Você está na página 1de 14

NECESSIDADES

HUMANAS
BÁSICAS

ENF. ELAINE TAÍS MENDES S. BOTELHO


NECESSIDADES HUMANAS
BÁSICAS
São necessidades comuns a todo ser
humano, portanto são universais. O que varia
de um individuo pra o outro é apenas a sua
manifestação.
NECESSIDADES HUMANAS
BÁSICAS
A  Teoria das Necessidades Humanas ou,
ainda, conhecida como a Hierarquia das
Necessidades de Maslow, é umas das teorias
de motivação mais famosas do mundo.
Segundo Maslow, nosso objetivo de vida é
adquirir a plena auto realização e agimos o
tempo todo em prol dessa conquista.
1. NECESSIDADES FISIOLÓGICAS

 Sãoaquelas que precisam ser supridas para


manter o corpo saudável e garantir a
sobrevivência humana.
2. NECESSIDADES DE SEGURANÇA
E PROTEÇÃO

 Serhumano precisa do controle e da ordem


para sobreviver, por isso essas necessidades
são vistas como itens tão fundamentais para
a sobrevivência
3.NECESSIDADES SOCIAIS

 São aquelas que estão relacionadas com o


relacionamento entre pessoas, com o
sentimento de amor e aceitação.
4.NECESSIDADE DE ESTIMA

O quarto nível é a necessidade do ser


humano em se sentir respeitado e
apreciado. 
 reconhecimento;
 independência;
 autoestima;
 autoconfiança;
 conquistas e realizações;
 respeito dos outros e respeito aos outros.
5. NECESSIDADES DE
AUTORREALIZAÇÃO

 Essas são as necessidades mais complexas do


ser humano e são fundamentais para cada
um alcançar a sua verdadeira realização
pessoal e profissional.
 Agir conforme seus valores morais;
 Ser livre, autossuficiente e independente;
 Possuir o controle de suas emoções e ações
(equilíbrio emocional).
WANDA HORTA
X
TEORIA DAS NECESSIDADES

Seguindo essa tese,


Wanda estabeleceu que o
papel do enfermeiro em
ser coordenador do
cuidado é entender o ser
humano como um todo —
não olhando apenas a
doença que ele está
sofrendo, mas o corpo,
mente e espírito.
PROCESSO DE ENFERMAGEM
A professora brasileira introduziu a noção de que o
processo de enfermagem pode ser dividido em seis etapas:
1) histórico;

2) Diagnóstico;

3) Plano assistencial;

4) Plano de cuidados ou prescrição;

5) Evolução;

6) E a avaliação de enfermagem.
SEMPRE HOUVE O
SUFICIENTE NO MUNDO
PRA TODAS AS
NECESSIDADE HUMANAS;
MAS NUNCA HAVERÁ O
SUCIENTE PRA COBIÇA
HUMANA

MAHATMA GANDHI
REFERÊNCIAS
 Brandalize DL, Kalinowski CE. Processo de
enfermagem: vivência na implantação da fase de
diagnóstico. Cogitare Enferm. 2005
Set/Dez;10(3):53-7.
 Conselho Federal de Enfermagem (COFEN).
Resolução n. 272, de 27 de agosto de 2002. Dispõe
sobre a Sistematização da Assistência de
Enfermagem - SAE [legislação na Internet].
Brasília; 2002. [citado 2008 mar. 12]. Disponível
em:
http//www.portalcofen.gov.br/2007/materias.aAr
ticleID=7100&sectionID=34
REFERÊNCIAS
 Leopardi MT. Teorias em enfermagem:
instrumentos para a prática. Florianópolis: Papa-
Livro; 1999.
 Souza MF. As teorias de enfermagem e sua
influência nos processos cuidativos. In:
Cianciarullo TI, Gualda DMR, Melleiro MM,
Anabuki MH. Sistema de Assistência de
Enfermagem: evolução e tendências. 3ª ed. São
Paulo: Ícone; 2001. p. 29-40.

Você também pode gostar