Você está na página 1de 9

SOCIALIZAÇÃO – SEMINÁRIO MODULO II

ACADEMICO ( A ) Celio Matias Vargas Junior


Mateus Dero Junkes
Thalia da Rosa dos Santos
Vitor Antunes Vieira
TUTOR : Patrick Niehues Scarduelli
MISSÃO
Ser a melhor solução de educação para a construção da sua própria história.

VISÃO
Ser líder nas regiões onde atua, referência de ensino para a melhoria de vida dos
nossos alunos, com rentabilidade e reconhecimento de todos os públicos.
VALORES
Ética e Respeito: Respeitar as regras sempre, com transparência e respeito, é a base do nosso
relacionamento com alunos, funcionários e parceiros.
Valorização do Conhecimento: Não basta saber, é preciso saber fazer. Valorizamos o conhecimento
como forma de inspirar e aproximar as pessoas.
Vocação para Ensinar: Nossos profissionais têm prazer em educar
e contribuir para o crescimento dos nossos alunos.
Atitude de Dono: Pensamos e agimos como donos do negócio.
Simplicidade e Colaboração: Trabalhamos juntos como um time, com diálogo aberto e direto.
Foco em Resultado e Meritocracia: Nossa equipe cresce por mérito através da superação de metas e
dedicação de cada um.
PRÁTICA INTERDISCIPLINAR : INTRODUÇÃO A
PESQUISA

PORQUE É IMPORTANTE O ACADÊMICO FAZER


PESQUISA
CITAÇÕES

Conforme alguns pensadores a Ciência são


considerados: “união do entendimento,
certos ou prováveis, obtidos de forma
metódica e sistematizada, verificáveis, sobre
objetos de uma mesma natureza” (ANDER-
EGG, apud LAKATOS & MARC., 1991).
CITAÇÕES
• Na pesquisa em educação, de acordo com Gatti, exceto pelas
avaliações de desempenho escolar, poucos estudos são
conduzidos com o emprego de técnicas e métodos
quantitativos; pode-se afirmar que há pouca tradição ou
utilização desse método de análise e tratamento dos dados.
A autora destaca que “há mais de duas décadas que na

formação de educadores e de mestres e doutores em


educação não se contemplam estudos disciplinares sobre
esses métodos” (GATTI, apud OLIVEIRA, PIETRI, BIZZO, 2019,
p. 2)
CITAÇÕES

Conforme Gatti (2002), os impactos nos sistemas escolares, em


redes, ou salas de aula, mostram-se mais duradouros, pois seus
frutos nas políticas e práticas educacionais servem de avaliação
para a consistência de seus resultados. Historicamente
observa-se que estudos para serem tomados como
conhecimento relevante e ter penetração social, mais
amplamente, ou regional ou localmente, precisam carregar em
si um certo tipo de possibilidade de abrangência, com
aderência ao real, e trabalhos de pesquisa têm na universidade
um papel didático-formativo, mas não se pode atropelar os
cuidados metodológicos, também por uma questão formativa.
REFERÊNCI
AS

LAKATOS, Eva M. e Marconi, Marina A., “Metodologia


Científica”, Editora Atlas S.A., SP. 1991.

Você também pode gostar