Você está na página 1de 20

J O Ã O M U T I M

O
ESPIRITO
NA
VIVÊNCIA
FEMININA
ESPIRITISMO
“Que o homem destrua as barreira que seu amor-próprio opõe à emancipação da
mulher, e em breve vê-la-á tomar o seu voo, com grande vantagem para a
sociedade. A mulher, sabei-o, tem a centelha divina absolutamente como vós,
porque a mulher é vós, como vós sois a mulher”
Revista Espírita, Junho de 1867
R E V I S TA E S P Í R I TA

Elas estão encarregadas principalmente de espalhar a consolação e sobretudo


a conciliação

Esse espírito rebelde e orgulhoso, cuja existência será uma luta constante contra a
desgraça, não lhes vem pedir que lhe inculque outras ideias, diferentes daquelas que
ele traz ao nascer ? É para elas que ele estende suas mãozinhas, e sua voz outrora
rude, e seus acentos que vibravam como um cobre, abrandar-se-ão como um doce
eco, quando disser: mamãe!

É para agradá-la que ele fará todos os esforços para instruir-se e tornar-se útil
a humanidade
O céu e o mar
A lua e a estrela
O branco e o preto
Tudo se completa de algum jeito
Homem, mulher
A faca e o queijo
O incerto e o perfeito
Tudo se completa de algum jeito

Completo – Ivete Sangalo


Agora, pois, vemos apenas um reflexo obscuro,
como em espelho; mas, então, veremos face a
face. Agora conheço em parte; então,
conhecerei plenamente, da mesma forma como
sou plenamente conhecido.
1 Coríntios 13:12
200. Têm sexos os Espíritos?
“Não como o entendeis, pois que os sexos dependem da
organização. Há entre eles amor e simpatia, mas baseados
na concordância dos sentimentos.”

201. Em nova existência, pode o Espírito que animou o corpo


de um homem animar o de uma mulher e vice-versa?
“Decerto; são os mesmos os Espíritos que animam os homens e
as mulheres.”
202. Quando errante, que prefere o Espírito: encarnar no corpo de um
homem, ou no de uma mulher?
“Isso pouco lhe importa. O que o guia na escolha são as provas por que
haja de passar.”
Os Espíritos encarnam como homens ou como mulheres porque não têm
sexo. Visto que lhes cumpre progredir em tudo, cada sexo, como cada
posição social, lhes proporciona provações e deveres especiais e, com
isso, ensejo de ganharem experiência.
Aquele que só como homem encarnasse só saberia o que sabem os
homens
822. Sendo iguais perante a lei de Deus, devem os homens ser iguais também perante as leis
humanas?
“O primeiro princípio de justiça é este: Não façais aos outros o que não quereríeis que vos fizessem.”
a) — Assim sendo, uma legislação, para ser perfeitamente justa, deve consagrar a igualdade dos
direitos do homem e da mulher?
“Dos direitos, sim; das funções, não. Preciso é que cada um esteja no lugar que lhe compete. Ocupe-
se do exterior o homem e do interior a mulher, cada um de acordo com a sua aptidão. A lei humana,
para ser eqüitativa, deve consagrar a igualdade dos direitos do homem e da mulher. Todo privilégio a
um ou a outro concedido é contrário à justiça. A emancipação da mulher acompanha o progresso da
civilização.
Sua escravização marcha de par com a barbaria. Os sexos, além disso, só existem na organização
física. Visto que os Espíritos podem encarnar num e noutro, sob esse aspecto nenhuma diferença há
entre eles. Devem, por conseguinte, gozar dos mesmos direitos.”
LEON DENIS – O PROBLEMA DO
SER
• A escolha do sexo é a alma quem primeiramente decide

• Pode mudar de uma encarnação para outra

• Homem: vontade, firmeza e coragem

• Mulher: ternura, paciência e pureza

• nenhuma qualidade será mais apanágio (vantagem) de um sexo isolado, mas atributo dos dois.

• Mudança de sexo pode ser imposta para experimentar as dores que praticou

• É pela elevação moral e social e a educação forte da mulher que a própria Humanidade se elevará.

• O espírito feminino, dizem-nos os Guias, eleva-se à perfeição, com uma impulsão mais rápida.
A mulher respeitada, honrada, de entendimento
esclarecido, é que faz a família forte e a sociedade
grande, moral, unida
PSICOLOGIA
Os arquétipos são forças poderosas de nossa
psique, imagens primordiais que podem
moldar nossa personalidade, direcionar nosso
comportamento, criar determinadas crenças e
valores, gerando atitudes, e atuando em nossa
ARQUÉTIPO sociedade, educação, política e saúde.
S Contém aspectos construtivos e destrutivos.
Estes últimos ocorrem quando são totalmente
reprimidos, ou ao contrário inflacionados e
direcionados a interesses pessoais, que se
vinculam à ambição, poder e apegos ego
centrados.
O arquétipo masculino separa, organiza, discrimina,
resiste, planeja, é lógico-racional, diferencia, analisa.
Ambos os arquétipos tem seus alcances e limites,
virtudes e chagas.

Elementos como receptividade, sensibilidade, intuição,


proteção, fragilidade, emotividade, nutrir, parir, entre outros
como vinculadas à mulher, inferiores e indesejáveis.
“PODERES” DO FEMININO (E/OU)

Descentralização - Energia para


Flexibilidade - Permitir ao Comunicação – Rapidez na
todas as partes do conjunto
oponente tornar-se parte da captação de novas ideias, novas
político, social, familiar,
solução do problema; visões.
educacional.

Vocação - Noção coletiva de


significado, sentido de vida,
Intuição - Busca de uma
uma compreensão tácita de que Resgata a unidade do ser,
intuição consensual,
as pessoas acreditam em favorecendo a formação de
procurando ouvir uma
alguma coisa além do sucesso redes.
orientação que venha de dentro.
material, além do racionalismo,
além da retribuição rápida
NEUROCIÊNCIAS
I N T E L I G Ê N C I A M Ú LT I P L A S -
PESQUISA

Os homens são mais hábeis usando as inteligências matemática-lógica, visoespacial e cinestésico-


corporal (conexão mente-corpo). Demonstraram maior compreensão matemática, capacidade para
entender mapas e se localizar no espaço.

As mulheres são mais habilidosas com as inteligências pictórica, ultrapessoal, interpessoal,


naturalista, existencial, musical, social, linguística e emocional. Mostraram mais facilidade em se
expressar pela escrita e pela fala, maior entendimento sobre questões filosóficas, habilidade para
desenhar, para a música e para usar os conhecimentos no meio ambiente. Inteligência emocional,
autoconhecimento, capacidade de se relacionar com outros e de equilibrar competição e qualidade de
vida.
•Cientistas de vários países descobriram que, nas mulheres, o tráfego de
impulsos nervosos através do “corpo caloso” - canal entre os dois
hemisférios do cérebro - é maior. E, por essas e outras, as mulheres têm
conquistado cada vez mais espaço no mercado de trabalho. Com capacidade
de realizar múltiplas tarefas com competência e intensidade, essa é uma das
principais vantagens femininas frente aos homens tanto no âmbito pessoal,
quanto no profissional
LIDERANÇA
Orientação às pessoas: São sociáveis, expressivas e próximas, o qual
oferece muito potencial no momento de conseguir compromissos, seja com
os objetivos da organização ou em um projeto em particular.

Tendência à cooperação: Isto faz com que o trabalho em equipe seja mais
natural, já que elas são ativas na inclusão e contenção das pessoas. Também,
preocupam-se porque os processos sejam organizados e sadios.

Capacidade de agir em muitas direções: Contam com a capacidade inata de


CARACTERÍSTIC pensar e agir em muitas direções ou temas ao mesmo tempo. Isto representa
AS DA uma vantagem no momento de tomar decisões e enfrentar crises.
LIDERANÇA Liderança horizontal: A liderança feminina é inclusiva, encoraja a
FEMININA participação e compartilha o poder e a informação com aqueles que lidera.
Tende a criar e a fortalecer as identidades de grupo.

Predomínio do emocional: Em geral estão capacitadas para ter em conta o


lado “humano” das pessoas e gerar altos níveis de empatia.

Maior predisposição à mudança: Seu estilo é inovador, com um firme


sentido da qualidade, centrado na pessoa, flexível, comunicativa e persuasiva.

Você também pode gostar