Você está na página 1de 38

Os Impactos da COVID-19 na

Arrecadação Tributária dos


Países e Medidas de Política
Tributária

Márcio F. Verdi
Secretário Executivo - CIAT
CONTEXTO DOS PAÍSES DA AMÉRICA LATINA
SISTEMAS TRIBUTÁRIOS
Como estavamos antes da crise?
TRIBUTAÇAO NA AMÉRICA LATINA

• Crescimento da Arrecadação Tributária

• Diferenças nas estruturas tributárias/Diferentes


Economias

• AT Indicadores! Vamos Melhorando? custo da


transação tributária; digitalização, fatura eletrônica

• Eficiência (IVA) e Gastos Tributários

• Evasão Tributária e Renuncia Fiscal


Gráfico 2. Comparativo de Receitas Tributárias e Pressão Fiscal
Equivalente (PFE) entre ALC e OCDE 2017 (em % do PIB)

40.0

35.5
35.0
32.2

30.0
27.6
25.3 24.8
25.0 23.3

20.0

15.0

10.0

5.0

0.0
IT ALC (promedio IT ALC (promedio PFE ALC (promedio PFE ALC (promedio IT OCDE (promedio IT OCDE (promedio
simple) ponderado) simple) ponderado) ponderado) simple)

Source: CIATData www.ciat.org


Gráfico 4. Pilares Fiscais e Receitas - América Latina e Caribe
(em % do PIB)

30.0

24.7 24.8 25.2


25.0 24.2 24.5 24.5
23.2
22.3
20.0
20.0 19.0
18.3

15.0

10.0

5.0

0.0
1990 1995 2000 2005 2010 2013 2014 2015 2016 2017 2018

PFE Otros Recursos Naturales No Tributarios Seguridad Social Privada Seguridad Social Pública Renta IVA

Source: CIATData www.ciat.org


Composição da Receita Tributária/Evolução na AL
% total

Source: OECD/ECLAC/CIAT/IDB (2019), Revenue Statistics in Latin America and the Caribbean.
Composição da Receita Tributária América Latina e países da OECD

% total

Source: OECD/ECLAC/CIAT/IDB (2019), Revenue Statistics in Latin America and the Caribbean.
PIB por fonte de Renda

Sources: National Accounts Statistics: Main Aggregates and detailed tables 2015, Department
of Economic and Social Affairs, Statistics Division, United Nations, New York, 2016. (1)
Central Bank of Paraguay. (2) Central Bank of the Dominican Republic.
Note: GOS (gross operating surplus)
Custo de Administração (Orçamento/Tributos Arrecadados)

Source: own elaboration from data of ISORA.


Eficiência C + Ineficiencia G + Ineficiencia X = 100%
Taxa de Evasão do IR e do IVA
(% do PIB)
Gastos Tributários
O talento das AT em um contexto
• ISORA 2018 com
dados de 2017

• +1,700,000
agentes (i163)
CIAT +486,000
(i37)

• Idades tem um
comportamento
normal, mas isso
nao ocorre para o
tempo de serviço.
• AT estao
envelhecendo.
Recursos Humanos nas AT
IMPACTO DA RELAÇÄO COM PARTES RELACIONADAS NA CARGA EFETIVA

Without
1% - 25% 25% - 50% More than 50%
transactions

Related party transactions

Incomes Incomes
less than 1200 More than 1200

Source. Carlos Pérez Gomez, Head of Transfer Pricing Unit at SAT México. 2017.
Impacto da crise COVID-19?
VARIAÇÖES MENSAIS ACUMULADAS ARRECADAÇÄO CIAT (23)

Promedio Mensual Promedio Acumulado


10.0

5.6
4.8
5.0
4.8 5.2
1.1
-10.0
0.0
0.3
-2.1
-5.0 -4.4
-4.8
-6.4
-7.4
-10.0 -8.7
-9.4 -9.3
-10.8
-12.0 -11.5
-12.1
-12.7
-15.0 -13.9

-20.0

-22.6
-25.0

-26.9

-30.0 -28.7

-35.0
Ene 20/19 Feb 20/19 Mar 20/19 Abr 20/19 May 20/19 Jun 20/19 Jul 20/19 Ago 20/19 Set 20/19 Oct 20/19 Nov 20/19 Dic 20/19
VARIAÇÖES ACUMULADAS ARRECADAÇÄO

AMÉRICA LATINA Y EL CARIBE CENTROAMÉRICA + Rep.Dom. CARIBE ANDINOS + Chile MERCOSUR + México OTROS

15.0

10.0

5.0

0.0
-2.3

-3.2
-5.0

-10.0 -10.9
-11.7
-12.0
-15.0
-14.4

-20.0
En e 2 0 / 1 9 F eb 2 0 /1 9 Mar 2 0 /1 9 Ab r 2 0 /1 9 Ma y 2 0 / 1 9 J un 2 0 /1 9 J u l 2 0 /1 9 Ag o 2 0 / 1 9 S et 2 0 / 1 9 O c t 2 0 /1 9 No v 2 0 /1 9 D i c 2 0 /1 9
ALC VARIAÇÄO ACUMULADA POR IMPOSTOS

TOTAL OTROS ISC ISR IVA

15.0

• ISC (IMPUESTOS SELECTIVOS CONSUMO)


• ISR (IMPUESTO SOBRE LA RENTA)
10.0 • IVA
• OTROS

5.0

0.0

-5.0

-7.8
-9.3
-10.0
-10.9

-13.4
-14.2
-15.0

-20.0
En e 2 0 / 1 9 F eb 2 0 / 1 9 M a r 2 0 /1 9 Abr 2 0 /1 9 Ma y 2 0 / 1 9 J u n 2 0 /1 9 J ul 2 0 /1 9 A g o 2 0 /1 9 S e t 2 0 /1 9 Oc t 2 0 /1 9 No v 2 0 /1 9 D i c 2 0 /1 9
VARIAÇÖES ACUMULADAS ARRECADAÇÄO POR PAÍS

Marruecos 8.2

México 0.8

Paraguay -1.3

Uruguay -2.7

Nicaragua (Nov) -2.7

EE.UU. -3.5

Italia -5.3

El Salvador -5.5

Brasil -5.5

Guatemala -6.7

Argentina -7.4

España -8.5

Promedio Acumulado -9.3

Colombia -9.4

Chile -9.5

Costa Rica -11.9

Ecuador -12.9

República Dominicana -13.0

Jamaica -14.5

Perú -15.1

Trinidad y Tobago -21.4

Honduras -22.5

Panamá -26.9
-30.0 -25.0 -20.0 -15.0 -10.0 -5.0 0.0 5.0 10.0 15.0
 A arrecadação dos 23 países membros do CIAT analisados no Relatório caiu em média durante o ano
2020 -9,3% (Impostos Seletivos sobre o Consumo – ISC, -12,1% - Impostos sobre a Renta - ISR, -8,2%;
Impostos sobre o Valor Agregado IVA, -7,8%).

 América Latina e o Caribe registra uma redução de -10.9% (ISC, -13,4%; ISR, -9,3%; IVA, -7,8%), sendo a
região de Centro América mais República Dominicana a que lidera as reduções na arrecadação (-
14,4%), seguida do Caribe (-12%), dos países Andinos mais Chile (-11,7%) e do Mercosul mais México (-
3,2%).

 Por países a heterogeneidade é significativa, desde -26,9% de Panamá ou -22,5% de Honduras, até
+8,2% de Marrocos e junto a México, +0,8; os dois únicos países que finalizaram o ano em positivo).

 Análises econométricas das cifras mostram que a evolução da arrecadação guarda, no general, uma
clara correlação com os índices de mobilidade das pessoas, especialmente no primeiro semestre.
2021
1er Cuatrimestre/1st Quarter
• Enfim, com a crise COVID-19:

• se afetaram as Bases Tributárias de quase todos os


impostos;
• se dificultou a arrecadação e a cobrança;

• näo definimos como tributar a economia digital;

• medidas tributárias transitórias;

• maior informalidade;

• novas oportunidades de evasão;

• guerra fiscal para atrair e manter inversionistas.


Que fazer em matéria de administração tributária?
• substituição das auto declarações pelo envio de propostas de declarações por
parte do Fisco;

• decisões com base em gestão de riscos; manuseio de grandes bases de dados;


 
• fontes de informação do exterior como prática habitual - Incorporação de fontes
de informação do exterior a gestão de risco;
 
• procedimentos coordenados como prática habitual: fiscalizações simultâneas,
conjuntas e multilaterais, assistência em cobrança, em notificação e na aplicação
de medidas cautelares;
 
• simplificação de normas e mecanismos de gestão de controvérsias para resolver
assimetrias entre países;
 
• mais cooperação horizontal em todos os sentidos, entre organizações de governo
e em um marco de rede de redes, entre governos; e iniciativas que contemplem
risco/tratamento diferenciado; 

• mais projetos de I+D nas ATS


Que fazer em matéria de política tributária?

• A recuperação esta em marcha;

• Todavia existem grandes incertezas;

• Analise complexa: por períodos, por país


e por impostos.
Desafios futuros de Política Tributária - a crise sanitária e
econômica causada pela Covid-19 nos impõem fortes
desafios a capacidade fiscal na ALC:
• Necessidade generalizada na AL de maior equidade e
suficiência da tributação, ampliando as bases dos ID, em
geral, e potenciando o IRPF, em particular.

• A redução de gastos tributários pode melhorar a suficiência e


a distribuição da carga tributária.

• É importante enfatizar o papel estratégico das AT, evitando


soluções simplistas para enfrentar a crise, como uma
redução de seus recursos, que possa afetar sua eficiência,
eficácia e efetividade.

34 34
• A relação impostos/PIB de ALC se mantem por debaixo dos níveis da
OCDE - (23.1% e 34.3% respectivamente).

• Os baixos níveis de geração de receitas limitam a redistribuição e o


gasto em serviços públicos, o que nos leva a perguntar sobre como se
financiarão as medidas de proteção social de emergência.

• Os sistemas administrativos da região enfrentam maiores desafios


para administrar os impostos e as transferências em relação com os
dos países da OCDE, o que reduz as ferramentas disponíveis para que
a região de ALC responda a crise de acordo as suas necessidades.

• Olhando para o futuro, será necessário impulsionar o papel dos


sistemas tributários para equilibrar as prioridades de estimular o
desenvolvimento inclusivo e reparar as posições fiscais dos governos.
…que nos enfrentamos no futuro em termos de
política tributária?
Desafios futuros na área de tributação internacional

• Acordos para Evitar a Dupla Tributação;

• Troca de Informações,

• Segredo Bancário e Beneficiários Finais;

• A Tributação dos Preços de Transferências;

• A Transparência Internacional

• Diminuir Controvérsias “Tax Compliance Agreements”

37
MUITO OBRIGADO A TODOS

Márcio F. Verdi
Secretário Executivo
Centro Interamericano de Administrações
Tributárias CIAT

Você também pode gostar