Você está na página 1de 29

HISTÓRICO DA

MICROBIOLOGIA
A ORIGEM DA VIDA

TEORIAS

ABIOGÊNESE BIOGÊNESE
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA

GERAÇÃO ESPONTÂNEA
• Até metade do século XIX, cientistas e filósofos acreditavam que algumas
formas de vida poderiam aparecer espontaneamente da matéria morta.
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA

ARISTÓTELES – 384 a 322 a.C

• Acreditava que um princípio ativo


ou vital, teria a capacidade de
transformar a matéria bruta em um
ser vivo.

• O contato de um animal morto, com


a terra, ar, fogo ou água, gerava uma
nova vida.
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA

• 1665 – Robert Hooke, após


observar, através de um microscópio
simples, uma fatia de cortiça, relatou
ao mundo que as menores unidades
vivas eram “pequenas caixas” ou
“células”.

• Teoria Celular – onde todas as coisas


vivas são compostas por células.

• Mas, este cientista não possuia as


técnicas de coloração, que permitia
visualizar melhor os microrganismos.
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA

• 1683 - Antonie Van Leeuwenhoek, era um


comerciante holandês, no qual tinha como
passatempo, polir lentes e construir
microscópios.

• Foi a primeira pessoa a observar bactérias


usando microscópio de sua própria fabricação.

• Ele observou resíduos de seus dentes e viu


seres minúsculos em forma de bastonetes.
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA

• Ele também observou seres microscópicos


semelhantes em muitos outros materiais (água
parada, gota de água sobre plantas etc.) Em
suas descrições, ele refere a esses seres
microscópicos como "animálculos", que
significa pequenos animais.

• No final do século XIX, os microrganismos


passaram a despertar o interesse de cientistas.
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA

GERAÇÃO ESPONTÂNEA

Francesco Redi Jarras com carnes apodrecidas –


para provar o surgimento de
larvas
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA
GERAÇÃO ESPONTÂNEA

Caldo de galinha – calor utilizado na Jonh Needham


conservação dos alimentos
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA
GERAÇÃO ESPONTÂNEA

Caldo de galinha ficou aberto e os


microganismos presentes no ar
Lazzaro Spallanzani contaminaram a sopa e se proliferaram
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA
GERAÇÃO ESPONTÂNEA

“Força Vital”
importância do
oxigênio para a vida. Laurent Lavoisier
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA
TEORIA DA BIOGÊNESE

• 1858 – desafiou a Geração Espontânea


com o conceito da Biogênese.

• Células vivas poderiam surgir a partir


das células vivas preexistentes.

Rudolf Virchow
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA
• 1861 – A questão foi resolvida
por Louis Pasteur.

• Microrganismos estavam
presentes no ar e podiam
contaminar soluções estéreis,
embora o ar não criasse
micróbios.
• Concluiu que a vida microbiana
pode ser destruída com o calor.
•Podem ser elaborados métodos
que impeçam a contaminação
por microrganismos – Técnicas
de Assepsia.
Louis Pasteur
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA
EXPERIMENTO DE LOUIS PASTEUR
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA

• Robert Koch - descobriu que os


micorganismos eram a causa de
uma doença do gado, o antraz.

• Até então, a noção de que as


bactérias podiam causar doenças foi
sendo lentamente aceita, com a
demonstração da origem bacteriana
de diversas doenças humanas, como
a gonorréia, lepra, etc.
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA

• As doenças causadas por bactérias


levou à idéia de que todas elas eram
prejudiciais.

• Pasteur (Louis Pasteur), tinha


horror a sugeira, onde sabia haver
bactérias e, evitava apertar as mãos
das pessoas.

• As bactérias foram inicialmente


classificadas entre as plantas e
incluídas no Reino Protista.
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA

• 1978 - Carl Woese - desenvolveu


um sistema de classificação com base
na organização celular dos
organismos:

-Bactérias (paredes celulares contém


peptídeoglicanas);

- Archaea (paredes celulares, se


presentes, não contém
peptídeoglicanas);

- Eucarya: Protista/ Fungi/ Plantae/


Animalia.
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA

Fonte: Rocha - 2011


HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA
IDADE DE OURO DA MICROBIOLOGIA
1857 – 1914
• Estabelecimento da microbiologia como uma ciência.

• Descobertas importantes como:

- Doenças.
- O papel da imunidade para a prevenção e para a cura das doenças.
- Atividades químicas dos microrganismos foram estudadas.
- Aperfeiçoamento das técnicas de microscopia e de cultivo dos
micorganismos.
- Desenvolvimento de vacinas e técnicas cirúrgicas.
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA
IDADE DE OURO DA MICROBIOLOGIA
1857 – 1914
• Fermentação e Pateurização

- Pasteur descobriu que microrganismos denominados leveduras


convertiam os açúcares para álcool na ausência do ar. Esse processo é
denominado de fermentação, utilizada na produção de vinho e cerveja.

- As bactérias provocam o azedamento e a danificação. Na presença


do ar, as bactérias transformam o álcool das bebidas em vinagre (ácido
acético).

- Para pasteur a solução para a danificação, foi aquecer a cerveja e o


vinho o suficiente para matar a maioria das bactérias. Esse processo de
pasteurização é utilizado no leite e em algumas bebidas alcoólicas.
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA
IDADE DE OURO DA MICROBIOLOGIA
1857 – 1914
• A Teoria do Germe da Doença

- Possibilidade de que os microrganismos devem possuir uma relação


semelhante com plantas e animais – especificamente, que os
microrganismos podem causar doenças.

- As doenças eram relacionadas a punições para crimes ou pecados


individuais.

- Com o passar dos anos vários microrganismos foram associados a


varias doenças e Koch estabeleceu uma série de procedimentos
experimentais para relacionar diretamente um micróbio específico a uma
doença específica. Postulados de koch.
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA
IDADE DE OURO DA MICROBIOLOGIA
1857 – 1914
• Vacinação

- Palavra derivada de vacca, significa gado.

- Doença Vacínia – causada por um vírus e transmitida do gado para o


homem.

- O mesmo vírus da vacínia é o da varíola, porém mais branda.

- Vacinação, descoberta por Pasteur, significa proteção contra uma


doença – também chamada de imunidade.
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA
IDADE DE OURO DA MICROBIOLOGIA
1857 – 1914
• Quimioterapia

- Tratamento químico de uma doença.

- Dois tipos de agentes quimioterápicos são drogas sintéticas


(preparados em laboratório).

- Antibióticos (substâncias produzidas naturalmente por bactérias e


fungos para inibir o crescimento de outros microrganismos)

- 1910 - Paul Ehrlich utilizou um produto químico contendo arsênico,


denominado salvarsan, para o tratamento da sífilis.
HISTÓRIA DA MICROBIOLOGIA

IDADE DE OURO DA MICROBIOLOGIA


1857 – 1914
• Quimioterapia

- 1928 - Alexander Fleming observou que o bolor (fungo) Penicillium


inibia o crescimento de uma cultura de bactérias. Ele chamou o ingrediente
ativo de penicilina.

- A penicilina tem sido utilizada clinicamente como antibiótico desde a


década de 40.
CONCEITO DE MICROBIOLOGIA

Microbiologia: Mikros (= pequeno) + Bio (= vida) + logos (= ciência)

A Microbiologia é classicamente definida como a área da ciência que


dedica-se ao estudo de organismos que somente podem ser
visualizados ao microscópio.
Com base neste conceito, a microbiologia aborda um vasto e diverso
grupo de organismos unicelulares de dimensões reduzidas, que
podem ser encontrados como células isoladas ou agrupados em
diferentes arranjos.
Assim, a microbiologia envolve o estudo de organismos
procarióticos (bactérias, archaeas), eucarióticos (algas, protozoários,
fungos) e também seres acelulares (vírus).
DIMENSÕES DOS SERES
MICROSCÓPICOS
Bactérias Archea Fungos

Vírus Algas Protozoários


IMPORTÂNCIA MICROBIOLOGIA
Área da Biologia = grande importância = ciência básica
ou aplicada.

Básica: estudos fisiológicos, bioquímicos e moleculares


(modelo comparativo para seres superiores).
Microbiologia Molecular

Aplicada: processos industriais, controle de doenças, de


pragas, produção de alimentos, etc.
IMPORTÂNCIA MICROBIOLOGIA
ÁREAS DE ESTUDO
ODONTOLOGIA: Estudo de microrganismos associados à placa dental, cárie
dental e doenças periodontais. Estudos com abordagem preventiva.

MEDICINA E ENFERMAGEM: Doenças infecciosas e infecções hospitalares.

NUTRIÇÃO: Doenças transmitidas por alimentos, Controle de qualidade de


alimentos, Produção de alimentos (queijos, bebidas).

BIOLOGIA: Aspectos básicos e biotecnológicos. Produção de antibióticos,


hormônios (insulina, GH), enzimas (lipases, celulases), insumos (ácidos, álcool),
Despoluição (Herbicidas - Pseudomonas, Petróleo), Bio-filme (Acinetobacter), etc.

BIOTECNOLOGIA Uso de microrganismos com finalidades industriais, como


agentes de biodegradação, de limpeza ambiental, etc.

Você também pode gostar