgamento.
Convenções contábeis
r Ô   


= Entre um critério subjetivo de valor, mesmo
ponderável, e outro qualquer, deverá ser
buscado o mais objetivo.
Convenções contábeis
0 Ô  



= Os exercícios contábeis deverão ser de igual
duração, permitindo maior eficácia na
gestão.
Demonstrações Financeiras
÷ ÷* VV ÷ V
&

   
' 
  
 

  

  
  
O  
 
   
!  O $
O 
    "

% 

# 

 
"#  

( 

!  ( 

! 
Demonstrações Financeiras
ORINCIOAIS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

 Balanço Oatrimonial (BO)


 Demonstração de Resultado do Exercício (DRE)
 Demonstração de Lucros ou Orejuízos Acumulados
(DLOAc)

á
)*
  


á

+   
Demonstrações Financeiras
Ô  
 V 

     
  
  
   

! 
! 
 , ! 
   
Demonstrações Financeiras
÷
Ô
Ô÷÷÷ 

Ë Lei das S.A.s * ao fim do período de 12 meses;


Ë Oeríodo * Chamado ͞Exercício Social ou Oeríodo Contábil͟;
Ë Exercício Social X Ano Civil * Imposto de Renda (31.12);
Ë Exercício Social * Definido pelos proprietários;
Ë S.A.s de Capital Aberto e Fechado;
Ë S.A.s de Capital Aberto (Ações em bolsa) * Oublicação semestral;
Ë Fins Gerenciais * Relatórios (semanais, quinzenais, mensais...).
Demonstrações Financeiras

DADOS FUNDAMENTAIS OARA OUBLICAÇÃO

Ë Denominação da Empresa
Ë Título da demonstração (BO, DRE,....)
Ë Data do exercício social
Ë Valores do exercício referência e anterior
Ë Moeda e representação (Mil, Milhões...)
Demonstrações Financeiras
j     
 !"#"    
—   
  
   
   


 $%&'
 
 

 (    )*  (+,