Você está na página 1de 53

CINEMÁTICA

(MRU) E (MRUV)
Prof. Moisés Sampaio
Movimento
Retilíneo Uniforme
(MRU)
Conceito de movimento uniforme 
uniforme
 Você já deve ter observado este tipo de movimento quando
está dentro de um carro em movimento. Observando o
velocímetro do carro, pode ter trechos em que o velocímetro
marca sempre a mesma velocidade em qualquer instante ou
intervalo de tempo, como por exemplo, 100 km/h.
Conceito de movimento
uniforme
O movimento é uniforme

quando a velocidade escalar do móvel é


constante em qualquer instante ou
intervalo de tempo, significando que, no
movimento uniforme o móvel percorre
distâncias iguais em tempos iguais. 
MRU
  O movimento é retilíneo uniforme

quando o móvel percorre uma trajetória


retilínea e apresenta velocidade escalar
constante. 
MRU
 O movimento do carro abaixo é um exemplo de
movimento uniforme. Em qualquer instante ou
intervalo de tempo a velocidade é sempre igual a
100km/h.
MRU
 Como a velocidade escalar é constante em
qualquer instante ou intervalo de tempo no
movimento uniforme, a velocidade escalar
média é igual à instantânea: 
 
 

 V = Vinst = Vmédia = Δ S / Δ t
Função Horária do Movimento
Uniforme

V = Δ S / Δ t = (S - S0) / (t - t0)

S - S0 = V (t - t0) 

Para t0 = 0 

S = S0 + V t 
GRÁFICOS
 O gráfico serve para visualizar o
comportamento das grandezas físicas
envolvidas de uma maneira fácil e rápida.
 Através de um gráfico podemos verificar
como varia uma grandeza (por exemplo,
espaço) em função de outra (por exemplo,
tempo).
GRÁFICOS (S x t)
GRÁFICOS (S x t)
GRÁFICOS (S x t)
 A velocidade escalar é obtida a partir do
gráfico S versus t, calculando a inclinação
da reta:

V = Inclinação da reta = ΔS / Δt
GRÁFICOS (V x t)

Sendo a velocidade constante em qualquer


instante e intervalo de tempo, a função
V = f(t) é uma função constante e o gráfico
V versus t é uma reta paralela ao eixo do
tempo.
GRÁFICOS (V x t)
GRÁFICOS (V x t)
 Pode-se calcular a variação de espaço
ocorrida em um intervalo de tempo,
calculando-se a área abaixo da reta obtida
(área hachurada), que é a área de um
retângulo.
 
 ΔS = A retângulo
 base x altura = Δt x V 
MRU - Exercícios
 Um rapaz percorre um espaço de 40
metros em 8 segundos, qual sua
velocidade média ?
R.
Vmédia = Δ S / Δ t

V = 40 m / 8 s = 5 m/s
MRU - Exercícios
 Um móvel descreve um MRU, de acordo
com a função horária S = - 20 + 5t (SI).
Determine:
a) O espaço inicial e sua velocidade escalar
b) A posição no instante t = 10 s
c) O instante que ele passará pela origem
dos espaços
MRU - Exercícios
 R. S = - 20 + 5t (SI)
 S = S0 + V t
a) S0 = 20 m ; V=5m/s
b) S = - 20 + 5 (10) = - 20 + 50 = 30 m
c) S=0;
0 = - 20 + 5t ; 20 = 5t ; t = 4 s
GRÁFICOS (S x t)
Qual a função horária deste gráfico
no SI?
MRU - Exercícios
 S0 = 4 m
 S = S0 + V t
S – S0 = 8 - 4 = 4 m
t – t0 = 2 - 0 = 2 s

V =ΔS/Δt
V = 4/2 = 2 m/s
A função horária do gráfico
portanto é: S = 4 + 2 t 
 1.FEI-SP Um trem de 200 m de
comprimento atravessa completamente um
túnel de 1.000 m em 1 min. Qual é a
velocidade média do trem?
 a) 20 km/h b) 72 km/h c) 144 km/h d) 180
km/h e) 200 km/h
 .PUC-PR Dois motociclistas, A e B,
percorrem uma pista retilínea com
velocidades constantes Va = 15 m/s e Vb
= 10 m/s. No início da contagem dos
tempos suas posições são Xa = 20 m e
Xb = 300 m. O tempo ecorrido em que o
motociclista A ultrapassa e fica a 100 m
do motociclista B é:
 56 s b) 86 s c) 76 s d) 36 s e) 66 s
 Determinado corpo percorre em MU uma
trajetória retilínea com velocidade de
50m/s. Sabe-se que sua posição inicial foi
de 10m. A equação horária do móvel e a
sua posição no instante 3s são:
 a) S = 50 + 10t (km,h), 180 km
 b) S = 10 + 50t (m,s), 180 m
 c) S = 10 + 50t (m,s), 160 m
 d) S = 50+ 10t (m,s), 160 m
 e) S = 10 + 50t (m,s). 160 km
 Um móvel percorre uma trajetória retilínea
obedecendo a equação horária s = 80.- 40t
(km,h). Determine o instante em que o
móvel passa pelo marco zero e o tipo de
movimento
 a) 2 h, movimento retrógrado
 b) 20 s, movimento progressivo
 c) 2s, movimento retrógrado
 d) 2h, movimento progressivo
 e) 2s, movimento retrógrado
Duas cidades, A e B, distam entre si 400
km.Da cidade A parte um móvel P
dirigindo-se à cidade B e, no mesmo
instante, parte de B outro móvel Q,
dirigindo-se à cidade A. Os móveis P e Q
executam movimentos uniformes e suas
velocidades escalares são de 30km/h e
50km/h. A distância da cidade A ao ponto
de encontro dos móveis P e Q, vale:
 a) 120  b) 150 c) 200  d)240 e) 250
Movimento
Retilíneo
Uniformemente
Variado (MRUV)
Conceito de movimento
uniformemente variado
Omovimento é uniforme – o que varia
uniformemente ?

 A velocidade varia uniformemente, ou


seja varia a mesma quantidade em um
mesmo intervalo de tempo.
 Possui aceleração constante diferente
de zero a ≠ 0
Conceito de movimento
uniformemente variado
 Função horária da velocidade no MUV
V = V0 + a t 
 Função horária do espaço no MUV

S = S0 + V0t + ½ at2
 
Equação de Torricelli
V² = Vo² + 2.A.ΔS
 Dica: Use a equação de Torricelli quando
a questão não fornecer o tempo.
Velocidade Média
 Pode ser calculado por duas equações:

 Vm = ΔS/ Δt ou Vm = V + Vo /2
 (PUCRS) A velocidade de um carro de
Fórmula 1 é reduzida de 324 km/h para
108 km/h num intervalo de tempo igual a
1,0 s. Sua aceleração , em módulo, quando
comparada com a aceleração da gravidade
(g = 10m/s2), é:
 a)  3g               b)  4g               d) 
6g                c)  8g               e)  12g
 Um " motoboy " muito apressado,
deslocando-se a 30m/s, freou para não
colidir com um automóvel a sua frente.
Durante a freagem, sua moto percorreu
30m de distância em linha reta, tendo a sua
velocidade uniformemente reduzida até
parar, sem bater no automóvel. O módulo
da aceleração média da moto, em m/s2 ,
enquanto percorria a distância de 30m, foi
de
 a) 10  b)15   c) 30  d) 45  e) 108
 (UFRGS) Um automóvel que trafega com
velocidade de 5 m/s, em uma estrada reta
e horizontal, acelera uniformemente,
aumentando sua velocidade para 25 m/s
em 5,2 s. Que distância percorre o
automóvel durante esse intervalo de
tempo?
 a) 180 m. b) 156 m. c) 144 m.
 d) 78 m. e) 39 m.
 Um móvel percorre uma trajetória retilínea,
com MUV, obedecendo a equação horária
V = 50 -20t (km,h). Determine os módulos
da velocidade inicial e da aceleração e o
instante em que o móvel muda de sentido.
 a) 50km/h; 20km/h2; 2,5h
 b) 20km/h; 50km/h2; 2h
 c) 50km/h; 20km/h2; 0,4h
 d) 20km/h; 50km/h2; 0,4h
 e) 20km/h; 50km/h2; não muda de sentido
 Dada a equação horária S = 3 + 2t + 3t2 (m, s)
de um móvel que percorre uma trajetória com
movimento uniformemente variado, determine
sua posição inicial, sua velocidade inicial, sua
aceleração e a equação horária da velocidade.
 a) 2m, 3m/s, 3m/s2, v = 3 + 3t (m, s)
 b) 3m, 2m/s, 6m/s2, v = 2 + 3t (m, s)
 c) 3m, 2m/s, 6m/s2, v = 2 + 6t (m, s)
 d) 3m, 2m/s, 3m/s2, v = 2 + 3t (m, s)
 e) 2m, 3m/s, 3m/s2, v = 2 + 6t (m, s)
 . Um móvel percorre uma distância de
400m em MUV. O móvel partiu do repouso
e alcança uma velocidade de 20 m/s. Qual
é a aceleração do móvel?
 a) 5 m/s2                       b) 2 m/s2
 c) 0,5 m/s2                    d) 4 m/s2
 . Um móvel percorre uma trajetória com
uma aceleração constante de 2 m/s2. A
velocidade do móvel variou uniformemente
de 20 m/s para 60 m/s. Qual foi o tempo
gasto para ocorrer essa variação e qual foi
a distância percorrida?
 a) 10s, 400m                b) 20s, 800m
 c) 10s, 800m                d) 20s, 400m
GRÁFICOS no MUV (V x t)
GRÁFICOS NO MUV (S x t)
Exercícios
Exercícios
Exercícios
Queda Livre
 A queda livre é o movimento do corpo que
apenas está sujeito à interacção gravítica
(desprezando a resistência do ar)
 ‘Se a resistência do ar não existisse, todos
os corpos chegariam ao mesmo tempo ao
chão quando largados da mesma altura’.
 Um corpo em queda livre cai,
verticalmente, com movimento rectilíneo
e uniformemente acelerado.
 Independentemente da massa, qualquer
corpo em queda livre move-se com
aceleração constante, que, no mesmo
local, é a mesma para todos os corpos.
Essa aceleração é a aceleração da
gravidade (g) do local onde o corpo é
abandonado.
 Supõe que um elefante e uma pena são
lançados de um edifício muito alto, no
mesmo instante. Supõe, igualmente, que a
resistência do ar é desprezável.
 Qual dos objectos, o elefante ou a pena, atinge o
solo em primeiro lugar?
 VERDADEIRO OU FALSO? Corrija as
afirmações falsas.

 A – O elefante e a pena estão sujeitos à mesma força


da gravítica.
 B – O elefante possui maior massa, contudo, tanto o
elefante como a pena estão sujeitos à mesma força
gravítica.
 C – o elefante está sujeito a uma maior força gravítica,
mas tanto o elefante como a pena possuem a mesma
massa.
 D – Na Terra, os objectos (o elefante e
a pena) possuem a mesma força da
gravidade.
 E – O elefante pesa mais do que a pena,
mas ambos possuem a mesma massa.
 F – O elefante possui claramente maior
massa, contudo ambos pesam o mesmo.
 Equações

 H = G.T² / 2

 V = G.T

 V² = 2.G.H ( G = 10 m/s²)
 U. Católica Dom Bosco-MS Um corpo é
abandonado de uma altura de 5 m e, ao
atingir
 o solo, sua velocidade, em m/s, tem
módulo igual a:
 a) 4 d) 10
 b) 6 e) 12
 c) 8
 Uma pessoa esbarrou num vaso de flores
que se encontrava na mureta da sacada de
um apartamento, situada a 40,00 m de
altura, em relação à calçada. Como
conseqüência, o vaso caiu verticalmente a
partir do repouso e, livre da resistência do
ar, atingiu a calçada com uma velocidade
de: Dado: g = 9,8 m/s2
 a) 28,0 km/h b) 100,8 km/h c) 40,0 km/h d)
784 km/h e) 72,0 km/h
 Um garoto está brincando de soltar bolas de
gude pela janela de seu apartamento. A partir
de certo momento, ele resolve medir o tempo
de queda dessas bolas. Seu relógio marca 10
horas 4 minutos e 1segundo ao soltar uma
determinada bola e ela bate, no solo, quando
esse relógio marca 10 horas 4 minutos e 3
segundos. Baseado nestes dados, o garoto
sabe calcular a altura de onde está soltando as
bolas, ignorando a resistência do ar. O
resultado deste cálculo é:
 a) 80 m b) 45 m c) 30 m d) 20 m e) 5 m

Você também pode gostar