Você está na página 1de 17

Departamento de Contabilidade

AULA TEÓRICA 6

CONTABILIDADE DE GESTÃO II
Controlo Orçamental
Apuramento e Análise de Desvios contabilísticos

2021/2022
Controlo Orçamental
Apuramento e Análise de
Desvios contabilísticos

2
Controlo Orçamental
Periódica e sistematicamente, compara-se os dados reais com as previsões que constam
no orçamento anual, determinando-se os desvios.

Realizações Previsões
(Dados Reais) (Orçamento Anual)

Desvios Decisões
Corretivas

3
Controlo Orçamental

Há uma faixa em que os desvios se consideram normais. Fora dessa faixa (portanto, dentro
do intervalo de controlo) devem os desvios ser analisados e devem ser tomadas medidas
corretivas.

Gestão por exceção


“Practice of concentrating on activities that require attencion and ignoring those which appear to be
conforming with expectations”
CIMA Official Terminology (2005: 18)

4
Desvios Contabilísticos e
Extracontabilísticos
Desvios Contabilísticos Desvios Extracontabilísticos

•Desvio de vendas;
•Desvio de Compras;
•Desvio de custo de vendas;
•Desvio de secções;
•Desvio de gastos comerciais
•Desvio de fabricação. variáveis;
•Desvio de margem de contribuição.

5
Apuramento e Análise de Desvios
Contabilísticos
Desvio de Compras
Vimos que:
- Sem AMP: Qr x (Pr - Pb)
- Com AMP: Qr x (Pr*- Pb*)
sendo Pr* = Preço de Aquisição mais UIb AMP
Pb* = Custo Un. Compras Orçamentado

Desvio de Preços ⇢ Diferença entre os preços reais e previstos de aquisição das


matérias ao exterior.

6
Apuramento e Análise de Desvios
Contabilísticos
Desvio de Compras
Se AMP imputado em função do valor de compras, o desvio pode ser decomposto
em desvio de custos externos e internos:

Desvio de compras = Qr x [(Pr – Pb) + (Pr- Pb) x UIb]

Qr x (Pr – Pb) – Custos de aquisição ao exterior.


Qr x [(Pr x UIb) – (Pb x UIb)] – Custos internos imputados.

7
Apuramento e Análise de Desvios
Contabilísticos
Desvio das Secções
Vimos que:
Desvio Total da Secção (Ds) = Gr* - Gi
Em que:
Gr* - Gastos reais apurados no mapa mensal do custo das secções pelo sistema de custeio básico/orçamentado;
Gi – gastos imputados.

Se secção com atividade definida:


Desvio Total da Secção = Ds = Ar (UOr* - UOb)

Se secção sem atividade definida:


Desvio Total da Secção = Ds = Gr* - 1/12 x C. Orçamentados

8
Apuramento e Análise de Desvios
Contabilísticos
Desvio das Secções
Decompõe-se em:

Desvio total da Secção = Desvio de orçamento (Do) + Desvio de atividade (Da)

Do = Gr* - Go

Da = Go – Gi
Em que:
Gr* - Gastos reais apurados pelo sistema se custeio básico/orçamentado;
Go – Orçamento ajustado da secção;
Gi – Gastos imputados da secção.

9
Apuramento e Análise de Desvios
Contabilísticos
Desvio das Secções

Orçamento ajustado de uma secção: Respeita ao ajustamento do valor dos


consumos unitários previstos no orçamento anual à atividade real do mês.

Como se constrói o Go? (ou OAj)


A partir do OA da Secção, tomamos a Ar da Secção e refazemos assim (para um mês):
C. Variáveis: são proporcionais à Atividade
C. Fixos: são 1/12 do valor do OA
Quer para Custos Diretos, quer para Reembolsos.
O somatório de custos assim obtido é o valor do Go (ou Oaj)

10
Apuramento e Análise de Desvios
Contabilísticos
Desvio das Secções
Assim:

Go = Ar x CV/Ab + CFb/12
Em que:
Ar – Atividade Real;
CVb – CV anuais previstos para a secção;
Ab – Atividade anual prevista;
CFb – Custos Fixos anuais previstos.

11
Apuramento e Análise de Desvios
Contabilísticos
Desvio das Secções – Desvio de orçamento
O desvio de orçamento (Do) pode ser decomposto em:
(sempre que as rubricas de custos que estão a ser objeto de análise se encontrem expressas em unidades físicas)

Do = (Qr – Q’b) x Pb + (Pr – Pb) x Qr

Desvio de Desvio de
Em que: quantidades preços ou de
Qr – Quantidade real consumida orçamento

Q’b = qb x Ar = produto do consumo por unidade de obra previsto (qb) pela Atividade real da secção (Ar)
Pr – Preço real
Pb – Preço previsto

12
Apuramento e Análise de Desvios
Contabilísticos
Desvio das Secções – Desvio de atividade
O desvio de atividade (Da) respeita exclusivamente a custos fixos.
(desde que os custos variáveis da secção sejam proporcionais ao volume de
atividade)

Da = cfb x (Ab/12 – Ar)

Em que:
- Se Ab/12 < Ar: Desvio Favorável
cfb – Custo fixo médio orçamentado por unidade de obra; (sobre-imputação de CF)
Ar – Atividade real;
- Se Ab/12 > Ar: Desvio Desfavorável
Ab – Atividade prevista.
(sub-imputação de CF)

13
Apuramento e Análise de Desvios
Contabilísticos
Desvio de Fabricação
Vimos que:

Desvio de Fabricação (Df) = Qr (CIPA unit. r* - CIPA unit. b)

Em que:
CIPA unit. r* - Custos da produção acabada unitários calculados no mapa do custo da produção (em sistema de
custeio básico/orçamentado);
CIPA unit. b - Custos da produção acabada unitários calculados no orçamento do custo da produção;
Qr – Quantidade real produzida.

14
Apuramento e Análise de Desvios
Contabilísticos
Desvio de Fabricação

Desvio de Fabricação = Qr x Pb x (Cons. Unit. r – Cons. Unit. b)

Podemos decompor o desvio de fabricação em:


-Desvio de rendimento
-Desvio de eficiência Informa se estamos a incorporar mais ou menos Matérias por
unidade produzida, e/ou se estamos a consumir mais ou
menos horas de atividade das secções.

15
Bibliografia/Leitura:

- Capítulo 3 e 4 do livro - Temas de Contabilidade de Gestão: Gestão


Orçamental e Medidas Financeiras de Avaliação do Desempenho.
Obrigado!

Você também pode gostar