Você está na página 1de 9

Trabalho de grupo – apresentação

final
Estado Pernambuco
Oficina Macrorregional Nordeste
2019

Escada
Jaboatão dos Guararapes
Recife
Refletindo sobre o contexto...

É viável um plano específico para hanseníase?


Qual a viabilidade de implementar o plano operativo no seu estado ou
município?
Qual a possibilidade de expandir essa proposta para todos os municípios do
Estado?

PLANO É VIÁVEL E
NESCESSÁRIO

PLANO OPERATIVO:
Flexível e com adequações as
diferentes realidades loco-regionais

PACTUAÇÕES EM INSTÂNCIAS COLEGIADAS


Aspectos de composição de equipe técnica
nos municípios (subgrupos)
Refletindo sobre o contexto...

Quais as potencialidades que existem no seu território


(município/estado) que possam contribuir para a implementação do
plano?

É possível envolver outros atores na construção conjunta do plano em


suas localidades?

COORDENADOR MUN/EST APOIADOR REGIONAL ESTRATÉGIA SANAR


ESPECÍFICO PARA ESPECÍFICO PARA
PROGRAMA DE PROGRAMA DE REDE DE ATENÇÃO
HANSENÍASE HANSENÍASE À SAÚDE

Sociedade civil, conselhos de saúde, assistência social, educação, assistência à


saúde, regulação em saúde, assistência farmacêutica, rede de apoio
diagnóstico, NASF*
Refletindo sobre o contexto...

Qual a perspectiva de apresentação do plano nas instâncias colegiadas


(Conselhos de Saúde, CIR e CIB)?

Qual prazo poderá ser acordado para elaboração/conclusão do plano


operativo? (municípios/estados)

Visibilidade do Programa
Fragilidades das
de Hanseníase para os
instâncias colegiadas
diferentes atores

06 meses
Refletindo sobre a Estratégia...

A identificação dos grupos epidemiológicos e operacionais contribuirá


para a construção do plano operativo? Exemplifique?

Importante a
identificação por Aproxima à realidade
grupos para a realidade local
dos municípios
Refletindo sobre a Estratégia...
Considerando os três pilares da Estratégia Nacional, sinalize as fortalezas e
fragilidades para elaboração do plano de acordo com as especificidades
locais.

FORTALEZAS: Os pilares se complementam


e abrangem as dimensões necessárias ao
enfrentamento da Hanseníase.

FRAGILIDADES:
P1: Compromisso política/Recurso
P2: Rotatividade/qualificação dos profissionais, falta de insumos
P3: Recursos humanos, utilização de instrumentos para
enfretamento do estigma
Refletindo sobre o Instrumento...
Qual a sua opinião a respeito do instrumento proposto?

Sua utilização é factível?

Quais as dificuldades para utilização do instrumento?

Quais as potencialidades do instrumento?

O instrumento é útil, precisa de adequações devido


a dificuldades da retroalimentação das informações
e falta de possibilidade de monitorar novos
indicadores
E a oficina...?

Como foi sua experiência nesta oficina?

A metodologia contemplou o objetivo esperado?

Quais as sugestões para fortalecer o processo de trabalho dessas


oficinas?

Temática: relevante

Sugestões: Ampliar o tempo disponibilizado para atividade


final
MUITO OBRIGADA!

cghde@saude.gov.br

Você também pode gostar