FÓRUM PERMANENTE DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA

Centro de Ciências da Educação Curso de Pedagogia ± UFSC Florianópolis, junho de 2011

Histórico do Curso de Pedagogia da UFSC
‡ Em 1995 ocorreram alterações: ingresso único no vestibular; escolha da habilitação na 6ª Fase; licenciatura plena; formava PEDAGOGOS para o Magistério de 1º. Grau ± séries iniciais, Magistério de 2º. Grau, Educação Pré-Escolar, Educação Especial, Orientação Educacional e Supervisão Escolar; 1ª a 4ª Fases: disciplinas de Fundamentos da Educação, do trabalho escolar e pedagógico e de pesquisa; 5ª e 6ª Fases: Fundamentos do Ensino de áreas específicas e Prática de Ensino em séries iniciais do então 1º grau. 7ª e 8ª Fases: habilitação (PréEscolar, Educação Especial, Supervisão Escolar, Orientação Educacional); ‡ estrutura por sobreposições: fundamentos (para todos), magistério de séries iniciais (para todos), habilitação escolhida (entre quatro);

Histórico...
‡ em 2006 a Resolução CNE\CP 01\2006 extingue a formação de especialistas, substituindo-a pela formação do gestor; propõe formação para pesquisa de modo secundário e como atribuição do gestor; propõe formação em matriz única; ‡ em 2007 os professores e alunos da UFSC aprovam sua matriz curricular que rejeita o ³alargamento´, a ³fragmentação´ e a ³formação flexível´ estimulados pelas DCNP; ‡ em 2007 se propõe um percurso formativo articulado e integrado para docência nos anos iniciais do Ensino Fundamental e para a Educação Infantil, jovens, adultos e pessoas com necessidades especiais;

ATUAL REFORMA
‡ Criação, em 16/05/2006, do Grupo de Trabalho da Reforma Curricular ± GT REFORMA; ‡ composto pela Coordenação do Curso, MEN, EED, Direção do CED e pelo CALPE; ‡ entre 2006 e 2007 realizaram-se cinco assembléias gerais, além de inúmeras por categoria; ‡ aporte de documentos dos grupos por área de conhecimento do curso, do CALPE e de outras organizações nacionais, das assembléias e do Documento Final do I Encontro Nacional de Coordenadores de Curso de Pedagogia das Universidades Públicas Brasileiras, na UFSC, em setembro de 2006, a convite da Coordenação.

Resolução CNE\CP 01\2006
‡ Art. 4º O curso de Licenciatura em Pedagogia destina-se à formação de professores para exercer funções de magistério na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental, nos cursos de Ensino Médio, na modalidade Normal, de Educação Profissional na área de serviços e apoio escolar e em outras áreas nas quais sejam previstos conhecimentos pedagógicos. ‡ Parágrafo único. As atividades docentes também compreendem participação na organização e gestão de sistemas e instituições de ensino, englobando: ‡ I - planejamento, execução, coordenação, acompanhamento e avaliação de tarefas próprias do setor da Educação; ‡ II - planejamento, execução, coordenação, acompanhamento e avaliação de projetos e experiências educativas nãoescolares; ‡ III - produção e difusão do conhecimento científicotecnológico do campo educacional, em contextos escolares e não-escolares.

Núcleos
‡ Art. 6º A estrutura do curso de Pedagogia, respeitadas a diversidade nacional e a autonomia pedagógica das instituições, constituir-se-á de: I - um núcleo de estudos básicos que, sem perder de vista a diversidade e a multiculturalidade da sociedade brasileira, por meio do estudo acurado da literatura pertinente e de realidades educacionais, assim como por meio de reflexão e ações críticas. II - um núcleo de aprofundamento e diversificação de estudos voltado às áreas de atuação profissional priorizadas pelo projeto pedagógico das instituições e que, atendendo a diferentes demandas sociais. III - um núcleo de estudos integradores que proporcionará enriquecimento curricular [...].

Três princípios
‡ Escola pública ‡ Professor/ intelectual da Educação ‡ Curso de Pedagogia

Escola Pública/Curso
‡ ESCOLA PÚBLICA como foco da formação: ‡ a) instituição social, de socialização da arte, da ciência e da filosofia, fundamental para a apropriação, pelos educandos, da riqueza intelectual e social produzida pela humanidade em relações históricas particulares; ‡ b) lócus de formação e atuação do professor e do estudante, lugar de intervenções no âmbito da prática pedagógica e no da pesquisa. ‡ O foco não restringe outras possibilidades de formação e pesquisa. ‡ O foco delimita o campo da formação: escola em seus diferentes níveis; ensino em suas diferentes modalidades.

Professor/intelectual da Educação
‡ Concepção: professor/intelectual: sujeito histórico, acesso à cultura geral e sistematizada, produção; atividade teórico-prática.

Três eixos
‡ Docência ‡ Organização dos Processos Educativos ‡ Pesquisa

Docência
Exercício docente: professor/intelectual ± conflitos de interesses; atua socialmente, não se reduz ao interior da escola. Atuação: EI; AIEF; coordenação pedagógica; pesquisa.

Organização dos Processos Educativos/coordenação pedagógica
‡ ‡ ‡ Conteúdos ± sistema de ensino, Didática, currículo; organização dos processos educativos na EI e anos iniciais do EF; organização dos processos coletivos do trabalho escolar ± coordenação pedagógica = rejeição à ideia ³gestor´.

Pesquisa/produção de conhecimento
‡ ‡ ‡ Articulação entre disciplinas de pesquisa; articulação com o Programa de PósGraduação em Educação/UFSC; articulação com o NADE (Núcleo de aprofundamento e diversificação de estudos); articulação com o TCC (Trabalho de conclusão de curso).

‡

Eixos
‡ DOCÊNCIA ‡ Educação e Infância, 38 créditos (684 horas) ‡ COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA ‡ Organização dos processos educativos, 26 créditos (468 horas) ‡ PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO ‡ Pesquisa, 29 créditos (522 horas)

Perfil do egresso
‡ Professor, não docente; ‡ atuação no campo epistemológico, político-educacional, didáticometodológico; ‡ atuação nas Anos Iniciais do EF, EI, coordenação de atividades educacionais; ‡ compromisso central ± ESCOLA PÚBLICA de qualidade, acesso ao conhecimento historicamente acumulado.

Integralização do currículo
‡ Carga horária total de 3.672 horas, mais 108 horas de atividades de cunho artístico-cultural ± 3.780h. ± 93 créditos; ‡ nove semestres, 4 anos e 6 meses ‡ integralização num mínimo de nove semestres (4 anos e 6 meses) e máximo de 17 semestres, oito anos.

Matriz curricular
‡ DOCÊNCIA: para a Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental; jovens e adultos; relações étnico-raciais; educação especial; ‡ COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA: organização dos processos educativos; organização dos processos coletivos de trabalho; ‡ PESQUISA: graduandos como produtores de saber.

Concepção e composição do NADE
‡ Aprofundar e diversificar os estudos na área de Educação; ‡ contribuir na formação dos estudantes; ‡ vincular-se a grupos de estudos e/ou pesquisas; ‡ forma: disciplinas, seminários, estudos junto aos grupos de pesquisa, oficinas de vivências, atividades artístico-culturais, entre outras.

Optativas
CARGA DISCIPLINAS OPTATIVAS: 72 HORASAULA (60 HORAS) ‡ Educação de Negros ‡ Educação e Movimentos Sociais ‡ Educação no Campo ‡ Infância e Violência ‡ Libras II ‡ Capitalismo e Educação ‡ Educação a Distância

CARGA ATIVIDADES TÉCNICO-CIENTÍFICAS OU CULTURAIS: (108 HORAS)

Atividades técnico-científicas e culturais

‡ Aprofundar em áreas específicas, acadêmicas ou culturais; ‡ ampliar experiências formativas; ‡ assistir a defesa de dissertação/tese, trabalhos de conclusão de cursos de graduação e de especialização; ‡ participar na organização e apresentar trabalhos em eventos; ‡ assistir a palestras; ‡ apresentar trabalhos em congressos e eventos; ‡ produzir material didático; ‡ realizar extensão comunitária; ‡ validação de créditos após a conclusão de 100 horas; ‡ escolha dos estudantes.

Avaliação do processo ensinoaprendizagem
‡ Pressuposto: o graduando deve apropriar-se de conhecimentos relativos à educação com os relacionados à sua formação como produtor de conhecimentos; ‡ o percurso curricular deve possibilitar a formação de professores como intelectuais, com domínio das bases epistemológicas do conhecimento escolar e de suas áreas específicas de atuação, das bases da pesquisa na educação; ‡ Os procedimentos didático-metodológicos contemplarão aulas expositivas, leitura e interpretação de textos, pesquisa, trabalhos coletivos e individuais, seminários, visitas a museus e exposições; ‡ Os procedimentos de avaliação serão qualitativos e formativos, ao longo da disciplina: frequência, avaliações individuais, seminários; pontualidade na entrega dos trabalhos; trabalho final da disciplina, entre outros.

1ª Fase

2ª Fase

3ª Fase

4ª Fase

5ª Fase

6ª Fase

7ª Fase

8ª Fase

9ª Fase

Educação Infância I

Educação e Infância II

Educação e Infância III

Educação e Infância IV (Fund. Ed.Infantil)

Educ. Infância V (Conhecimento, Jogo,Interação e linguagem) Organização dos Processos Educativos na Educação Infantil I

Educação Infância VI (Conheciment o, Jogo,Interação e linguagem) Organização dos Processos Educativos na Educação Infantil I Política e Praticas Pedagógicas Educação Especial Língua Portuguesa e ensino

Educação e Infância VII (estágio Educ. Infantil)

Educação e Infância VIII: exercício da docência nos anos iniciais Didática II: processos de ensino nos anos iniciais da escolarização Organização dos processos coletivos do trabalho escolar Pesquisa em Educação III: orientação ao TCC

Educação especial: conceitos, concepções e sujeitos. Trabalho de conclusão de curso

Introdução à Pedagogia

Organização Processo Educativos I

Didática I

Organização dos Processos Educativos II

LIBRAS

Educação e Sociedade I

Educação e Sociedade II

Teorias Educação

Alfabetizaçã o

Literatura Infantil

Comunicação e educação

Disciplinas eletivas

Filosofia Educação I

Filosofia da Educação II

Linguagem Escrita e criança

Ciências, Infância e Ensino

Geografia, ensino, Infância

NADE II

Estado e Política Educaciona l Psicologia da Educação

História da Educação I

História da Educação II

Educação Matemática

História, Infância, ensino

Infância , Educação e corpo

Arte, Imaginação e educação

Desenvolvime nto e Aprendizagem

NADE I

Fundamentos e Metodologia de Matemática

EJA

Diferença, estigma, educação

Educação e Trabalho

Iniciação à Pesquisa

Pesquisa Educação I

EED Pesquisa Educação II

Núcleo Básico
Disciplinas obrigatórias - 182 créditos (3.276 horas) ± 46 disciplinas+estágios

‡ Educação e Infância (I a VIII); Linguagem Escrita e Criança; Alfabetização; Literatura e Infância; Língua Portuguesa e Ensino; Comunicação e Educação; Geografia, Infância e Ensino; Ciências, Infância e Ensino; Educação Matemática e Ensino; Fundamentos e Metodologia da Matemática; Infância e Educação do Corpo.

Núcleo Básico
Disciplinas obrigatórias - 182 créditos (3.276 horas) ± 46 disciplinas+estágios

‡ Organização dos Processos Educativos I e II; Organização dos Processos Educativos na Educação Infantil I e II; Organização dos Processos Coletivos do Trabalho Escolar.

Núcleo Básico
Disciplinas obrigatórias - 182 créditos (3.276 horas) ± 46 disciplinas+estágios

‡ Introdução à Pesquisa; Pesquisa em Educação (I a III).

Núcleo Básico
Disciplinas obrigatórias - 182 créditos (3.276 horas) ± 46 disciplinas+estágios ‡ Didática I e II; Educação e Sociedade I e II; Teorias da Educação; Introdução à Pedagogia; Filosofia da Educação I e II, História da Educação I e II, Psicologia da Educação I; Aprendizagem e Desenvolvimento; Políticas e Práticas Pedagógicas relacionadas à Educação Especial; Educação Especial: conceitos, concepções e sujeitos; Libras I; Diferença, Estigma e Educação; EJA; Estado e Políticas Educacionais; Educação e Trabalho.

Núcleo de Aprofundamento e Diversificação de Estudos
Optativas, Nade, TCC, 22 créditos (396 horas), 5 disciplinas, 8 NADE ‡ Disciplinas optativas: o aluno deve cursar 72h/a ‡ NADE: o aluno deve cursar dois NADEs ‡ Trabalho de conclusão de curso (TCC)

Núcleo de Estudos Integradores

‡ Aprofundamento, 10 créditos (108 horas): à escolha do aluno

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful