Você está na página 1de 22

ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL- EEEP

ENSINO MÉDIO INTEGRADO Á EDUCAÇÃO PROFISSIONAL


CURSO TÉCNICO EM ENFRMAGEM
DISCIPLINA: URGÊNCIA E EMERGÊNCIA

ENGASGO (OVACE)

Enfa. Especialista Ana Cláudia Moreira


OVACE

•A obstrução das vias aéreas é compreendida por um


bloqueio na estrutura do sistema respiratório.
•Podem levar a inconsciência e até a uma parada
cardiorrespiratória.
• Geralmente ocasionado por alimento, vômito, sangue
dentre outros líquidos.
• Nas crianças temos como causas frequentes,
infecções, alimentos como bombons, chicletes e
salgadinhos de milho e objetos pequenos.
QUAIS OS SINAIS DE ENGASGO?

• 1. A vítima tosse com desespero


• 2. Cianose (cor da pele cinzenta ou azulada)
• 3. As veias do pescoço ficam dilatadas
• 4. Perda da consciência em últimos casos

“SINAL DE ENGASGO”: ambas as mãos ao redor da


garganta, além dos lábios e pontas dos dedos ficando
arroxeadas.
OVACE

• A obstrução pode ser parcial ou completa.

SINAIS DE OBSTRUÇÃO PARCIAL SINAIS DE OBSTRUÇÃO COMPLETA

• Consegue falar, gritar e tossir; • Incapacidade de falar, gemer, tossir


• Responde ao que você fala; ou gritar;
• Chiado alto durante a inalação; • Ausência de sons respiratórios;
• Dificuldade durante a respiração; • Uso intenso dos músculos
• Leve cianose necessários para a respiração –
narinas dilatadas, pescoço e
músculos faciais contraídos;
• Inquietação, ansiedade e confusão
progressivas;
• Ausência de resposta;
OVACE

CONFIRME COM A VÍTIMA FAZENDO A PERGUNTA


CLARAMENTE: “VOCÊ ESTÁ ENGASGANDO?”
• Se a pessoa conseguir balbuciar uma palavra você
deve esperar;
• Ela é capaz de somente acenar com a cabeça ou fazer
gestos;
• Não se precipite em dar palmadas ou socos nas
costas no intuito de ajudar.
OVACE

CONFIRME COM A VÍTIMA FAZENDO A PERGUNTA CLARAMENTE:


“VOCÊ ESTÁ ENGASGANDO?”
• Se a vítima for capaz de responder verbalmente, as medidas mais
prudentes a serem tomadas incluem:
• Busque acalmar a pessoa e passar confiança.
• Peça ao indivíduo que tussa a fim de desobstruir a traqueia.
(Nesse caso, não dê tapas e nem socos nas costas).
• Continue vigilante ao estado da vítima e permaneça preparado
para o caso da obstrução parcial tornar-se total e o engasgo
passar a representar um risco de morte por asfixia.
PRESTE OS PRIMEIROS SOCORROS

• Se o engasgo for grave e o bloqueio das vias


respiratórias for total, mas a pessoa ainda estiver
consciente, comunique que você começará a prestar
os primeiros socorros.
• Se você estiver sozinho com a vítima, comece a
prestar os primeiros socorros imediatamente antes
de ligar para o Serviço de Emergência (192 ou 193).
• Mas caso haja outra pessoa por perto, peça a ela
para fazer a chamada ou buscar ajuda.
PRESTE OS PRIMEIROS SOCORROS

“HORA DE DAR TAPAS NAS COSTAS”

• Fique em pé atrás do indivíduo e posicione-se para um ponto


que fique quase ao lado dele.
• Segure o peito do sujeito com uma das mãos e faça com que
ele incline-se um pouco para frente.
• Dê cinco tapas vigorosos entre as escápulas. Faça uma pausa
depois de cada tapa para conferir se você conseguiu provocar
a desobstrução. Em caso negativo, parta para a manobra de
Heimlich.
O QUE É A MANOBRA DE
HEIMLICH?

• A manobra de Heimlich é uma técnica de


emergência/primeiros socorros para asfixia que
consiste na realização de uma série de compressões
a nível superior do abdômen, mais precisamente
abaixo do esterno.
QUANDO É USADA?
• Esta manobra é usada em caso de bloqueio total das
vias aéreas, provocada por um pedaço de comida ou
um corpo estranho nas vias respiratórias, impedindo
a vítima de respirar.
MANOBRA DE HEIMLICH
MANOBRA DE HEIMLICH
OVACE EM LACTENTES, COMO
PROCEDER?

• Quando temos um engasgamento pediátrico, seja ele


lactente ou de criança, devemos realizar processos
de tapotagem e compressões, mesmo com ele
consciente.
• Se inicia com 5 tapotagens (nas costas, região inter
escapular) e 5 compressões no tórax desse paciente.
• Ao terminar devemos avaliar se ele voltou ou não.
OVACE EM LACTENTES, COMO
PROCEDER?

Se esse paciente ficar inconsciente, entramos no protocolo de


Reanimação cardiopulmonar para pediátrico/lactentes.
Ovace em crianças de 1 ano e
adulto… Como proceder?

• Em criança maior de 1 ano de idade, devemos


encorajar a criança a tossir;
• Caso não dê certo coloca-la sentada no colo de um
adulto e realizar manobras de Heimlich com força
apropriada para o tamanho da criança;
• A mão fechada abaixo do estômago (2 dedos abaixo
do processo xifoide) da criança, movendo-as de baixo
para cima.
Ovace em crianças de 1 ano e
adulto… Como proceder?

• Também é importante sabermos que se o paciente


entrar em PCR, precisamos fazer a reanimação dele;
• Começando com o reconhecimento dessa parada,
avaliando a presença da respiração, verificar o pulso
central;
• Acionar uma central de emergência (SAMU 192), pois
essa vitima é grave e precisará do atendimento no
local.
Ovace em crianças de 1 ano e
adulto… Como proceder?

• Todo engasgamento pediátrico, mesmo que a criança


tenha voltado, precisa ser avaliada pelo médico, pois
essa obstrução pode ter causado uma obstrução e
partido para o pulmão, gerando uma pneumonia,
agravando seu quadro clinico e podendo levar a
óbito.
ADAPTE A MANOBRA DE HEIMLICH
PARA GESTANTES OU PESSOAS OBESAS

• Nesses casos, posicione suas mãos em um ponto


mais alto do que o empregado na técnica comum.
• Esse ponto deve ficar na base do esterno;
• Dê um apertão vigoroso e rápido no peito, a
diferença é que o movimento não deve ser
direcionado para cima.
• Repita a operação até que haja a desobstrução da
traqueia e a pessoa pare de engasgar.
• Pare imediatamente se a vítima ficar inconsciente.
ADAPTE A MANOBRA DE HEIMLICH
PARA GESTANTES OU PESSOAS OBESAS
CONFIRA SE O CORPO ESTRANHO
FOI EXPELIDO TOTALMENTE

• Depois que você conseguir acabar com o engasgo,


fique atento para eventuais restos que podem ter
ficado nas vias respiratórias.
• Se o indivíduo estiver consciente, peça para que ele
expila o objeto ou suas sobras.
• Verifique se a pessoa é capaz de respirar sem
dificuldades.
PRESTE O SOCORRO ADEQUADO
A VÍTIMAS INCONSCIENTES

• Deite a vítima de barriga para cima no chão.


• Se possível, tente retirar o corpo estranho que está
causando o problema.
• Se o objeto estiver visível, isso pode ser feito com um
dos seus dedos na região da garganta do indivíduo.
• Mas se você não consegue ver a origem da
obstrução, é melhor não empregar este método.
PRESTE O SOCORRO ADEQUADO A
VÍTIMAS INCONSCIENTES

• Se o indivíduo não estiver respirando, faça uma RCP.


• Os movimentos dessa técnica exercem pressão sobre
o tórax, o que pode ajudar a desbloquear a traqueia.
• Peça para alguém ligar para os serviços de
emergência.
• Após cada movimento de pressão sobre o peito,
confira se a vítima está respirando e continue
fazendo a manobra de ressuscitação até a chegada
de uma equipe médica ou corpo de bombeiros.

Você também pode gostar