Você está na página 1de 35

| 

|  |

| 

|  



|
  | 

 |
| 
|  
 
|



    


   
     =  

   

›  =       


›   = 

   = 
 = =   
=  =
= =
= |!

  
    = =

  = 
    

   = 
|  |

|  
 
|



 

 

|
  =
=! 




  

    
]  m  
        
    m           
         m  
  

]= m  
        
            
  

=   
      
     !
 
||
› 
 

Seres humanos (nasofaringe, pele) e


animais


=  =

Leite e derivados
Produtos cárneos
Recheios doces e salgados
› 
 

?nterotoxinas estafilocócicas ST*


1 micrograma ± 105 ›
  intoxicação

?nterotoxinas estafilocócicas
10 tipos: A*, B, C1, C2, C3, D, ?, H, G, I
› 
 

  
: 1 a 7 horas
]  : 24 a 48 horas


=
=  
Yáusea, vômito, diarréia, cólicas, sudorese
› 
 

 
 
?vitar contaminação por manipuladores -
BPH
Refrigeração e resfriamento corretos dos
alimentos

|  
||
  

=

Sete tipos: A até G


Tipos A, B, ? e F ± doença no homem

Tremo lábil ± destruída a 80ºC/10 minutos


  


=
=  ]

Grave ± neurotoxina

* !=   =

- Botulismo clássico ou alimentar


- Botulismo de lesões ou feridas
- Botulismo infantil
 =  "==
 


  |
 18 a 36 horas (6 horas - 10 dias)

!==

=
Yáuseas, vômitos, dores abdominais e diarréia
Fadiga, fraqueza muscular, vertigens, distúrbios
visuais, dificuldade respiratória, visão dupla,
dificuldade de deglutição etc.
Morte: parada respiratória e cardíaca
 = |!

  
: 3 a 30 dias

Ingestão do esporo ° germina no intestino e


produzem toxina ° absorção da toxina produzida
pela bactéria no intestino (crianças < 1 ano)

=

=: constipação, letargia, apatia,
dificuldade de sugar e engolir, choro fraco, fraqueza
muscular, perda do controle da cabeça.

=  = produtos enlatados de
baixa acidez impropriamente processados,
conservas alcalinas caseiras (carne, peixe, presunto
defumado, lingüiça defumada, vegetais), alho em
óleo.

=     

BPH para evitar a contaminação dos alimentos


Yão utilizar enlatados caseiros
Refrigeração dos alimentos
V 
   

Ambiente (solo, água)


Intestino do homem e animais


=
=  ]

V
    : 2 tipos diferentes de toxinfecção
alimentar.

- Tipo A produtora de enterotoxina - Forma clássica


- Tipo C produtora de ȕ - toxina - enterite necrótica
(rara)

"==


Período de Incubação: 8 -12 horas (até 24h)


Duração: 12-24 horas
Sintomas: dores abdominais agudas, diarréia com
náuseas

 



Período de Incubação: 8 -12 horas (até 24h)


Duração: 12-24 horas
Sintomas: dores abdominais agudas, diarréia
sanguinolenta, vômitos (às vezes), inflamação
necrótica do intestino delgado
V 
   

 
 =  
 =   
= # =

  = =  = 
 = =




= = = $


   
  
=
%


 =!

 =   ===

   =
M  = =
 =    %
  = ==
 % #  
=  
=    
=
     
=    
  == $  =

]|
|
] 
% 

=  =

Carnes e produtos cárneos

=   

Cozinhar bem os alimentos ( tempo e temperatura)


Controle do tempo e temperatura no resfriamento e
reaquecimento de carnes
2     

Amplamente distribuído no ambiente

Pode contaminar: alimentos de origem vegetal


(grãos, cereais) e de origem animal (carnes e leite)
2     

=
=  ]

  
 ± produção da enterotoxina no
intestino (LT ± 55ºC/20min D)

  
 ± ingestão da enterotoxina pré
formada no alimento (ST ± 121ºC/1h30min R)

  
:
Diarréica: 8 a 16h
?mética: 1 a 5 h

]
Diarréica: 12 a 24h
?mética: 6 a 24h

=  =:
Diarréica: vegetais crus e cozidos, produtos
cárneos, massas e outros alimentos a base de
amido, leite e derivados

?mética: cereais - arroz

=
Diarréica: diarréia intensa, dores abdominais

?mética: vômitos, náuseas e mal-estar geral


2     

= = 
 =
=

  =


%  = "=  =


 =
 = = = = $
=

 
= = =    
= 
  
=!  

    


=  


  %
 =
 
 ' 

&
"  ] 
   

BPH preparo alimentos

Controle do tempo e temperatura no resfriamento

Consumir alimentos bem cozidos e recém preparados


 
  

Ambiente (solo, água, vegetais)


Seres humanos e animais


=  =

leite e queijo não pasteurizado, vegetais,


carne bovina e de aves e derivados, frutos
do mar, alimentos preparados, refrigerados
e prontos para consumo
 
  

  
: 1 a 20 dias


=
=  
>Início ~ resfriado comum - febre, dores
musculares; diarréia ou assintomática
> SY: cefaléia, confusão mental, convulsões,
meningite, encefalite e abcessos
>Grávidas: aborto, parto prematuro, natimorto,
septicemia neonatal
>Meningite em recém nascidos
>Grave em imunocomprometidos, gestantes e
recém nascidos
 
  

 
 
Leite e derivados pasteurizados
Alimentos bem cozidos
Frutas e verduras bem lavadas
?vitar contaminação cruzada
u   
    
   
   

u       
 
       
2        !" ##$" 34(
(


 &'%


  
5
   % (
 
u +(
 % 


 )
%
* 
, 0
  
%
% -  (

(
%
-

 

%
6 5
 %
 
 
 
0 

    
2      ." !#$"  
) % 0


   

/% 1

 2
(
(
 

'


u    
      
  
    
 
u         
   
       
   %  
 % 8  9!  )
 ) %
    

)'   
,  1!  : 2  /% 
       
    %    % 
5
1 72 

5  ,% 
- '%  
 5
-
     
  
% 
 



' %  
 

;
 : 5
 % 
     =-
'

 ' 
%  



 
,
5
-9.
!:< 

u    
      
 
    
 
u       
      
       

     
  
 % >
  #  ##$  
 
  
 
)    
,    1#$ 2   %
    
1 72% 

? )

-
 
 
  5
 
  
 
 1 2

Ô
u    
      
 
    
 
u       
      
       
   
   @  #$$  ) % 8 

   
 % /% 
 %   
1 %  
,  

%
  


 % -   
% )
%    

'
' % 

   5
-
     
-
'

2%  '  

 
 
Ô
u    
      
  
    
 
u           
 
       
 %)' %   #:   -   
% 
 8 A B

   '%  
 %   
%  
 

 

,- 

5 
  % 
  5
 % -% '%   

   -  
     
  %     5
   '5 
 % 

' %  
5 -
 
%   
 u  '   
 5

 
 % 8 

 
-
'
   -

= 
  
  
-5