Você está na página 1de 31

EUTANÁSIA

EUTANÁSIA

Eu = boa, thanatos = morte


Boa morte – “aquela que acontece
sem dor ou stress”
Eutanásia  sacrifício
EUTANÁSIA

CONCEITOS
 Ato de induzir morte humanitária a
um animal.
 As técnicas empregadas devem se
converter em inconsciência rápida,
seguida de parada cardíaca e/ou
respiratória, finalizando com perda da
função cerebral.
EUTANÁSIA

DOR – DEFINIÇÃO
Experiência sensorial e/ou emocional
desagradável, associada ou não ao dano
potencial dos tecidos
Categorias
 Sensorial-discriminativa
 Motivacional-afetiva
EUTANÁSIA

DOR
EUTANÁSIA

ESTRESSE – DEFINIÇÃO
Efeito de fatores físicos,
fisiológicos ou emocionais que
induzem uma alteração na
homeostasia do animal ou no seu
estado adaptativo.
EUTANÁSIA

Fatores de estresse
 Contenção
 Ambiente

 Tentativas mal-sucedidas

 Vários animais
EUTANÁSIA

Minimizar o estresse
 Ambiente agradável
 Treinamento de pessoal

 Respeito
EUTANÁSIA

Escolha do método – critérios:


 Capacidade de causar inconsciência e
morte ser causar dor, estresse,
ansiedade ou apreensão;
 Tempo necessário para induzir
inconsciência;
 Confiabilidade;

 Segurança do pessoal;
EUTANÁSIA

Escolha do método – critérios:


 Irreversibilidade;
 Compatibilidade com necessidade e
propósitos;
 Efeitos emocionais em observadores e
operadores;
 Compatibilidade com avaliações
exames ou utilização de tecidos
subseqüente.
AGENTES PARA EUTANÁSIA

INALANTES
ANESTÉSICOS INALATÓRIOS
 Éter, halotano, enflurano, isoflurano
 Câmaras fechadas com algodão
molhado no anestésico
 Melhor – halotano
AGENTES PARA EUTANÁSIA

INALANTES
ANESTÉSICOS INALATÓRIOS
Vantagens
 Indicados para animais pequenos (<7
kg) ou aqueles em que a venipunção
é difícil
 Halogenados não são inflamáveis,
nem explosivos
AGENTES PARA EUTANÁSIA

INALANTES
ANESTÉSICOS INALATÓRIOS
Desvantagens
 Ansiedade e luta durante a indução
(vapores irritantes ou excitação)
 Éter – inflamável e explosivo

 Exposição de animais e pessoal aos


agentes
AGENTES PARA EUTANÁSIA

INALANTES
DIÓXIDO DE CARBONO (CO2)
 Mais pesado que o ar
 Concentração de 30 a 40% - efeito
anestésico no cão em 1 a 2 min
 Pode ser utilizado em cilindros
(comprimido) ou em forma sólida
(“gelo seco”)
AGENTES PARA EUTANÁSIA

INALANTES
DIÓXIDO DE CARBONO (CO2)
Vantagens
 Rápido efeito depressor e anestésico
 Barato, não inflamável, não explosivo,
com risco mínimo para pessoal
 Não acumula em tecidos de animais
usados para alimentação
AGENTES PARA EUTANÁSIA

INALANTES
DIÓXIDO DE CARBONO (CO2)
Desvantagens
 Enchimento incompleto da câmara
permite a sobrevivência de animais
altos
 Algumas espécies tem tolerância ao
CO2
AGENTES PARA EUTANÁSIA

INALANTES
MONÓXIDO DE CARBONO (CO)
 Se liga a hemoglobina formando
carbóxi-hemoglobina
 Bloqueia a ligação do O2 aos

eritrócitos – hipoxemia fatal


AGENTES PARA EUTANÁSIA

INALANTES
MONÓXIDO DE CARBONO (CO)
Vantagens
 Produz inconsciência sem dor e com
desconforto mínimo
 A hipoxemia é insidiosa, não
alterando o animal
 Morte ocorre rapidamente (4 a 6% de
concentração)
AGENTES PARA EUTANÁSIA

INALANTES
MONÓXIDO DE CARBONO (CO)
Desvantagens
 Cuidado na exposição de pessoal
 Equipamentos elétricos expostos
devem ser a prova de explosão
AGENTES PARA EUTANÁSIA

INJETÁVEIS
BARBITÚRICOS
 Deprimem o SNC em ordem
descendente, começando no córtex
 Inconsciência evolui para anestesia

 Overdose – anestesia profunda,


apnéia (depressão do centro
respiratório) e parada cardíaca
AGENTES PARA EUTANÁSIA

INJETÁVEIS
BARBITÚRICOS
Vantagens
 Rapidez de ação – efeito depende da
dose, concentração e velocidade de
infusão
 Induz eutanásia suavemente, com
desconforto mínimo para o animal
 Relativamente baratos
AGENTES PARA EUTANÁSIA

INJETÁVEIS
BARBITÚRICOS
Desvantagens
 Melhor resultado com aplicação
intravenosa
 O animal deve ser contido

 Restrições à comercialização
AGENTES PARA EUTANÁSIA

INJETÁVEIS
T61
 Combinação de anestésico geral,
bloqueador neuromuscular e
anestésico local
 Deve ser usado por via intravenosa

 Muito caro
AGENTES PARA EUTANÁSIA

INJETÁVEIS
CLORETO DE POTÁSSIO (KCl)
 Provoca alteração na contratilidade
cardíaca e fibrilação atrial
 Pode provocar espasmos musculares

 Só utilizar após induzir inconsciência


AGENTES PARA EUTANÁSIA

MEIOS FÍSICOS
 Concussão cerebral
 Arma de fogo

 Deslocamento cervical

 Decapitação

 Eletrocussão

 Exsanguinação
INDICAÇÕES PARA EUTANÁSIA

BEM ESTAR ??
INDICAÇÕES PARA EUTANÁSIA
INDICAÇÕES PARA EUTANÁSIA
INDICAÇÕES PARA EUTANÁSIA

Eutanásia clínica
 Pacientes terminais
 Envolvimento do proprietário

 Minimizar estresse

 Conferir o óbito
INDICAÇÕES PARA EUTANÁSIA

Animais como alimento


Pesquisa científica
Modelos experimentais
Controle populacional
INDICAÇÕES PARA EUTANÁSIA

Bom senso !!

Você também pode gostar