Você está na página 1de 22

Síntese e Processamento de Polímeros

Tipos de polímeros
Podem ser classificados de acordo com a aplicação final.
 Plásticos;
 Elastômeros;
 Fibras;
 Revestimentos;
 Adesivos;
 Espumas;
 Filmes.
Síntese e Processamento de Polímeros

Plásticos
 Abrange maior quantidade de polímeros;
 Polietileno, polipropileno, cloreto de polivinila, poliestireno, epóxis, poliésteres;

 Termoplásticos e Termofixos;
 Propriedades variadas;
 Aplicações comerciais: ABS (resina plástica) – Termoplástico
Fenólicos – Carcaça de motores - Termofixo
 Bolas de bilhar Fenólicas
Síntese e Processamento de Polímeros

Elastômeros
 Propriedades: dependem do grau de vulcanização e se algum reforço foi
utilizado;
 Borracha natural ainda é muito utilizada;
 Elastômero sintético mais importante é o SBR reforçado com negro de fumo;
 Borrachas de silicone;
Síntese e Processamento de Polímeros

Fibras
 Os polímeros que formam as fibras são capazes de ser estirados na forma de
longos filamentos;
 Usados principalmente na indústria têxtil (tecidas e costuradas);
 Cadeias lineares sem ramificações, simétricas e com unidades repetidas
Síntese e Processamento de Polímeros

Aplicações diversas
Revestimentos:
 Aplicados às superfícies de materiais para:
 Proteger de reações corrosivas e deterioração;
 Melhorar a aparência;
 Proporcionar isolamento elétrico.

Adesivos:
 Substâncias usada para colar superfícies de dois materiais, divididas em dois
tipos de mecanismos de adesão:
 Mecânico: penetração no interior dos poros e cavidades superficiais.
 Químico: envolve ligações intermoleculares.
Síntese e Processamento de Polímeros

Aplicações diversas
Filmes:
 Usados principalmente como sacos para embalagem de alimentos e produtos têxteis;
 Principais características: baixa massa molar, alto grau de flexibilidade e de resistência
à tração, ao rasgamento e à umidade;
 Polietileno, polipropileno, celofane, acetato de celulose.

Espumas:
 Usadas geralmente como almofadas automóveis e móveis, em embalagens e como
isolante térmico;
 Poliuretano, borracha, poliestireno e cloreto de polivinila.
 Processo: incorporação de um agente de insuflação, exposição ao calor, liberação de
um gás, resfriamento.
Síntese e Processamento de Polímeros

Materiais poliméricos avançados


Polietileno de Ultra-Alta massa molar
 Massa molar extremamente eleva;
 Na forma de fibras é conhecido como Spectra;
 Coletes a prova de bala, capacetes militares, linhas de pesca e próteses biomédicas.
Síntese e Processamento de Polímeros

Materiais poliméricos avançados


Cristais líquidos poliméricos
 Considerados um novo estado da matéria: ESTADO CRISTALINO LÍQUIDO;
 Esmético, nemático e colestérico.
 Relógios digitais, monitores de computador, televisões de tela plana.
Síntese e Processamento de Polímeros

Materiais poliméricos avançados


Elastômeros Termoplásticos
 Exibe comportamento elastomérico, no entanto, tem natureza termoplástica;
 Copolímeros estirênicos em bloco, olefinas termoplásticas e copoliésteres;
 Funcionam semelhantemente aos elastômeros termofixos;
 Utilidades: acabamentos de automóveis, solas e saltos de sapatos, câmaras de bolas
de futebol e materiais de vedação.
Síntese e Processamento de Polímeros

Polimerização
 Responsável pela ligação de monômeros;
 Propriedades podem ser alteradas e aprimoradas por meio de aditivos;
 Polímeros sintéticos são derivados de produtos originados do carvão, gás
natural e petróleo;
 Adição e condensação.
Síntese e Processamento de Polímeros

Polimerização por adição


 Também chamada de reação em cadeia;
 Iniciação;

 Propagação: Crescimento linear;

 Terminação: união de duas cadeias em crescimento.


Síntese e Processamento de Polímeros

Polimerização por condensação


 Também conhecida como reação em etapas;
 Geralmente tem como subproduto a água;
 O tempo da reação é mais longo que por adição;

Formação poli(etileno tereftalato) = PET


Síntese e Processamento de Polímeros

Aditivos para polímeros


 As propriedades dos polímeros são controladas pela estrutura molecular;
 Aditivos são introduzidos intencionalmente para melhorar as características.

 Cargas:
Função: melhorar os limites de resistência.
Exemplos: pó de madeira, pó e areia de sílica, vidro, argila, talco, calcário.
Reduz o custo final.

 Plastificantes:
Função: melhorar a flexibilidade, a ductibilidade e a tenacidade.
Reduz a dureza e a rigidez.
Ocupam posições entre as grandes cadeias, aumentando a distância entre elas.
Síntese e Processamento de Polímeros

Aditivos para polímeros


 Estabilizantes:
Função: atua contra o processo de deterioração (integridade mecânica).
Tipos de deterioração: causada pela radiação UV ou pela oxidação.

 Corantes:
Função: conferem uma cor específica ao polímero, ou até opacidade.
Podem ser matizes ou pigmentos.

 Retardantes de chama:
Função: diminuir a flamabilidade.
Aplicação: produtos têxteis e brinquedos infantis.
Síntese e Processamento de Polímeros

Técnicas de conformação para plásticos


 Fatores que influenciam no método: tipo do polímero, a temperatura que amolece, estabilidade
atmosférica, e a geometria e o tamanho da peça;

 A fabricação é feita em alta temperatura e com aplicação de pressão;


 Os termoplásticos podem ser reciclados.

 Nos termofixos ocorre primeiro a preparação do polímero e depois o processo chamada de cura.
 Aguentam temperaturas mais altas que os termoplásticos, pois não fundem, porém não são
reciclados.
Síntese e Processamento de Polímeros

Técnicas de conformação para plásticos

 Moldagem por compressão e por transferência:


 O molde macho e fêmea são aquecidos, fechados e aplica-se calor e pressão.
 O plástico se torna viscoso e adquiri o formato do molde.
 Quando a moldagem é por transferência, a matéria-prima é fundida antes de ser
colocada no molde.
Síntese e Processamento de Polímeros

Técnicas de conformação para plásticos

 Moldagem por injeção:


 O material nesta técnica é empurrado para um câmara de aquecimento, se fundindo e
assim é injetado no molde, onde fica até se solidificar.
 Para termoplásticos é eficiente, pois o processo é rápido. Porém essa técnica para os
termofixos é lenta.
Síntese e Processamento de Polímeros

Técnicas de conformação para plásticos

 Extrusão:
 O material é transportado por um rosca sem fim para a câmara de aquecimento e
depois de fundido, é forçado através de um orifício.
 A solidificação acontece por meio de sopradores de ar, borrifos de água e por um
banho.
 Exemplos: barras, tubos, mangueiras, placas e filamentos.
Síntese e Processamento de Polímeros

Técnicas de conformação para plásticos

 Sopro:
Síntese e Processamento de Polímeros

Técnicas de conformação para plásticos

 Fundição:
 Os polímeros também podem ser fundidos e vertidos em um molde e deixado
solidificar;
 Serve para termoplásticos e termofixos.
Síntese e Processamento de Polímeros

Fabricação de elastômeros

 Usa-se as mesmas técnicas do plástico, e maioria dos materiais à base de borracha é


vulcanizada.
 Podem ser reforçadas com negro de fumo.
Síntese e Processamento de Polímeros

Fabricação de fibras e filmes

 Fibras:
 Processo chamado fiação.
 O material é fundido, forçado a passar por orifícios e rapidamente resfriado com ar
ou água.

 Filmes:
 Os filmes podem ser simplesmente extrudados por um fino rasgo;
 Ou podem ser soprados, método que é usado para sacos de lixo.

Você também pode gostar