Você está na página 1de 10

Socialização – Seminário Interdisciplinar:

Aspectos Psicológicos e comportamentais da


alimentação

TUTOR: FERNANDA LOREDO


PÂMELA ARAÚJO DA SILVA
Comer com Atenção Plena

Introdução
Comer com Atenção Plena consiste em comer consciente,
focando no presente, tendo a percepção se existe fome,
quais os níveis da fome e saciedade do corpo.
Objetivo :
Conhecer o contexto de comer com atenção plena
bem como os fatores que impedem tal prática.
Dificuldades e distrações.

Problema :
Falta de consciência ao comer.
Fundamentação Teórica

A Alimentação Consciente é uma abordagem que orienta comer


com atenção plena, focando no presente, percebendo os sinais de
fome e saciedade do corpo. Há uma necessidade grandiosa de
prestar atenção no alimento. Estar em um ambiente
tranquilo,sem estímulos de televisão, celular, computador,
tablets, revistas, jornal,música,etc. Se possível, sentar se à mesa
para realizar as refeições. É necessário comer devagar, apreciar e
saborear o alimento para que sinta a fome e a saciedade.
Girondoli, 2020.
Através escala da fome é possível o indivíduo
realizar uma auto avaliação para que com ela possa
julgar a necessidade de ingestão de alimento de
forma consciente.
Materiais e Métodos

Este estudo buscou identificar as publicações relacionadas ao


comer com Atenção Plena. , objetivo geral deste trabalho foi
conhecer o contexto de comer com atenção plena bem como os
fatores que impedem tal prática. Dificuldades e distrações .

Foi realizada uma pesquisa bibliográfica com abordagem


explicativa onde foram pesquisados trabalhos na fonte de dados
LILACS, SCIELO e GOOGLE, utilizando-se as palavras chave:
comer consciente, Alimentos e emoções, comportamento
alimentar. Posteriormente foram submetidos à leitura
exploratória, interpretativa e seletiva.
Resultados e discussões

Foi possível identificar poucas publicações sobre a temática envolvida.


As que foram achadas trazem o conceito de que o que mais interfere
emocionalmente na alimentação do indivíduo é de fato a falta de
consciência do que se come. Não há uma preparação para o comer
consciente, há falha no local em que é realizada a alimentação; a
maioria das pessoas tem distração como principalmente televisão,
celular e computador, contribuindo com que a pessoa se alimente de
forma errada, sem qualidade e com quantidade errada.
Conclusão

Acredita-se que novas estratégias de atendimento


nutricional devam ser desenvolvidas para promover
uma motivação autônoma. O paciente torna-se,
assim, capaz de identificar barreiras para o
autocontrole e desenvolver mecanismos para superá-
las. O indivíduo deverá prevenir recaídas, fazer
melhores escolhas diante dos desafios cotidianos e
adquirir a habilidade para resolver problemas e,
portanto, obter melhores resultados no tratamento
da obesidade.
Referências

ALVARENGA, M. et al. Nutrição Comportamental. Barueri: Manole, 2015.


 
BARBOSA, M. R. Mindfulness, mindful eating e comer intuitivo na abordagem da obesidade e transtornos alimentares.
SMAD, Rev. Eletrônica Saúde Mental Álcool Drog. 2020 maio-jun.
 
BAUER-WU, S.; HALIFAX, J. Leaves falling gently: living fully with serious & life-limiting illness trough mindfulness,
compassion and connectedness. Oakland: New Harbinger Publications Inc., 2011.
 
GIRONDOLI , Yassana Marvila Orientações sobre alimentação consciente para evitar o comer emocional IFES. Nov. 2020.
 
KABAT-ZINN, J. An outpatient program in behavioral medicine for chronic pain patients based on the practice of
mindfulness meditation: Theoretical considerations and preliminary results. General Hospital Psychiatry, [s.l.], v. 4, n. 1,
p.33-47, abr. 1982.
 
KABAT-ZINN J. Full catástrofe living: usiing the windson of your body to face stress, pain, and illness. New York: Delta;
1990.
 
MENEZES, O. A. Obesidade: motivações incoscientes. São Paulo. Paulus, 1998.
 
SERRA GMA, SANTOS EM. Saúde e mídia na constru- ção da obesidade e do corpo perfeito. Cien Saude Colet 2003;
8(3):691-701

Você também pode gostar