Você está na página 1de 11

CULTURA (S)

ENSINO ARRETADO
SOCIOLOGIA
PROF. MSC. FRANCISCO E. S.M. ALVES
CONCEITOS-CHAVE
 tecnologias da informação e comunicação (TICs),
evolucionismo, cultura, funcionalismo, estruturalismo,
estrutural-funcionalismo, civilização, imperialismo,
etnocentrismo, relativismo cultural, diversidade cultural,
multiculturalismo, interação cultural, identidade cultural,
identidade, ideologias, comunidade, minorias sociais,
hegemonia cultural, consumo, distinção social, massa,
indústria cultural, desenraizamento cultural,
transculturação, aculturação, solidariedade, povo
brasileiro, “nós” e os “outros”, ocidente x oriente,
conflito x cordialidade, autoritarismo, patrimonialismo,
coronelismo.
CULTURA (S)
 INTRODUÇÃO
 EVOLUCIONISMO, ETNOCENTRISMO,
RELATIVISMO E DIFERENTES VISÕES DE
CULTURA;
 IDENTIDADE NACIONAL E MATRIZES ÉTNICAS
DO BRASIL;
 IDENTIDADE E MULTICULTURALISMO;

 CONCLUSÃO
VOCÊ TEM CULTURA?
CULTURA SEGUNDO TAYLOR
 “Todo aquele complexo que inclui o conhecimento, as
crenças, a arte, a moral, a lei, os costumes e todos os
outros hábitos e capacidades adquiridos pelo homem
como membro de uma sociedade".
CULTURA(S)
 “A cultura é um aprendizado social que compreende a
produção de bens materiais e simbólicos. Trataremos sobre a
diversidade cultural na sociedade brasileira e veremos que a
identidade cultural envolve a experiência e a consciência de
pertencer a um coletivo. Desde que se firmou a sociedade de
massas, os hábitos culturais também passaram a ser
influenciados pelos meios de comunicação de massa. Por
outro lado, os grupos sociais minoritários produzem culturas
alternativas ou contra-hegemônicas. Analisando os sistemas
tecnológicos de comunicação da sociedade global,
aprenderemos como eles podem aproximar grupos
geograficamente distantes e, ao mesmo tempo, aprofundar as
diferenças sociais, sinal de que a cultura é um fenômeno
heterogêneo.”
CULTURA (S)
 CIVILIZAÇÃOxCULTURA;
 CULTURA, ETNOCENTRISMO e RELATIVISMO;

 PADRÕES CULTURAIS;

 O CONCEITO DE CULTURA NO SÉCULO XX;

 O CONCEITO DE CULTURA NO SÉCULO XXI;


QUEM É O “POVO BRASILEIRO”?
 África e africanos
 Povos Originários

 Políticas de embranquecimento

 Conflito x cordialidade

 “A fábula das três raças”

 “Povo brasileiro”

 “No Brasil, todo mundo é índio exceto quem não é”


BIBLIOGRAFIA

 DA MATTA, Roberto. Quanto custa ser índio no Brasil? Considerações sobre o problema
da identidade étnica. Trabalho apresentado no Congresso Internacional de Americanistas
realizado na Cidade do México, em 1975.
 DA MATTA, Roberto. Você tem cultura? Jornal da Embratel, 1981.
 DA MATTA, Carnavais, Malandros e Heróis – Para uma sociologia do dilema brasileiro.
 DA MATTA, Roberto. Relativizando – uma introdução à antropologia social.
 DA MATTA, Roberto. O que faz o Brasil, Brasil.
 FAORO, Raymundo. Os donos do poder.
 FREYRE, Gilberto. Casa grande e senzala.
 HOLLANDA, Sérgio Buarque. Raízes do Brasil.
 LEAL, Victor Nunes. Coronelismo, enxada e voto.
 RIBEIRO, Darcy. O povo brasileiro.
 DJAMILA, Ribeiro. Pequeno Manual Antirracista.
 RODRIGUES, Rosiane. “Nós” do Brasil: estudos das relações étnico-raciais. São Paulo:
Moderna, 2012.
 VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. No Brasil, todo mundo é índio, exceto quem não é.
Entrevista á equipe de edição do livro Povos indígenas no Brasil 2001-2005. Instituto
Socioambiental.
GRATIDÃO!!

Você também pode gostar