Você está na página 1de 6

DIÁLOGOS ENTRE A LITERATURA

E OUTRAS LINGUAGENS
PAULO NETO
A ARTE E SUAS MANIFESTAÇÕES
A arte é um meio que o ser humano utiliza para mostrar • 2ª Arte – Dança / Coreografia (movimento)
o mundo; a sociedade; o cotidiano; valores políticos, • 3ª Arte – Tudo sobre Pintura (cor)
sociais e religiosos. Quando o assunto é arte deve
• 4ª arte – Tudo sobre Escultura (volume)
lembrar uma relação clara entre homem e linguagem.
• 5ª Arte – Tudo sobre Teatro (representação)
Em 1911, Ricciotto Canudo, crítico de cinema italiano
escreveu o Manifesto das Sete artes, que só foi • 6ª Arte – Literatura (escrita)
publicado em 1923. Nesse manifesto, ele ordenou, além • 7ª Arte – Tudo sobre Cinema
do cinema, considerado a sétima arte, outras seis de • 8ª Arte – Tudo sobre Fotografia (imagem)
acordo com uma ordem consensual, isto é, segundo
uma maioria que concordava com essa disposição. Anos
• 9ª Arte – Quadrinhos (arte sequencial)
mais tarde, historiadores da arte acrescentaram a esse • 10ª arte – Jogos Digitais (videogame)
manifesto outras quatro artes, estabelecendo assim • 11ª Arte – Tudo sobre Arte Digital (integra artes
uma ordenação que acabou se consagrando. São elas: gráficas, computadorizadas 2D, 3D e programação).
• 1ª Arte – Música (som);
OBSERVE AS PRODUÇÕES A SEGUIR E PERCEBA
COMO ELAS DIALOGAM ENTRE SI.
UM BEIJO – OLAVO BILAC
Foste o beijo melhor da minha vida,
ou talvez o pior...Glória e tormento,
contigo à luz subi do firmamento,
contigo fui pela infernal descida!

Morreste, e o meu desejo não te olvida:


queimas-me o sangue, enches-me o pensamento,
e do teu gosto amargo me alimento,
e rolo-te na boca malferida.
Beijo extremo, meu prêmio e meu castigo,
batismo e extrema-unção, naquele instante
por que, feliz, eu não morri contigo? KLIMT, Gustav. O beijo, 1907-08. Óleo
sobre tela, 180 cm × 180 cm.
[O beijo (1888-1889) – Auguste Rodin].
Österreichische Galerie Belvedere,
Sinto-me o ardor, e o crepitar te escuto,
Viena.
beijo divino! e anseio delirante,
na perpétua saudade de um minuto...
ESTILO INDIVIDUAL

“O estilo individual é a maneira muito particular de cada


escritor ver o mundo e de organizar sua linguagem para poder
traduzir sua visão”
 Avaliar o estilo de um escritor abrange uma vasta área dentro
da linguagem explorando a parte semântica, o valor sintático
e a relatividade fonética. O objetivo de todo o aparato é
expressar, compreender e desenvolver a mensagem prevista. O
escritor não escreve aleatoriamente, busca inspiração no
mundo social, cultural, histórico e real. Não se pode esquecer
que a época também é uma grande influência. Nada mais é do
o estilo de época.
ESTILO DE ÉPOCA
• “Estilo de época é a maneira de ver e de expressar o mundo, refletindo características próprias de
uma época histórica.”
• Se ocorrer que o escritor sofra uma grande influência religiosa, é certo que o meio refletirá em sua
obra, logo no seu estilo. Já se está em alta é a ciência seja física, social, biológica refletirá uma visão
objetiva, sugere o estilo da precisão.
• Toda esta estrutura percebe na literatura, principalmente nos estilos de época da literatura. Portanto,
o melhor meio para entender uma obra ou autor é uma leitura minuciosa de sua obra identificando e
reconhecendo as características do estilo individual e as típicas do estilo de época.
QUADRO
LITERÁRIO
Trovadorismo Humanismo Classicismo
Emoção Razão
Religiosidad Equilíbrio
Barroco Arcadismo ou
e Neoclassicismo

Romantismo Realismo /
Naturalismo /
Parnasianismo

Simbolismo Pré-modernismo

Modernism
o

Você também pode gostar