Você está na página 1de 19

DINÂMICA DE GRUPOS E

RELAÇÕES HUMANAS
Não é nada tão prático quanto uma boa teoria.
Biografia
• Kurt Lewin nasceu em 9 de setembro de 1890 em
Mogilno, Polônia. Estudou nas Universidades de
Friburgo, Munique e Berlim (Alemanha). Seu
interesse pela Psicologia aparece gradualmente.
Obteve um doutorado em Filosofia pela Universidade
de Berlim em 1914, com uma tese sobre “A
psicologia do comportamento e das emoções“.
PAI DA PSICOLOGIA
SOCIAL
• Estudo sistemático da Psicologia de Grupos Sociais foi o
germano-americano Kurt Lewin, considerado “o pai da
Psicologia Social”

• A partir de sua análise da natureza dos problemas urgentes do


mundo contemporâneo, LEWIN se convenceu de que a
sociedade precisava com urgência de um método científico para
entender a dinâmica de grupo.
COMPORTAMENTO HUMANO

• Foi dedicada à tentativa de conseguir melhor


compreensão das formas pelas quais as
pessoas mudam de comportamento, ou
resistem a tentativas de outros no sentido de
mudá-las.
TEORIA DE CAMPO
• campo "um conjunto de realidades físicas e
psicológicas, em mútua interdependência".

• Esse campo pode ser denominado espaço de vida,


onde coexistem pessoas e ambiente.

• Essa teoria é derivada da Gestalt, as forças do


ambiente levam indivíduos diferentes a reagirem de
forma diferente ao mesmo tipo de estimulo.
Teoria de Campo /Gestalt
• Essa teoria é derivada da Gestalt, as forças do ambiente levam
indivíduos diferentes a reagirem de forma diferente ao mesmo
tipo de estimulo.

• Da Psicologia da Gestalt para a Psicologia Social tem Foco na


relação de fatores ambientais nos processos básicos de
percepção, atitude, motivação.
PESQUISA AÇÃO
• Para Lewin (1978, p. 216), pesquisa-ação é “um tipo
de pesquisa de ação, uma pesquisa comparativa
acerca das condições e resultados de diversas formas
de ação social e pesquisa que leva à ação social”.
Ele propôs como objetivo da pesquisa-ação, além da
investigação teórica, a resolução do problema social.
GRUPO PARA LEWIN
• Grupo é mais do que a soma de seus membros: consiste numa
totalidade dinâmica que não resulta apenas da soma de seus
integrantes, tendo propriedades específicas enquanto
totalidade, princípio da Escola da Gestalt. Possui estrutura
própria, objetivos e relações com outros grupos.
DINÂMICA DE GRUPO
• Kurt Lewin e colaboradores deram início ao estudo da
Dinâmica de Grupo no ano de 1946 no Instituto de Tecnologia
de Massachussetts.
• A princípio, o estudo era dirigido à compreensão da origem,
natureza e evolução dos grupos, a influência das pessoas sobre
os grupos e vice-versa.
COMO AS PESSOAS
INTERAGEM?
TEORIA DA DINÂMICA
DOS GRUPOS
• De autoria de Kurt Lewin o desenvolvimento da “Teoria da
Dinâmica dos Grupos”, procura compreender a estrutura, o
poder, a liderança e a comunicação do grupo.
• No ano de 1950, a Dinâmica passou a ser utilizada nos Estados
Unidos como método de aprendizagem. Já no Brasil, começou
a ser utilizada a partir dos anos 60.
GESTALT INFLUENCIA
• Essa tendência a ''juntar" os elementos é o que
a Gestalt denomina de força do campo psicológico.
O campo psicológico é entendido como um campo de
força que nos leva a procurar a boa-forma. Funciona
figurativamente como um campo eletromagnético
criado por um imã (a força de atração e repulsão).
DINÂMICA DE GRUPO
• A Dinâmica de Grupo é uma área das ciências
sociais, em particular da sociologia, psicologia e
antropologia que utiliza métodos científicos para
estudar os fenômenos que ocorrem em grupos. De
origem grega, a sua expressão significa ação, força,
energia e foi primeiramente utilizada pelo
psicólogo Kurt Lewin (1973).
VÍDEO
Considerações
• Nos estudos de Curt Lewin, dedicou-se nas relações humanas de
interação socialização e motivação. Como se interage as pessoas e
interações nas organizações. O ser humano não é um ente passivo,
ele interage como grupo.
• A física é um exemplo para explicar o campo do indivíduo como
o campo magnético, metaforicamente explanando. A principal
contribuição de Lewin para a psicologia social, consiste em
estudar o indivíduo conforme suas interações sociais sua relação
de amizade, amorosa, familiares e outros grupos, aparente na
pesquisa ação este estudo, e a relação do indivíduo desse grupo
com outros grupos.
• A partir desses estudos na pesquisa ação acrescentar mudança e
analisar as alterações do indivíduo, seus comportamentos, nesse
grupo e em relação outros grupos como reagem.
Referencias Bibliográficas
1. CARTWRIGHT, Dorwin. Como mudar as pessoas: algumas aplicações da teoria de dinâmica de
grupo. Rev. adm. empres.,  São Paulo ,  v. 6, n. 20, p. 129-147,  Sept.  1966 .   Available from
<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-
75901966000300006&lng=en&nrm=iso>. access o 
https://doi.org/10.1590/S0034-75901966000300006.
2. https://siteantigo.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/psicologia/dinamica-de-grupo/9921
3. https://administradores.com.br/artigos/kurt-lewin-e-a-dinamica-de-grupos
4. https://psicologado.com.br/atuacao/psicologia-social/o-processo-grupal-na-psicologia-social
5. CARTWRIGHT, Dorwin. Con  10  Sept.  2020. mo mudar as pessoas: algumas aplicações da teoria
de dinâmica de grupo. Rev. adm. empres.,  São Paulo ,  v. 6, n. 20, p. 129-147,  Sept.  1966 .  
Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-
75901966000300006&lng=en&nrm=iso>. access on  10  Sept.  2020.  
https://doi.org/10.1590/S0034-75901966000300006.
6. BELEZA, Cinara Maria Feitosa; SOARES, Sônia Maria. A concepção de envelhecimento com base
na teoria de campo de Kurt Lewin e a dinâmica de grupos. Ciênc. saúde coletiva,  Rio de Janeiro , 
v. 24, n. 8, p. 3141-3146,  Aug.  2019 .   Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?
script=sci_arttext&pid=S1413-81232019000803141&lng=en&nrm=iso>. access on  10  Sept.  2020.
 Epub Aug 05, 2019.  https://doi.org/10.1590/1413-81232018248.30192017.

Você também pode gostar