Você está na página 1de 13

ROTEIRO PARA TRABALHO

COM APOMETRIA
• Considerações

• 1. Este roteiro deve ser considerado como sugestão de


procedimentos para a preparação e harmonização do
ambiente de trabalho, para grupos espiritistas iniciantes.
• 2. Não deve ser encarado como tentativa de padronização
dos trabalhos com Apometria, nem comparado a outros
modelos de trabalho.
• 3. Cada grupo de trabalho deve atender aos seus próprios
requisitos, quer seja de orientação por parte da direção
da casa, do dirigente do trabalho, do plano espiritual ou
do próprio momento de trabalho através da intuição.
• 4. A disciplina, silêncio, assiduidade, pontualidade,
harmonia e muito amor são requisitos básicos.
• 5. Aconselhamos a todos que se dedicam a Deus, com
base no trabalho com Apometria, aprendam as técnicas e
sejam sempre, potenciais dirigentes de trabalhos.
• 1. Abertura
Prece de abertura (feita pelo Dirigente, acompanhada por
todos): Pai Celestial, fonte de toda a vida, Pai amoroso e
misericordioso, nós te louvamos e te agradecemos por mais uma
oportunidade de trabalho, de crescimento, aprendizado e
regeneração, através da ajuda que prestamos aos nossos
irmãos, encarnados e desencarnados. Agradecemos a presença
de nosso Mestre Jesus, dos mentores espirituais desta casa, dos
nossos mentores espirituais, da equipe médica do Hospital Amor
e Caridade e de todos os seus auxiliares, das falanges de preto-
velhos e de caboclos, dos elementais da natureza e dos irmãos
espirituais encarnados e desencarnados, que aqui estão para
auxiliar-nos no trabalho de hoje. Pedimos licença a Jesus para
darmos início aos trabalhos de hoje.
Esta prece é apenas um exemplo. De preferência, as preces
devem ser espontâneas, elas propiciam a sintonia com a Equipe
Espiritual. Alguns fazem um breve relaxamento antes, respirando
e mentalizando azul e rosa unindo todo o grupo pelo Frontal e
pelo Cardíaco.
• 2. Ativação dos campos de força de proteção:

• A literatura espírita mostra que os trabalhadores da luz usam


barreiras magnéticas para proteção dos ataques das trevas. Elas
requerem muita energia para serem criadas e mantidas.

• Campos de força são barreiras magnéticas feitas pelos


encarnados para facilitar a economia energética, pois o potencial
energético do corpo físico oferece ao Plano Astral uma grande
quantidade de energia, conforme demonstra a Física (na
desintegração atômica).

• Quando em sessão mediúnica vemos entidades incorporadas


(caboclos e preto-velhos) estalando os dedos, eles estão
transferindo energia do Plano Físico para o Plano Astral.

• Aconselhamos que os grupos SEMPRE trabalhem com campos


de força (mesmo que diferente do modelo aqui sugerido), mesmo
quando já tenham formado a egrégora.
• - ativando a pirâmide inferior rubi – pulsos alfa, beta,
gama, delta épsilon
• - ativando a pirâmide superior azul – pulsos alfa, beta,
gama, delta épsilon
• - ativando 4 pilares de luz unindo as bases das
pirâmides – pulsos de 1 a 7
• - ativando a cruz crística na cor azul néon no alto da
pirâmide superior, com os dizeres Amor e Caridade –
pulsos de 1 a 7
• - ativando cruzes crísticas rubi em todas as portas,
janelas e aberturas da casa – pulsos 1 a 7.
• - ativando a esfera magnética envolvendo as pirâmides,
para aumentar o campo magnético – pulsos de 1 a 7
• - ativando anel de aço magnético envolvendo a esfera e
girando – pulsos de 1 a 7
• - ativando o cristal no topo da esfera, trazendo a luz
solar para dentro da casa, nas 7 cores do arco-íris –
pulsos de 1 a 7
• - ativandocerca eletrificada de proteção, num raio de 500 metros em torno da
casa, protegendo todos os que se encontrem nesse espaço –pulsos 1 a 7
• - ativando um túnel na cor violeta, guardado por 2 guardiões astrais que
somente deixarão entrar na casa os que tiverem permissão- pulsos de 1 a 7

• 3. Esterilização do ambiente

• - ativando a chama da Coroa Solar para a limpeza do ambiente, queimando


tudo o que for necessário queimar – pulsos de 1 a 7
• - ativando o Vento Solar, completando a limpeza do ambiente– pulsos 1 a 7

• A superfície do Sol é chamada de Fotosfera e tem 5.785º C; acima dela está a


Cromosfera com 15.000º C; e acima da Cromosfera a Coroa Solar, com
temperaturas superiores a 1.000.000º C – até hoje sem explicação.
• A irradiação da Energia da Coroa Solar captada pela Mente e acionada pela
Vontade do Dirigente, tem alto poder desintegrador: destrói vibriões, bacilos e
miasmas do Astral (não Entidades!), limpando o ambiente de trabalho.
• O Vento Solar é o fluxo de prótons, nêutrons e elétrons, ou plasma solar,
emanado da Coroa Solar. Ele banha a Terra constantemente numa velocidade
entre 400 a 750 km/s. Sua interação com o campo magnético da Terra causa as
Auroras Polares (Boreal ao Norte e Austral ao Sul).
• A força do Grupo exerce ação poderosa sobre essas partículas, fazendo com
que elas se aglutinem, sob a vontade deles, transformando-as em um
poderoso fluxo energético, com poder de desintegrar as formas-pensamento
negativas e o magnetismo parasita existente no local do trabalho.
• - ativando as cores verdes para esterilizar,
azul, dourado e rosa para harmonizar, fixando
tudo com branco cintilante – pulsos de 1 a 7.
• - pedimos à Espiritualidade Maior para
recolher todos os irmãos necessitados aqui
presentes, encaminhando-os para
atendimento no Mundo Maior.
• Neste momento são recolhidos os sofredores
que vieram acompanhando encarnados, por
indução, por estarem perdidos na
erraticidade. Se houver necessidade de
diálogo com algum deles, o mesmo não será
recolhido.
• 3. Abrindo as freqüências:

• abrindo a freqüência dos médiuns e da equipe presente, desdobrando e


dissociando os corpos espirituais, colocando-os um ao lado dos outros –
pulsos de 1 a 7

• abrindo a freqüência do hospital Amor e Caridade – pulsos 1 a 7

• ativando o cilindro de luz que nos levará ao hospital Amor e Caridade –


pulsos 1 a 7

• entrando no cilindro de luz, vamos nos dirigir ao hospital, passando pela


fonte de água crística, lavando nossas mãos, braços e rosto – pulsos 1 a
7

• na entrada do hospital, vamos cumprimentar a equipe médica e seus


auxiliares, agradecendo-os pela oportunidade, e vamos retornar para dar
início ao trabalho - pulsos 1 a 7

• pedir aos médiuns para checar o ambiente.

• Se os médiuns perceberem qualquer inadequação, o Dirigente comanda a


abertura de uma pirâmide para recolher e encaminhar à Espiritualidade.
• 4. Atendimento ao paciente

• Leitura da ficha do paciente. Colocar um copo com água para o


paciente tomar ao final do trabalho. Chamar o paciente para o
atendimento.
• - aplicar um passe (só de limpeza) no paciente.
• - meu irmão (irmã), qual é o problema que o está afligindo neste
momento, que você deseja que seja aqui tratado? O problema
apresentado deverá ser o foco do tratamento.
• - dar o Evangelho para o paciente e pedir-lhe que abra uma
página e leia um parágrafo de um capítulo. Anotar o capítulo para
ser dado ao paciente, para que ele o leia em casa. O trecho do
evangelho indica o verdadeiro problema do paciente e a cura,
pois dá indicações para o seu tratamento.

• - pedimos permissão à equipe espiritual para abrir a freqüência


do paciente, desdobrando e dissociando os corpos espirituais –
pulsos 1 a 7
• - acoplando a mente do paciente com a mente dos médiuns –
pulsos 1 a 7
• - ativando branco leitoso e dourado para facilitar a visualização
dos médiuns – pulsos 1 a 7.
• Enquanto as duplas de médiuns e dialogadores
prosseguem no atendimento, o Dirigente faz a limpeza
dos cordões do paciente, usando amarelo-limão,
violeta, azul e branco cintilante, eliminando todas as
formas-pensamento negativas – pulsos 1 a 7

• Após o atendimento das entidades e personalidades, o


Dirigente comanda a ida à casa do paciente, pedindo-
lhe que mentalize a casa, que abra as portas e janelas.
A equipe desdobrada vai até o local. O Dirigente abre
pirâmides de luz prata e violeta, recolhendo todos os
irmãos que lá estiverem, dando-lhes um banho de
água crística e encaminhando-os para o HAC. Em
seguida pede ajuda aos elementais para limpar, arejar,
perfumar e colocar flores no ambiente. Depois
agradece a colaboração desses irmãozinhos e
comanda a volta da equipe para a sala de trabalho.
• Se o paciente alegou doença física, aplicar a
dialimetria e cromoterapia (só depois de tratado seu
passado, causa da doença hoje).
• Se for o caso (prática do aborto, por exemplo, ou
quando o paciente relata visões indesejadas do
astral), reconstituir a sua tela búdica.
• Aplicar Micro Organizadores Florais (MOF), se for o
caso.
• Oferecer a água para o paciente. Entregar-lhe o
papel com o capítulo do evangelho anotado.
• Orientar-lhe quanto à reforma íntima, oração do
perdão e evangelho no lar.
• Pedir-lhe que agende o próximo tratamento ou dar-
lhe alta, se for o terceiro atendimento.
• 5. Encerramento:
• Após todos os atendimentos é feito o encerramento.
• - vamos fechar a freqüência do paciente, acoplando os seus corpos
espirituais, desacoplando a sua mente das mentes dos médiuns –
pulso 1 a 7
• - pedimos permissão para deixarmos nossos postos de trabalho,
vamos nos despedindo da equipe médica e de seus auxiliares,
agradecendo pelo trabalho de hoje, e retornando aos nossos
corpos fiscos – pulsos 1 a 7
• - fechando a freqüência do hospital Amor e Caridade – pulsos 1 a 7
• - acoplando todos os corpos espirituais, alinhado os chakras –
pulsos 1 a 7
• - agradecemos a todas as correntes e fraternidades espirituais que
estiveram conosco, aos mentores da Apometria, aos entes da
natureza, aos mentores da casa e aos nossos mentores pessoais.
• - neste momento agradecemos a Deus, nosso Pai, a Jesus, nosso
divino Mestre, por mais esta oportunidade de trabalho e
aprendizagem, buscando no fundo de nossos corações os
melhores sentimentos de amor e fraternidade universal e doando as
nossas energias em forma de vibrações, para que sejam utilizadas
pela equipe espiritual para o tratamento de nossos irmãos
necessitados.
• - Pedimos licença para encerrar os trabalhos com a prece do Pai
Nosso.

Você também pode gostar