Você está na página 1de 21

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE

Centro de Ciências Exatas e da Terra

Física II - Conceitos e aplicações de ondas e óptica em ciências atmosféricas

INTERFERÊNCIA
Interferência em películas finas e aplicações

Prof. Pedro R. Mutti


pedromutti@gmail.com

Abril de 2021
Ementa da aula de hoje
o Interferência em películas finas
o Anéis de Newton
o Revestimento refletores e não refletores
o Interferômetro de Michelson

2 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Interferência em películas finas
P

3 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Interferência em películas finas

vidro t
ar
x

l
vidro

4 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Interferência em películas finas
r1 – r2 = n.λ (n=0,±1,±2,±3...) = 2t
r1 – r2 = (n + ½).λ (n=0,±1,±2,±3...) = 2t

vidro t
ar
x

l
vidro

5 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Interferência em películas finas

6 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Interferência em películas finas

7 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Interferência em películas finas

Condição Consequência
Se na > nb Onda refletida em fase
Se na < nb Onda refletida defasada

Reflexão construtiva Reflexão destrutiva


Condição (faixas claras) (faixas escuras)
Quando ambas ondas refletidas ou
2t = n.λ (n=0,±1,±2,±3...) 2t = (n + ½).λ (n=0,±1,±2,±3...)
nenhuma das ondas refletidas está

defasada
2t = (n + ½).λ (n=0,±1,±2,±3...) 2t = n.λ (n=0,±1,±2,±3...)
Quando apenas uma das duas ondas

refletidas está defasada

8 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Interferência em películas finas

Condição Consequência
Se na > nb Onda refletida em fase
Se na < nb Onda refletida defasada

Reflexão construtiva Reflexão destrutiva


Condição (faixas claras) (faixas escuras)
Quando ambas ondas refletidas ou
2t = n.λ (n=0,±1,±2,±3...) 2t = (n + ½).λ (n=0,±1,±2,±3...)
nenhuma das ondas refletidas está

defasada
2t = (n + ½).λ (n=0,±1,±2,±3...) 2t = n.λ (n=0,±1,±2,±3...)
Quando apenas uma das duas ondas

refletidas está defasada

9 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Interferência em películas espessas
• Não ocorre pois para películas espessas os raios de luz refletidos
não são coerentes;
• Por isso não vemos o padrão de reflexos arco-íris em uma janela
convencional

10 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Anéis de Newton

11 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Revestimentos refletores e não-
refletores
Ar
𝜆
Película não-refletora 𝑡 =
4
Vidro

𝑛
  𝑎𝑟 < 𝑛 𝑝𝑒𝑙 í 𝑐𝑢𝑙𝑎 < 𝑛𝑣𝑖𝑑𝑟𝑜

Condição Consequência
Se na > nb Onda refletida em fase Interferência destrutiva
Se na < nb Onda refletida defasada 2t = (n + ½).λ

12 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Revestimentos refletores e não-
refletores
Ar
𝜆
Película refletora 𝑡 =
4
Vidro

𝑛
  𝑎𝑟 < 𝑛 𝑝𝑒𝑙 í 𝑐𝑢𝑙𝑎 > 𝑛𝑣𝑖𝑑𝑟𝑜

Condição Consequência
Se na > nb Onda refletida em fase Interferência construtiva
Se na < nb Onda refletida defasada 2t = (n + ½).λ

13 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Interferômetro de Michelson

14 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Interferômetro de Michelson

15 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Exercícios

16 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Exercícios

17 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Exercícios

18 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Exercícios

19 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Estratégias para solução de
problemas

20 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON


Próxima aula
o Difração de Fresnel e difração de Fraunhofer
o Difração produzida por uma fenda simples
o Difração produzida por fendas múltiplas
o Redes de difração

pedromutti@gmail.com

21 INTERFERÊNCIA: PELÍCULAS FINAS E INTERFERÔMETRO DE MICHELSON

Você também pode gostar