Você está na página 1de 23

• Operador de logística B3 - Ação 20.

0344
UFCD0416_v2 INVENTÁRIO

• Formandos: Hugo Cardoso & Edviges Loureiro

• Formador: Vasco Reis

1
Definição de inventário:
Inventário é um procedimento físico ou
contabilístico que consiste em uma
listagem de bens que pertencem a uma
pessoa, entidade ou comunidade. Dentro
de uma empresa, a realização de
um inventário é feita para que seja
possível obter um balanço real.

2
Tipos de inventário:
Inventário permanente

Inventário rotativo

Inventário anual

Inventário periódico

Inventário geral
3
Necessidade de inventário:
Proteção contra as incertezas/imprevistos

Stocks de segurança

Produção e encomendas de acordo com critérios económicos

Lotes de fabrico e lotes de encomenda (desconto de quantidades) - RAPEL

Cobertura antecipada das flutuações sazonais

Cobrir necessidades do trânsito dos produtos

Produtos em vias de fabrico entre postos de trabalho


4
Planeamento do inventário:
O tempo é o maior desafio de um inventário. Para que se realize
um inventário sem imprevistos, é possível utilizar um cronograma
de Inventário Geral composto por um período de um a três meses
para a realização do planeamento, 15 a 30 dias para o preparativo
operacional e, por fim, um a três dias para a execução do
inventário.

5
Inventário permanente:
O inventário permanente é um sistema
de controlo dos inventários,
nomeadamente das quantidades,
custos unitários e globais, que é
efetuado em sistema extra
contabilísticos, tais como programas
informáticos de gestão de stocks e
sistemas de contabilidade analítica.

6
Definição de inventário permanente

7
A importância do inventário permanente
Uma das vantagens do
inventário permanente é a
disponibilidade de informações
sempre atualizadas sobre as
alterações no inventário.

8
A importância do inventário permanente

acompanhar a variação do stock;

antecipar a necessidade de abastecimento;

favorecer o processo de tomada de decisão;

prevenir a incidência de rutura de stock;

planear com maior antecedência o processo de


encomendas.
9
Como se pode verificar, a
adoção do sistema de
inventário permanente
implica que se torne
possível, a todo o
momento, a verificação da
correspondência entre o
stock físico existente no
armazém e os respetivos
registos contabilísticos.
10
Quando esse processo já
está consolidado a empresa
tem a confiança de que a sua
precificação e,
posteriormente, as suas
demonstrações financeiras
estão em perfeita ordem.
11
A análise da movimentação do stock também
demonstra uma prespetiva sobre o consumidor.
Com esses dados é possível saber, por exemplo,
qual é a saída das mercadorias do ponto de venda
e a sua atratividade para o comprador.

12
O funcionamento na
prática
O foco do inventário permanente é
gerar um acompanhamento minucioso
e imediato. Por esse motivo, a
circulação de produtos em
decorrência de vendas ou
transferências recebe cuidado
especial.
13
Quando a empresa implementa o
inventário permanente é
Identificação necessário identificar toda a

da mercadoria mercadoria. Para alcançar esse


objetivo, é considerado o
em stock modelo, a composição e até,
mesmo, as diferenças entre
fornecedores de um mesmo
item.
14
Além disso, sempre que houver
o fornecimento de um novo
artigo será necessário atualizar
a lista de materiais.

15
Ajustes manuais
Esse tipo de controle de stock também é flexível
quanto a incidentes que acontecem dentro do
armazém. Por exemplo, há casos em que o
produto é danificado, o que inviabiliza a sua
venda. Assim, é possível realizar o seu descarte
ou reaproveitamento do material sem prejuízo
para a qualidade do mesmo.

16
O mesmo pode ser dito quando há extravio ou
roubo, esses ajustes podem ser manuais e devem
ser acompanhados de perto para garantir a
igualdade entre a contagem física e o registo do
sistema.

17
Cálculo do preço
Para determinar o preço de venda das
mercadorias é imprescindível dispor de
um controle dos custos. Seja no
armazém ou no meio industrial, a
forma como a despesa é apurada afeta
diretamente o desempenho das
vendas.
18
Isso quer dizer que, para manter o lucro e
evitar prejuízos, é recomendado que as
variações dos preços praticados pelos
fornecedores sejam compatíveis com a
política de preço praticada pelo vendedor.

19
Análise A,B,C
Em termos clássicos, uma análise ABC consiste na separação dos
artigos em stock em três grupos, de acordo com o valor das
encomendas anuais (quando se trata de produtos acabados), ou de
acordo com o valor de consumo anual (quando se trata de produtos
em processo ou matérias-primas).

20
A análise A,B,C permite-nos ter uma melhor gestão das necessidades de
stock reduzido.

A curva A,B,C permite também organizar a distribuição das mercadorias


dentro do armazém tendo em conta a sua rotatividade, valor e
quantidade.

21
A- Produtos de valor superior

B- Produtos de valor intermédio

C- Produtos de valor reduzido

22
Conclusão:
• Assim podemos concluir que o inventário
permanente é importante pela sua gestão eficiente
dos inventários que obriga à tomada de decisões com
base em informação atempada e credível e obriga as
entidades a realizar investimentos em programas
informáticos, que constituem investimentos
importantes para as organizações, mas que
sobretudo devem representar uma oportunidade
para aperfeiçoar os processos de gestão do negócio.

23

Você também pode gostar