Você está na página 1de 11

DÚVIDAS SOBRE A “CRISMA”

1. O QUE SIGNIFICA?
2. PORQUE SE CHAMA CRISMA OU CONFIRMAÇÃO?
3. QUAL É O LUGAR DA CONFIRMAÇÃO NO DESÍGNIO DIVINO DA SALVAÇÃO?
4. QUAL O RITO ESSENCIAL DA CONFIRMAÇÃO?
5. QUAL É O EFEITO DA CONFIRMAÇÃO?
6. QUEM PODE RECEBER ESTE SACRAMENTO?
7. QUEM PODE SER PADRINHO/MADRINHA DE UM CRISMANDO ?
8. QUEM É O MINISTRO DA CONFIRMAÇÃO?
1. O QUE SIGNIFICA?
A Crisma é o sacramento que completa o batismo e pelo qual recebemos o dom
do Espírito Santo. Quem se decide livremente por uma vida como filho de Deus e
pede o Paráclito, sob o sinal da imposição das mãos e da unção do óleo do
Crisma, obtém a força para testemunhar o amor e o poder do Senhor com
palavras e atos. Essa pessoa agora é membro legítimo e responsável da Igreja
Católica.

A CRISMA É UM ACORDO QUE O CRISMANDO FAZ COM DEUS E TEM QUE


HONRA-LO ATÉ O FINAL DA VIDA !
2.PORQUE SE CHAMA CRISMA OU CONFIRMAÇÃO?

Chama-se Crisma por causa do rito


essencial que é a unção. Chama-se
Confirmação, porque confirma e reforça
a graça baptismal.
3.QUAL É O LUGAR DA CONFIRMAÇÃO NO DESÍGNIO DIVINO DA SALVAÇÃO?

Na Antiga Aliança, os profetas anunciaram a comunicação do Espírito


do Senhor ao Messias esperado e a todo o povo messiânico. Toda a
vida e missão de Jesus se desenvolvem numa total comunhão com o
Espírito Santo. Os Apóstolos recebem o Espírito Santo no Pentecostes
e anunciam «as grandes obras de Deus» (At 2,11). Comunicam aos
neófitos, através da imposição das mãos, o dom do mesmo Espírito.
Ao longo dos séculos, a Igreja continuou a viver do Espírito e a
comunicá-lo aos seus filhos.
4. QUAL O RITO ESSENCIAL DA CONFIRMAÇÃO?

O rito essencial da Confirmação é a unção com o santo


crisma (óleo misturado com bálsamo, consagrado pelo
Bispo), feita com a imposição da mão por parte do ministro
que pronuncia as palavras sacramentais próprias do rito. No
Ocidente, tal unção é feita sobre a fronte do batizado com as
palavras: «Recebe por este sinal, o Espírito Santo, o Dom de
Deus». Nas Igrejas Orientais de rito bizantino, a unção faz-se
também noutras partes do corpo, com a fórmula: « Selo do
dom do Espírito Santo».
5.QUAL É O EFEITO DA CONFIRMAÇÃO?

O efeito da Confirmação é a efusão especial do


Espírito Santo, como no Pentecostes. Tal efusão
imprime na alma um carácter indelével e traz
consigo um crescimento da graça baptismal:
enraíza mais profundamente na filiação divina;
une mais firmemente a Cristo e à sua Igreja;
revigora na alma os dons do Espírito Santo; dá
uma força especial para testemunhar a fé cristã.
6. QUEM PODE RECEBER ESTE SACRAMENTO?
Cân. 889 § 1. É capaz de receber a confirmação todo o batizado ainda não confirmado, e
somente ele.
§ 2. Exceto em perigo de morte, para alguém receber licitamente a confirmação, se
requer, caso tenha uso da razão, que esteja convenientemente preparado, devidamente
disposto, e que possa renovar as promessas do batismo.

Cân. 890 Os fiéis têm a obrigação de receber tempestivamente esse sacramento; os pais,
os pastores de almas, principalmente os párocos, cuidem que os fiéis sejam devidamente
instruídos para o receberem e que se aproximem dele em tempo oportuno.

Cân. 891 O sacramento da confirmação seja conferido aos fiéis, mais ou menos na idade
da discrição, a não ser que a Conferência dos Bispos tenha determinado outra idade, ou
haja perigo de morte, ou, a juízo do ministro, uma causa grave aconselhe outra coisa.
7. QUEM PODE SER PADRINHO/MADRINHA DE UM CRISMANDO ?
Cân. 892 Enquanto possível, assista ao confirmando um padrinho, a quem cabe cuidar que o confirmando se
comporte como verdadeira testemunha de Cristo e cumpra com fidelidade as obrigações inerentes a esse
sacramento.
Cân. 893 § 1. Para que alguém desempenhe o encargo de padrinho, é necessário que preencha as condições
mencionadas no cân. 874.
§ 1. Para que alguém desempenhe o encargo de padrinho, é necessário que preencha as condições mencionadas
no cân. 874.

Cân. 874 § 1. Para que alguém seja admitido para assumir o encargo de padrinho, é necessário que:
1° - seja designado pelo batizando, por seus pais ou por quem lhes faz as vezes, ou, na falta deles, pelo próprio
pároco ou ministro, e tenha aptidão e intenção de cumprir esse encargo;
2° - Tenha completado dezesseis anos de idade, a não ser que outra idade tenha sido determinada pelo Bispo
diocesano, ou pareça ao pároco ou ministro que se deva admitir uma exceção por justa causa;
3° - seja católico, confirmado, já tenha recebido o santíssimo sacramento da Eucaristia e leve uma vida de
acordo com a fé e o encargo que vai assumir;
4° - não tenha sido atingido por nenhuma pena canônica legitimamente irrogada ou declarada;
5° - não seja pai ou mãe do batizando.
8.QUEM É O MINISTRO DA CONFIRMAÇÃO?

O ministro originário é o Bispo. Assim se manifesta o


laço do crismado com a Igreja na sua dimensão
apostólica. Quando o presbítero confere este
sacramento – como acontece ordinariamente no
Oriente e em casos especiais no Ocidente – o laço com
o Bispo e com a Igreja é expresso pelo presbítero,
colaborador do Bispo, e pelo santo crisma, consagrado
pelo Bispo.
VOCÊ ESTÁ
PREPARADO PARA
COMEÇAR ESSA
CAMINHADA ?

Você também pode gostar