Você está na página 1de 20

Poluição Marinha

Aline Louzada
e
Nathália Carvalho
O que é poluição marinha?
 De acordo com a Comissão Internacional
para a Explotação dos Oceanos (ICES-
International Commission for the Explotation
of the Seas) a poluição marinha é definida
como “a introdução pelo homem direta ou
indiretamente de substâncias ou energias no
meio marinho que resultam em efeitos
deletérios como prejuízo aos recursos vivos;
prejuízo à saúde humana; dificuldades das
atividades marítimas, como a pesca;
impedimento da utilização das águas para os
fins adequados e redução das amenidades”.
Causas
 Emissões industriais;
Águas residuais não tratadas;
Poluição proveniente dos rios;
Substâncias descarregadas pelos
barcos, entre outros.
Tipos
Substâncias químicas e metais
pesados;
Eutrofização;
Derrames acidentais de petróleo;
Desgaseificação no mar;
Resíduos nucleares imersos;
Poluição biológica;
Resíduos sólidos.
Conseqüências
 Aparecimento de organismos que prejudicam o
desenvolvimento da vida marinha e também
comprometem o percentual de alimentos;
 A recomposição dos oceanos se torna
praticamente impossível devido a grande
quantidade de lixo tóxico neles lançado;
 O comprometimento da produção de oxigênio
pelos plânctons;
 Animais marinhos e aves que se afogam,asfixiam
e são envenenadas pelo vazamento de petróleo;
 O agravamento global da chuva ácida.
Derrame de petróleo
 Resulta essencialmente de naufrágios de navios
petroleiros;
 Também pode envolver plataformas, portos,
terminais, refinarias e dutos;
 Convenção Internacional para Prevenção da
Poluição por Navios (MARPOL)
 Tem sido cada vez mais freqüente devido à
intensificação do tráfico de crude por via
marítima;
 O dano causado não depende apenas do volume
vazado;
 O petróleo é um hidrocarboneto, por isso não
dissolve na água.
Efeitos do óleo nos organismos
Morte direta por recobrimento e asfixia
Morte direta por intoxicação
Morte de larvas e recrutas
Redução na taxa de fertilização
Perturbação nos recursos alimentares
Bioacumulação
Incorporação de substâncias carcinogênicas
Efeitos indiretos subletais
Principais vazamentos de óleo
envolvendo navios
Data Navio Região Vol vazado
(ton)
1º 1979 Atlantic Empress Tobago 287.000

2º 1991 ABT Summer Angola 260.000

3º 1983 Castillo de Belver Africa do Sul 252.000

4º 1978 Amoco Cadiz França 227.000

5º 1991 Haven Itália 144.000

6º 1938 Odyssey Canadá 132.000

7º 1967 Torrey Canyon Reino Unido 119.000

8º 1972 Sea Star Golfo de Oman 115.000

9º 1980 Irenes Serenade Grécia 100.000

10º 1976 Urquiola Espanha 100.000

53º 1989 Exxon Valdez Alaska 41 milhões de


litros
Principais vazamentos de óleo
envolvendo outras fontes
Datas Causa Região Vol vazado (ton)

26/01/91 Guerra do Golfo Kuwait-Golfo Pérsico 7.780.000


Pérsico

03/06/79 Poço de petróleo Ixtoc Cempeche-México 4.480.000

02/03/92 Poço de petróleo Uzbequistão 2.816.000

04/02/83 Plataforma petrolífera Irã- Golfo Pérsico 2.560.000


Nowruz

01/08/80 Poço de petróleo D 103 Libia 1.344.000


Dois dos principais naufrágios
• Amoco Cadiz • Exxon Valdez
Amoco Cadiz
Amoco Cadiz
Naufragou em 1978, na França,
derramando 227.000 toneladas de
petróleo.
Inicialmente formou uma mancha de
petróleo na dimensão de 6,5km de raio,
que mais tarde se estendeu para 16km
de largura e 72km de comprimento.
Exxon Valdez
Exxon Valdez
O navio da maior petrolífera do mundo
derramou 41 milhões de litros de óleo na
costa do Alasca, afetando a vida animal
até hoje.
Formou uma mancha de 3.300Km² de
extensão
Métodos de Limpeza
Absorventes

Aplicação de turfas

Corte da Vegetação
Métodos de Limpeza
Bombeamento à vácuo

Barreiras, esteiras recolhedoras e


skimmers
Métodos de Limpeza

Dispersantes químicos

Aplicação de dispersantes
Operação TEBAR V
Recolha manual. S. Sebastião - SP

Limpeza manual de costões Limpeza manual de praias


rochosos
Métodos de Limpeza
Limpeza natural
Abaixo as técnicas indicadas pela CETESB para serem aplicadas nos diferentes
ambientes costeiros.
Manguezal /
Águas  abertas
Marisma Substrato
Costão Recife
Técnica Praia s
rochoso águas de coral
bosque marinhos costeiras oceânicas
adjacentes
Bombea-
mento à • • • • • •
vacuo
Recolhi-
mento • • • - • - • •
manual

Absorventes • • • • •
Limpeza
natural • • • • • • • •
Barreiras,
esteiras, • • • •
skimmers
Lavagem
com água - • - - - - - -
corrente
Corte
controlado       ••        
de vegetação

Dispersan-
tes
- - - - - - • •
Bibliografia
• Site do CETESB
Http://www.cetesb.sp.gov.br/emergencia/acidentes/vazamento
• Conexão Marítima
http://www.conexaomaritima.com.br/oceano/oceano.htm
• Terra Mater
http://www.terramater.pt/UserFiles/04b.jpg
• Horta
http://www.horta.uac.pt/projectos/MSubmerso/old/200212/katpel_lq.jpg
• Naturlink
www.naturlink.pt/canais/Artigo.asp?iArtigo=4433

Você também pode gostar