Você está na página 1de 45

Indicadores da Atenção Primária à Saúde com impacto

em incentivos financeiros

Graciele Helena Fernandes Silva


Renata Fiúza Damasceno
Coordenação de Atenção à Saúde - CAS
Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros
Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais

25 de novembro de 2021
Pauta
1. Indicadores de saúde

2. Política Estadual de Atenção Primária à Saúde de Minas Gerais

3. Política Estadual de Financiamento da Atenção Primária à Saúde

4. Programa Previne Brasil

5. Política Estadual de Promoção da Saúde


1. Indicadores de Saúde

Indicador é uma mensuração que reflete uma determinada situação

Dado

Indicador

Informação

Conhecimento

 Acompanhamento de indicadores - fortalece a gestão municipal de saúde - auxilia no direcionamento das


atividades - evita desperdício de tempo e esforços em ações não efetivas
 Registro adequado dos dados: segurança de que a informação obtida reflete a realidade
Estadual
Política Estadual de Promoção da Saúde
 Parte fixa
 Parte variável: 07 indicadores

Estadual
Política Estadual de Financiamento da
Componentes de Financiamento da Atenção Primária à Saúde
 Parte fixa: 03 componentes
Atenção Primária à Saúde  Parte variável: 02 indicadores

Federal
Programa Previne Brasil
 Capitação ponderada
 Pagamento por desempenho
 Incentivo para ações estratégicas
 Incentivo financeiro com base em critério populacional
*Incentivo financeiro de fator de correção
INDICADORES/COMPONENTES DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE COM IMPACTO NOS INCENTIVOS DE CUSTEIO FEDERAL E ESTADUAL
Indicadores do Programa Previne Brasil
Normativa de referência: PORTARIA GM N. 3.222, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2019
Materiais de apoio: Nota Técnica Nº 5/2020-DESF/SAPS/MS; Manual Instrutivo do Financiamento da Atenção Primária à Saúde, 2021
1. Proporção de gestantes com pelo menos seis consultas pré-natal realizadas, sendo a primeira até a 20ª semana de gestação
2. Proporção de gestantes com realização de exames para sífilis e HIV
3. Proporção de gestantes com atendimento odontológico realizado
4. Cobertura de exame citopatológico
5. Cobertura vacinal de poliomielite inativada e de pentavalente
6. Percentual de pessoas hipertensas com pressão arterial aferida em cada semestre
7. Percentual de diabéticos com solicitação de hemoglobina glicada
Indicadores/Componentes da Política Estadual de Financiamento da Atenção Primária à Saúde
Normativa de referência: RESOLUÇÃO SES/MG Nº 7.627, DE 03 DE AGOSTO DE 2021
Materiais de apoio: Manual Técnico da Política Estadual de Financiamento da Atenção Primária à Saúde nos termos da Resolução SES/MG nº 7.627/2021; FAQ – Política
Estadual de Financiamento de Atenção Primária à Saúde
1. Ações de Gestão dos Serviços de Atenção Primária à Saúde
2. Apoio Multiprofissional - atuação de diferentes categorias profissionais na APS
3. Percentual de equipes de Saúde Bucal (eSB) em relação às equipes de saúde da família (eSF) e equipes de Atenção Primária (eAP)
4. Cobertura populacional estimada das equipes de saúde da família (eSF)
Indicadores da Política Estadual de Promoção da Saúde
Normativa de referência: RESOLUÇÃO SES/MG Nº 7.610, DE 21 DE JULHO DE 2021
1. Número de ações de atividades coletivas em atividade física e práticas corporais oferecidas pelo município
2. Número de atividades coletivas de educação em saúde voltadas para a promoção da Saúde
3. Número de atividades coletivas de gestão intersetorial voltadas para promoção da saúde
4. Percentual de registros de formulários de marcadores de consumo alimentar de crianças menores de 10 anos
5. Percentual de acompanhamento das condicionalidades de saúde do Programa de Transferência de Renda dos beneficiários com perfil Saúde
6. Número de ações para implantação das Políticas de Promoção da Equidade em Saúde
7. Percentual de acompanhamento do estado nutricional da população
2. Política Estadual de Atenção Primária à Saúde

Fortalecimento do papel do Coordenador Municipal da APS

Fortalecimento do Apoio Multiprofissional na APS

Política Estadual de Financiamento da APS Política Estadual de Financiamento da APS


Componente 1: Apoio Multiprofissional Componente 2: Ações de Gestão dos Serviços de Atenção Primária à Saúde
3. Política Estadual de Financiamento da Atenção Primária à Saúde

 Adesão, por meio da assinatura do termo de compromisso, realizada por 100% dos municípios sob
jurisdição da SRS Montes Claros.

 Pagamento do valor integral do incentivo referente ao 2º e 3º quadrimestre de 2021 - situação de


emergência em saúde pública no Estado de Minas Gerais: mantida a apuração dos indicadores com a
finalidade de monitoramento e apoio aos municípios.
Incentivo Financeiro da
Política Estadual de
Financiamento da Atenção
Primária à Saúde
Componente Fixo 1 – Incentivo Per Capita

Incentivo Per Capita =

População IBGE

Valor per capita de acordo com o fator de


alocação

*municípios com população IBGE inferior a 7.000


habitantes: será considerado o nº de 7.000
habitantes para cálculo do incentivo per capita.

Verdelândia
Componente Fixo 2 – Ações de Gestão dos Serviços de Atenção Primária à Saúde

 O valor do incentivo financeiro de que trata esse componente corresponderá a R$ 3.128,15 de custeio mensal por
município.

 A SMS deverá informar a execução das ações de gestão dos serviços na APS por meio do preenchimento do formulário
eletrônico e envio quadrimestral às URS para análise conforme cronograma que será disponibilizado em nota técnica
especifica.

 Validação: consolidação das informações recebidas e ciência na CIB Micro ao final de cada quadrimestre avaliado.

 O município fará jus ao incentivo financeiro de que trata esse componente somente no quadrimestre em que for
informado o cumprimento do mesmo.
Componente Fixo 2 – Ações de Gestão dos Serviços de Atenção Primária à Saúde
Componente Fixo 3 – Apoio Multiprofissional

 Carga horária mínima por categoria: 20 h semanais *exceção: municípios que fizerem adesão à Política
de Descentralização do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica – carga horária < 20 h
 Carga horária máxima por profissional: 60 h semanais

Atenção! Serão contabilizados apenas os profissionais de saúde cadastrados nos estabelecimentos de APS
que possuem os seguintes códigos:
01 - Posto de saúde
02 - Centro de Saúde/Unidade Básica
15 - Unidade Mista
Exemplo: Avaliação 2º Quadrimestre – maio, junho, julho e agosto
Indicador 1 – Percentual de eSB em relação às eSF e eAP
Indicador 2 – Cobertura populacional estimada das eSF
3. Programa Previne Brasil

Program
a Previne
Brasil
Repasses Programa Previne Brasil - 2021 3° Quadrimestre

competências financeiras:
setembro, outubro, novembro e
2° Quadrimestre
dezembro
1° Quadrimestre
competências financeiras:  CAPITAÇÃO PONDERADA
maio, junho, julho e agosto *Novas regras - Portaria GM/MS nº 2.254, de 3
competências financeiras: de setembro de 2021
janeiro, fevereiro, março e abril
 PAGAMENTO POR DESEMPENHO 100%
 CAPITAÇÃO PONDERADA 100%
*Portaria GM/MS Nº 2.396, de 22 de setembro de
 CAPITAÇÃO PONDERADA 100% 2021
 PAGAMENTO POR DESEMPENHO 100%
 PAGAMENTO POR DESEMPENHO 100%  INCENTIVO FINANCEIRO COM BASE EM
 INCENTIVO FINANCEIRO COM BASE EM CRITÉRIO POPULACIONAL
 INCENTIVO FINANCEIRO COM BASE EM CRITÉRIO POPULACIONAL *Portaria GM/MS Nº 2.396, de 22 de setembro de
CRITÉRIO POPULACIONAL 2021
 INCENTIVO PARA AÇÕES ESTRATÉGICAS
 INCENTIVO PARA AÇÕES ESTRATÉGICAS  INCENTIVO PARA AÇÕES ESTRATÉGICAS

 INCENTIVO FINANCEIRO DE FATOR DE CORREÇÃO

 Esse incentivo será transferido somente para os municípios que apresentarem decréscimo dos valores quando comparados os incentivos recebidos em 2019 e o
resultado da aplicação, para o ano de 2021, das regras de capitação ponderada, pagamento por desempenho e incentivos para ações estratégicas
 Publicação quadrimestral da lista dos municípios contemplados e valores a serem transferidos no quadrimestre
 Repasse mensal
https://aps.saude.gov.br/gestor/financiamento/pagamentodesempenho/
https://egestorab.saude.gov.br/paginas/acessoPublico/relatorios/relatoriosPublicos.xhtml
https://egestorab.saude.gov.br/paginas/acessoPublico/relatorios/relatoriosPublicos.xhtml
*período gestacional

1º Quad.: janeiro a abril

2º Quad.: maio a agosto

3º Quad.: setembro a dezembro


Orientações Gerais - Indicadores do Programa Previne Brasil
Indicador Descrição do Indicador Ações para melhoria do Indicador

http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/m https://sisab.saude.gov.br/resource/file/document
anual_financiamento_aps.pdf o_orientador_indicadores_de_desempenho_20021
0.pdf
*Nota Técnica Nº 5/2020-DESF/SAPS/MS
https://egestorab.saude.gov.br/image/?file=20200204_N_SEIMS-0
013327270-NotaTecnicaIndicadores_3604088260565235807.pdf
**Notas Técnicas e Guias para Qualificação dos Indicadores.
Disponíveis em:
https://sisab.saude.gov.br/paginas/acessoPublico/documentos/Ind
exDocumentos.xhtml
Indicador Descrição do Indicador Ações para melhoria do Indicador
Proporção de gestantes com Para cálculo desse indicador é considerada a gestante • Realizar vigilância ativa das pessoas adscritas
pelo menos seis consultas que durante o período gestacional (42 semanas) teve à equipe, estando atento aos sinais de
pré-natal realizadas, sendo a pelo menos seis consultas pré-natal, sendo a primeira até gestação;
primeira até a 20ª semana de a 20° semana de gestação.
• Acompanhar proativamente o quantitativo
gestação
Denominador: são consideradas as mulheres gestantes de consultas de pré-natal por cada gestante
Atenção aos registros no e-SUSAB! que no período avaliado completaram 42 semanas de (por meio de relatórios de sistema de
Cadastro individual gestação e estão corretamente cadastradas, por meio de informação ou controle manual);
um cadastro completo ou incompleto, e vinculadas a uma
 Vinculação à equipe • Facilitar o acesso aos testes de gravidez
eSF ou eAP. A identificação da gestação se dá a partir do
Condição avaliada em (preferencialmente teste rápido) por meio de
cálculo da idade gestacional ou data da última
atendimento individual com escuta inicial qualificada;
médico ou enfermeiro (no PEC: menstruação preenchidas no sistema, durante o primeiro
ativação do módulo pré-natal) atendimento de pré-natal, realizado por médico ou • Agendar consulta subsequente à anterior
Consultas com profissional CBO
enfermeiro cadastrado em eSF ou eAP. para as gestantes, acompanhando possíveis
correto faltas e acionando a gestante por meio
Numerador: são consideradas, entre as gestantes
Encerramento/finalização da telefônico ou presencial (domicílio) para
identificadas no denominador, as que tiveram no mínimo
gestação no sistema após o parto, entender o motivo;
aborto...
seis consultas de pré-natal realizadas por médico ou
enfermeiro cadastrado em eSF ou eAP, sendo a 1ª • Agenda aberta para a gestante, evitando
Se CDS - documento informado consulta realizada até a 20° semana de gestação. reservas de dia/período que não permitam à
(CNS ou CPF) no ficha de
procedimento deve ser igual ao gestante escolher o melhor dia/período para
documento informado no cadastro ela, evitando absenteísmo
individual.
Indicador Descrição do Indicador Ações para melhoria do Indicador
Proporção de gestantes Para cálculo desse indicador é considerada a gestante que, Além das ações descritas para o indicador
com realização de exames durante o período gestacional (42 semanas), teve sorologia anterior, adicionalmente é importante:
para sífilis e HIV avaliada ou teste rápido realizado para sífilis e HIV.
• Solicitar a primeira “bateria” desses exames
Atenção aos registros no e-   logo na primeira consulta de pré-natal;
SUSAB!
Cadastro individual
Denominador: são consideradas as mulheres gestantes que, • Acionar o ACS para averiguar se os exames
no período avaliado, completaram 42 semanas de gestação e foram feitos e, caso não tenham, desenvolver
 Vinculação à equipe estão corretamente cadastradas, por meio de um cadastro estratégias para facilitar o acesso aos exames.
Condição avaliada em completo ou incompleto e vinculadas a uma eSF ou eAP. A
atendimento individual com • Caso a mulher não tenha sorologias recentes,
identificação da gestação se dá a partir do cálculo da idade
médico ou enfermeiro (no PEC: solicitar os exames mesmo que ainda não se
ativação do módulo pré-natal) gestacional ou data da última menstruação preenchidas no
tenha confirmação da gravidez;
sistema, durante o primeiro atendimento de pré-natal,
Consultas com profissional
realizado por médico ou enfermeiro cadastrado em eSF ou
CBO correto • Dar preferência aos testes rápidos;
eAP.
Exames - Sífilis e HIV • Caso não haja teste rápido disponível, ter
  noção dos tempos necessários entre solicitação,
Encerramento/finalização da
gestação no sistema após o marcação no laboratório e realização do exame
parto, aborto...
Numerador: são consideradas, entre as gestantes
na realidade da sua rede de atenção;
identificadas no denominador, as que tiveram um exame
Se CDS - documento avaliado de sorologia de sífilis (VDRL) ou de teste rápido • Criar fluxo facilitado para a marcação desses
informado (CNS ou CPF) no
ficha de procedimento deve ser realizado para sífilis e exame avaliado de sorologia de HIV ou exames e acompanhamento do agendamento
igual ao documento informado teste rápido realizado para HIV. Esses exames somente serão para gestante pela importância do tempo maior
no cadastro individual. contabilizados se feitos no período da gestação (42 semanas) para esse grupo.
e devidamente registrados no sistema.
Indicador Descrição do Indicador Ações para melhoria do Indicador
Para cálculo desse indicador é considerada a gestante que,  Marcar consulta com a equipe de saúde bucal
Proporção de gestantes durante o período gestacional (42 semanas), teve pelo menos já no primeiro contato pré-natal da equipe de
com atendimento uma consulta odontológica individual. saúde da família (preferencialmente no
odontológico realizado momento da confirmação da gestação,
 
inserindo esse elemento como mais um no
Atenção aos registros no e- Denominador: são consideradas as mulheres gestantes que checklist básico de primeira consulta);
SUSAB!
no período avaliado completaram 42 semanas de gestação e
Cadastro individual estão corretamente cadastradas, por meio de um cadastro  Manter vaga aberta na agenda da equipe de
 Vinculação à equipe completo ou incompleto e vinculadas a uma eSF ou eAP. A saúde bucal em quantidade proporcional ao
total de gestantes acompanhadas pelas
Condição avaliada em identificação da gestação se dá a partir do cálculo da idade
atendimento individual com gestacional ou data da última menstruação preenchidas no equipes de saúde da família (tais vagas deverão
médico ou enfermeiro (no PEC: sistema, durante o primeiro atendimento de pré-natal, ser ocupadas por outras pessoas caso não
ativação do módulo pré-natal) realizado por médico ou enfermeiro cadastrado em eSF ou sejam por gestantes);
Consultas com profissional eAP.
CBO correto • Criar canal de comunicação direto entre as
Numerador: são consideradas, entre as gestantes equipes (e-mail, chat, prontuário eletrônico,
Atendimento odontológico
identificadas no denominador, as que tiveram no mínimo um telefone ou outro disponível) para verificar o
Encerramento/finalização da atendimento odontológico individual realizado (e registrado) encaminhamento e retorno, mesmo que
gestação no sistema após o
parto, aborto... pelo cirurgião-dentista durante o período gestacional (42 ambas as equipes estejam no mesmo ambiente
semanas). físico.
Se CDS - documento
informado (CNS ou CPF) no  
ficha de procedimento deve ser
igual ao documento informado
no cadastro individual.
Indicador Descrição do Indicador Ações para melhoria do Indicador
Para cálculo desse indicador é considerada a mulher de 25 a  Ter dados populacionais para mensuração da
Cobertura de exame 64 anos que, nos últimos três anos, realizou no mínimo uma oferta necessária ao rastreamento adequado
citopatológico coleta de exame citopatológico. para toda a população feminina na faixa etária;
  •Ter controle individualizado dessa população,
e não por quantitativo total, evitando realizar o
Atenção aos registros no e- Denominador: é considerada a mulher que está
exame sempre para as mesmas mulheres e
SUSAB! corretamente cadastrada, com cadastro completo ou
deixando outras de fora do programa de
Cadastro individual incompleto, e vinculada a uma eSF ou eAP. A mulher deve
rastreamento;
estar na faixa etária de 25 a 64 anos no último dia do período
 Vinculação à equipe avaliado. Essa faixa etária é calculada na base federal, a partir • Ter método de controle do seguimento das
Procedimento – coleta da data de nascimento da mulher. mulheres com exame alterado (sistema
exame citopatológico eletrônico ou registro de papel, ambos
 
 Se CDS - data de nascimento verificados periodicamente);
com registro igual na ficha de Numerador: são consideradas, entre as mulheres
procedimento e no cadastro • Ofertar esse exame a todas as mulheres na
individual identificadas no denominador, as que, nos últimos três anos,
idade preconizada que frequentam a unidade,
realizaram uma coleta (registrada no sistema) de exame
Se CDS - documento independentemente do motivo.
informado (CNS ou CPF) na citopatológico na faixa etária de 25 a 64 anos.
ficha de procedimento deve ser
igual ao documento informado
no cadastro individual.
Indicador Descrição do Indicador Ações para melhoria do Indicador
Para cálculo desse indicador é considerado o número de • Realizar captação das crianças logo após o
Cobertura vacinal de doses aplicadas em crianças menores de 1 ano, obtido na nascimento, de preferência no momento do
poliomielite inativada e de fonte de dados do SI-PNI, dividido pelo número de crianças teste do pezinho e/ou consulta puerperal,
pentavalente cadastradas menores de 1 ano, da base de dados do SISAB. marcando a primeira consulta de puericultura
para a primeira semana de vida;
Atenção aos registros no e-  
SUSAB! • Orientar sobre a importância das vacinas já
Denominador: é considerada a criança que está
Cadastro individual (logo nas consultas de pré-natal e continuar ao
corretamente cadastrada, com cadastro completo ou
após o nascimento, longo das consultas de puericultura;
providenciar CNS ou CPF para o incompleto, e vinculada a uma eSF ou eAP, desde de que no
RN) registro da aplicação tenha sido preenchida a data de •Manter acompanhamento dos faltosos
 Vinculação à equipe
nascimento. A criança deve estar com menos de 1 ano de (atraso no calendário vacinal) individualmente
idade no último dia do período analisado (base de dados e fazer busca ativa;
 Se CDS - data de SISAB).
nascimento com registro igual •Manter contato com creches para verificação
na ficha de vacinação e no   do calendário vacinal, acompanhamento
cadastro individual
conjunto e diálogo colaborativo entre as
Se CDS - documento Numerador: é considerado o menor número de doses
partes.
informado (CNS ou CPF) no aplicadas entre a 3ª dose de poliomielite inativada e a 3ª
ficha de procedimento deve ser dose de pentavalente, em menores de 1 ano (base de dados
igual ao documento informado
no cadastro individual. SI-PNI).
 
Indicador Descrição do Indicador Ações para melhoria do Indicador
  Para cálculo desse indicador é considerada a • Manter acompanhamento nominal das pessoas com
pessoa que apresenta a condição de hipertensão hipertensão adscritas à equipe, verificando frequência de
Percentual de pessoas
arterial e que teve no mínimo duas aferições de acompanhamento;
hipertensas com pressão
PA no último ano.
arterial aferida em cada • Criar um fluxo para propiciar o constante monitoramento
semestre   de pressão arterial (PA) dos usuários na USF com a
Atenção aos registros no e- Denominador: é considerada como pessoa finalidade de que pessoas com hipertensão arterial
SUSAB! sistêmica (HAS) tenham o hábito de monitorar a sua PA;
hipertensa aquela que está corretamente
Cadastro individual cadastrada, com cadastro completo ou • O agendamento das consultas de acompanhamento deve
 Vinculação à equipe incompleto, e vinculada a uma eSF ou eAP e que ser feito não só para o médico, mas também para o
teve um atendimento individual com a condição enfermeiro da equipe. Ambos podem acompanhar o
Condição avaliada “HAS” em
atendimento individual com avaliada hipertensão arterial no último ano. O indivíduo com essa condição (resguardadas as diferenças de
médico ou enfermeiro atendimento deve ser realizado por médico ou atuação e observações de protocolos de atendimento);
Atendimento individual –
enfermeiro.
• Orientar o cidadão com hipertensão sobre a importância
profissional com CBO correto
  das consultas de acompanhamento e a verificação da PA no
PA aferida com intervalo serviço, mesmo que esta não esteja descompensada;
mínimo de 6 meses Numerador: são consideradas, entre as pessoas
hipertensas identificadas no denominador, as • Flexibilizar agenda sem realizar reserva de período para
Se CDS - documento
informado (CNS ou CPF) no que tiveram a realização do procedimento de esse público, possibilitando a consulta no melhor horário
ficha de procedimento deve ser aferição de pressão arterial, uma vez a cada seis para o cidadão sem bloquear acesso de pessoas com outras
igual ao documento informado meses no último ano. A pressão arterial deve ser condições de saúde/doença.
no cadastro individual.
aferida pelo médico, enfermeiro ou técnico de
enfermagem
Indicador Descrição do Indicador Ações para melhoria do Indicador
Percentual de diabéticos Para cálculo desse indicador é considerada a pessoa que  Manter acompanhamento nominal das
com solicitação de apresenta a condição de diabetes e teve uma solicitação de pessoas com diabetes adscritas à equipe,
hemoglobina glicada hemoglobina glicada no último ano. verificando frequência de acompanhamento;
  • O agendamento das consultas de
Atenção aos registros no e- acompanhamento deve ser feito não só para o
SUSAB! Denominador: é considerada como pessoa diabética aquela
médico, mas também para o enfermeiro da
que está corretamente cadastrada, com cadastro completo
Cadastro individual equipe. Ambos podem acompanhar o
ou incompleto, e vinculada a uma eSF ou eAP e que teve um
indivíduo com essa condição (resguardadas as
 Vinculação à equipe atendimento individual com a condição diabetes avaliada no
diferenças de atuação e observações de
Condição avaliada “DM” em último ano. protocolos de atendimento);
atendimento individual com
médico ou enfermeiro  
• Orientar o cidadão com diabetes sobre a
Atendimento individual – Numerador: são consideradas as pessoas diabéticas importância das consultas de
profissional com CBO correto identificadas no denominador que tiveram uma solicitação acompanhamento, dos exames laboratoriais e
Exame solicitado – de hemoglobina glicada realizada por médico ou enfermeiro de levar os resultados no retorno;
hemoglobina glicada no último ano.
• Flexibilizar agenda sem reservar período para
Se CDS - documento   esse público, possibilitando a consulta no
informado (CNS ou CPF) no
ficha de procedimento deve ser melhor horário para o cidadão sem bloquear
igual ao documento informado acesso de pessoas com outras condições de
no cadastro individual. saúde/doença.
Monitoramento dos Indicadores
Monitoramento dos Indicadores
O que vocês podem fazer para contribuir para
melhoria dos Indicadores de Saúde no município?
Obrigada!
Coordenação de Atenção à Saúde - CAS
Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros
Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais

Você também pode gostar