Você está na página 1de 17

ELETRÔNICA

ANALOGIA II
Calendário
4/11 – Ampop

11/11 – Inversor

18/11 – Estrela-Triangulo

25/11 – Parcial

02/12 – Oficial 2
Avaliar
Avaliar
Revisão
Ampop Derivador
Ampop Integrador
Integradores e Diferenciadores

Figura - Configuração inversora com impedâncias generalizadas


tanto para o resistor de realimentação como para o resistor de
entrada.

Ao invés de utilizar dois resistores R1 e R2, podemos também utilizar


duas impedâncias generalizadas Z1 e Z2 (no domínio da frequência,
s), conforme mostrado na figura.
8
Integradores e Diferenciadores - cont.

O ganho em malha fechada, ou mais precisamente a
função de transferência em malha fechada é dada por:
V o (s ) Z2
=−
V i( s ) Z1
Circuito integrador

Como um primeiro caso, consideremos:
1
Z 1 =R e Z 2=
sC

Como resultado temos:
Vo 1
=-
V i sRC
9
Integradores - cont.

A função acima, convertida para o domínio do tempo,
resulta: t
1
v O ( t )=V C − ∫ v I ( t ) dt
RC 0
onde VC é a tensão inicial no capacitor C, no instante t=0.

Figura - Circuito integrador inversor ou integrador de Miller.


Aplicação em TV analógica (varedura H e V).
10
Integradores - cont.

Por outro lado, em regime permanente senoidal temos (s =
j):
Vo 1
=-
Vi jw RC

Figura
Resposta em
freqüência do
circuito integra-
dor ideal com ou, - 20 dB/dec
constante de
tempo RC.

11
Integradores e Diferenciadores - cont.
Circuito diferenciador

Como um segundo caso, consideremos:
1
Z1= e Z 2 =R
sC

Como resultado temos: Vo
=- sRC
Vi

Por outro lado, em regime permanente senoidal temos
(s = j):
Vo
=- jw RC
Vi
12
Diferenciadores - cont.

A função acima, convertida para o domínio do tempo, resulta:


dv I (t )
v O ( t ) =- RC
dt

Figura - Circuito diferenciador.


13
Diferenciadores - cont.
A resposta em
freqüência do
circuito inte-
grador está
mostrado na
figura 2.44(b)
onde se
observa um
zero em 0.
Figura -
Resposta em
freqüência de
um circuito
diferenciador
com constante
de tempo RC.

14
Passa-Baixa
Exercício

Mostre que o circuito da figura tem uma função de
transferência do tipo passa-baixas. Determine a função de
transferência em s. Para o caso R1 = 1k, R2 = 100 k e
C2 = 1 nF, determine o ganho cc e a freqüência a 3 dB.

15
Passa-Baixa

Solução do Exercício

Inicialmente devemos considerar que:
1 R2
Z 1 =R1 e Z2= =
sC+1/ R2 1+sCR 2

Como resultado temos:
R2
V o Z2 1+sCR 2 R2
=- =- =-
Vi Z1 R1 R 1+sCR 1 R 2

A função acima pode ser escrita no formato já visto para
circuito passa-baixas, ou seja:
Vo R2 R2 1
Vi
=-
R1 +sCR 1 R2
=-
( )
R 1 1+sCR 2
16
Passa-Baixa
Portanto, R2 1 ωo
K =− , ω o= e f o=
R1 CR 2 2π

Substituindo os
valores numéricos
temos:
K = -100 e | R2 / R1 |dB
CR2 = 100K.1n=
=100.103.1x10-9 = 10-4 s
 = 1/ CR2 = 10000 rad/s
logo, fo = 1592 Hz.
A resposta em frequên-
cia do circuito acima
está mostrada na figura
1 / CR2 1 / CR1
a lado.
17

Você também pode gostar